Mordaça – Comentário do leitor

“Em todos os principais sites do país, há enquetes diárias sobre a eleição presidencial. Depois de cada debate realizado, fazem enquetes pra saber quem, na opinião do internauta, venceu. E alguém já viu Serra, Dilma ou qualquer outro tentando questionar judicialmente as enquetes do UOL, da Globo.com ou do Terra? Ainda acho que os políticos do Amapá de um modo geral precisam aprender a lidar melhor com as liberdades individuais. Essa mania pouco democrática de judicializar tudo o que lhes pareça desfavorável não condiz com a prática política de um país civilizado. E isso vale para políticos das mais diversas matizes ideológicas.”
(Yashá Gallazzi, na caixa de comentários sobre o post Mordaça)

  • Urge a necessidade de se criar uma lei que proíba essa prática de pesquisa de intenção de votos. Isso confunde a cabeça do eleitor menos esclarecido – que é a maoria – e interfere no resultado das eleições. É uma espécie de voto em branco, que favorece o candidato melhor colocado (nem sei se isso mudou).

  • É incrivel como poucas pessoas deixam o lado politico-partidario, para fazerem analises concretas.parecem que todos só estão preucupados com o proprio pirão o resto que se exploda, é vergonhosa esse tipo de atitude, pois aparenta que no estado só temos mercenarios, pessoas egoistas que não tem nenhum interesse em discutir a verdadeira politica-a que traz beneficios para todos- tod mundo defende até comicamente seus padrinhos politicos, sem ao menos avaliar cimentarios tão bem feitos como este que realmente merece ser destacado no blog.
    parabens pelo comentario, e parabens alcinea pelo destaque

  • As enquetes, que são feitas sem cientificidade nenhuma mas que são publicadas como pesquisas de intenção de voto, desequelibram o pleito. Ontem mesmo vi uma enquete de um jornal local que expunha para escolha apenas alguns dos candidatos a dep. Estadual. Isso é tendencioso. É explorar a desatenção de muitos para privilegiar alguns. E acho também que combater essas manifestações não tem nada de perseguição ou tentativea de calar a imprensa, é apenas direito de todos em não ser prejudicado por atos pouco responsáveis. Pergunto: os jornais locais não têm condições de arcar com os custos de uma pesquisa, registrar e publicá-la como notícia? Aposto que têm! Por que não fazem?

  • Se a pessoa se acha prejudicada, porque não buscar seus direitos via justiça? Você, Yashá, se contradiz muito! Se vivemos em um país democrático, não seria essa a maneira correta? Ou você concorda com o que aconteceu na TV Record? É assim que você acha que as coisas devem ser resolvidas? Na intimidação? Vamos supor que algum grupo politico não tenha concordado com algum ato da TV Record e eles resolveram ir lá e quebrar tudo. Não seria mais justificável “judicializar” a questão? Ou você acha que o certo seria deixar a justiça de lado e preferir intimidar, atravez do terror? Conheço uma frase que resume essa atitude na TV Record: “A melhor arma politica é a arma do Terror. Não quero que nos amem, quero que nos temam”. Hitler – (acho que ele ainda anda fazendo escola por aqui)

  • Sabe, eu tô achando o maior barato esse monte de instituto de pesquisas genuinamente amapaenses divulgarem pesquisas sem nenhum nexo… Só um burro pra acreditar nessas pesquisas! que me perdoem os burros (animais)… (quadrupedes)

  • O problema dessas enquetes é que elas, aqui em Macapá, estão sempre atreladas aos interesses políticos dos grupos que tem a preferência do meio de comunicação que as publica. Todos nós sabemos para onde será direcionada uma informação, dependendo do veículo que a publique. Isso é que deveria acabar aqui em Macapá. A credibilidade da imprensa é quase nula, poucos são os jornalistas ou empresas de comunicação que conseguem fazer uma análise imparcial de um fato. Os que se sentem prejudicados, hoje em dia, também já usaram desse mesmo artifício para tentar manipular a opinião pública. Portanto, antes de discutir sobre esses processos que não vão dar em nada mesmo, a imprensa amapaense deveria estar preocupada com a retomada de uma credibilidade que, se já existiu, está muito bem enterrada em algum lugar do passado. E que começou a ir definitivamente para o buraco quando os órgãos de comunicação começaram a ser propriedades de políticos que colocam pessoas despreparadas para atender aos seus interesses pessoais.

  • Pensei que ELES tinham mudado, depois de tanto tempo,… engano, engano, continuam sendo DITADORES, uma pena, já deveriam ter no mínino humildade de ouvir e não colocar mordaça no povo.

  • ENQUETE:

    Vcs acham que o Randolfe vai conseguir alguma coisa pro Amapá no Senado?, primeiro ele e o partido PSOL são brigados de mal a morte com o PT, leia-se Presidente DILMA; segundo o Senado é um parlamento que só tem macaco velho, que significa que o Randolfe nem vai aparecer, com acontecia na AL do Amapá.

    • Com certeza vai conseguir. Por mais que sejam adversários, deve existir o respeito mútuo institucional. Ele(RR),estará lá representando um ente federativo, e como tal, tem que ser atendido, depois, é aliado de um candidato a governador que já declarou apoio a Dilma, o que por via indireta, o coloca como aliado da Dilma, nas questões que dizerem respeito ao nosso estado. As divergências serão no campo ideológico. Ele vai sim ser um grande representante nosso no Senado, ao contrario de alguns…

    • quando Randolfe se elegeu deputado estadual em 98 era o mais jovem deputado do Amapá e na assembléia só tinha macaco velho, RANDOLFE foi o deputado mais atuante da assembléia e que mais esteve na midia por suas ações em favor do povo. ACREDITE, no senado não será diferente, os macacos velhos terão que ouvir o AMAPÁ ser destaque na midia nacional por ter o senador mais jovem do brasil, 500 NELES RANDOLFE,,,

  • Os sites citados no post não devem ser comparados com os jornais locais pelo seguinte motivo, seus respectivos donos não concorrem a cargo político, as enquetes são de ambito nacional, e cá entre nós, o Amapá, nesse quesito, não faz parte do Brasil.

  • É engraçado como a justiça do nosso país é uma M#@#…eles proibiram as placas nos postes, mas liberaram os tais “CAVALOetes” que são 10 vezes piores, pois tem em todo lugar..completa poluição visual…eles proibiram a divulgação de pesquisas de intenção de voto que não sejam cadastradas na justiça eleitoral, entretanto liberaram as ENQUETES que tem a mesma finalidade das pesquisas, que é tentar influenciar os eleitores, principalmente os indecisos…além disso são facilmente manipuladas (não tô dizendo que seja o caso do JD)…

  • Prezado, Acho que vc está confundindo o Brasil com o Amapá, nesta questão não é a enquete em si que está em discursão, e sim a forma como ela foi repassada para o leitor (Eleitor).
    Eu te pergunto,vc já leu neste “jornal” alguma noticia boa sobre a familia Capi? ou alguma denuncia de corrupção deste governo? pois bem, vc já viu algun jornal de respeito publicar uma enquete em sua pagina inical? Só aqui no Amapá né, e se essa enquete fosse a favor da familia Capi (Como já teve uma enquete que o Capi foi o Lider) eles publicariam? Esta é a pior forma de privar a liberdade individual de um cidadão minando suas virdutes e escondendo suas qualidades perande a opinião publica, portando vejo que está é a unica forma do PSB se defender dos ataques que este pseudo jornal transfere.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *