Mais um crime bárbaro em Macapá

A assessora jurídica do Ministério Público Estadual e professora universitária, Carol Passos e seus dois filhos foram assassinados à facadas dentro da própria casa, no bairro jardim Equatorial.  A polícia ainda não sabe se o crime aconteceu ontem à noite ou na madrugada de hoje.
O crime chocou a cidade.
De acordo com a polícia, ao chegar na residência para mais um dia de trabalho a empregada doméstica da família deparou-se com sangue espalhado pelo chão. Os dois quartos da casa estavam trancados. A empregada acionou a polícia. Os policiais arrombaram os quartos e num deles encontraram os corpos de Carol Passos, do filho Marcelo (17 anos)  e da filha Vitória (10 anos).

Os assassinos fugiram no carro da vítima, um Renault Clio  vermelho, de placa NER-9160.

No Araxá
O repórter Patryck Almeida informa no Twitter que o carro foi encontrado no complexo do Araxá, em frente ao Restaurante da Flora,  e que moradores da área dizem  que foi deixado ali por volta das 2h da madrugada e que às 9h viram três homens, em atitude suspeita, correndo no Aturiá.

  • Tenho uma fé tremenda em Deus e Creio que um dia a justiça será feita
    Pode passar o tempo mais o nosso Deus não dorme e ele sabe de tudo!
    Portanto ninguém tem o direito de tirar a vida de ninguém.
    E quem ainda tem coragem de defender os assassinos concerteza este Deus também tá vendo!

  • eu tenho 13 anos e fiquei chocado com o que eu vi poxa eu acho que ele nao tem nada na cabeça sinceramente ele tem um dis turbio mental

  • Gostaria de externar meus sentimentos de pesames, e orar para que Deus ilumine os investigadores desse crime barbaro para q possa prender os culpados.
    que Deus conforte o marido e familiares

  • Indubitavelmente, o assassínio que acometeu a família Camargo constitui um dos crimes mais nefandos dos últimos tempos, mormente pela reunião de requintes extremamente cruéis com que fora perpertrado. O caso, intriga pela sua complexidade, concorrendo que sua elucidação o transforma em um palco de repercussões jurídicas imprevisíveis. Se o Wellington agiu sozinho, resta dúvidas, não obstante, nada pode ser descartado. Nenhuma possibilidade ainda que remota pode ser descartada.
    A atuação da Polícia Judiciária e do Ministério Público na instauração das peças investigativas está sendo brilhante, mas faço ressalvas não somente para a apuração deste fato, mas também de de outros tantos que se assomam no cotidiano da discrepante violência no Estado do Amapá, que de forma preocupante, também carecem de atenção imediata.
    No caso em exame, que seja feita a mais lídima justiça em nome da família dizimada, vez que é inconcebível tamanho ato de desumanidade como o praticado. Não há justificativa que abrande os corações daqueles que tiveram ou não o privilégio de conhecer Caroline e família em vida.

  • Indubitavelmente, o assassínio que acometeu a família Camargo constitui um dos crimes mais nefandos dos últimos tempos, mormente pela reunião de requintes extremamente cruéis com que fora perpertrado. O caso, intriga pela sua complexidade, concorrendo que sua elucidação o transforma em um palco de repercussões jurídicas imprevisíveis. Se o Wellington agiu sozinho, resta dúvidas, não obstante, nada pode ser descartado. Nenhuma possibilidade ainda que remota pode ser descartada.
    A atuação da Polícia Judiciária e do Ministério Público na instauração das peças investigativas está sendo brilhante, mas faço ressalvas não somente para a apuração deste fato, mas também de de outros tantos que se assomam no cotidiano da discrepante violência no Estado do Amapá, que de forma preocupante, também carecem e atenção imediata.
    No caso em exame, que seja feita a mais lídima justiça em nome da família dizimada, vez que é inconcebível tamanho ato de desumanidade como o praticado. Não há justificativa que abrande os corações daqueles que tiveram ou não o privilégio de conhecer Caroline e família em vida.

  • Precisamos olhar Macapá com outros olhos…Demorou, mas o crescimento desordenado dessa bela cidade aconteceu e com ele os problemas tb aparecem…já é tempo de sermos mais atenciosos ao transitarmos pelas ruas, ao sairmos de agências bancárias, enfim…. To muito chocada com a apresentação do suposto culpado, pois muitos depoimentos a seu favor levantam questionamentos,já que todos os comentários a respeito da Carol tb são unânimes..pessoas doces, amáveis, cheios de amigos… O que motivou esse crime tão bárbaro?

  • estou muito triste por ouver moro no bairro de carol morava ela muito legal amiga do povo sua filha estudava na mensas colegio meu subrino no nei eu via sua filha todos dia ela eu garotinha muito carinhosa legal amiga sinto muito por que acordezeu quero justiza por isso da carol vc deixou uma grande saudade aqui no bairro aonde vc estive sei quer vc esta com nos como vc sempre teve beijo ex vizinha

  • weligton quem o conheçe sabe que ele nao faria uma coisa dessas, weligton quem convivia com ele sabe que ele tem um coração bom apesar de todo aquele tamanho ele tem um coração mole.
    Força meu amigo, estamos orando e torçendo por você. que Deus ilumine seus passos e de uma luz para os policiais
    abraços

    • …e vc nao o conhece Cristiano, vc pensa conhece… Psicopatas sao mesmo dissimulados! Ele confessou o crime, e nao foi por pressao nao, se tivesse sido a base de pressao , teria confessado o que levou a fazer tamanha crueldade, mas, como ele é filho do ”ALDO” que tem um certo prestigio, nao se pode nem dar uns cascudos nele para fazer lembra-lo daquela noite!!!! Alias, falando sobre os pais do infeliz, se fossem pessoas de bem tbm, nao permitiriam que ele continuasse encondendo a noite tragica que destruiu uma familia inteira, que torturou um anjo chamada Vitoria e uma mae maravilhosa, um irmao cheio de planos p o futuro, e, alem de tudo isso, deixou mais um anjo aqui na terra orfao de pai. E se vc ainda quiser orar por alguem, ore pela familia da Carol que está sem chao, que essa sim, precisa agora de muita oracao!

    • vcé cego-surdo e mudo, ou é só burro mesmo CRISTIANO??!!!,esse seu amigo é uma aberraçao,ve se começa a estudar o comportamento de psicopatas e talvez vc entenda o seu “”amigo””…O que aconteceu naquela casa poderia ter acontecido com a sua familia, portanto se considere uma pessoa de sorte,e reze,reze muito pra que a aberraçao nunca saia da cadeia, e nunca mais volte a ter contato c/ a sociedade.DEUS é bom e queira ele que seres assim nunca mais possam fazer o mal.

  • ele não fez isso ele é um menino de ouro ele ta sendo mais dum dos laranjas dessa historia proucurem saber primeiroo quem foi weligton pra depois julgar,”pois da mesma forma com que julgares seras julgado”

    • ”MENINO DE OURO” , tá bom! leva ele prá tua casa junto c as pessoas q vc mais ama. Quem nao conhece ele é vc!

    • Se um ”amigo” meu fizer uma crueldade dessa, pode ter certeza q jamais o defenderei! As digitais dele estao lá , junto com as marcas do sofrimento da familia que ele torturou para depois matar! Que pessoa é vc? e achas que ele nao deve ser julgado dpois disto? Nao defenda um monstro disfarcado de gente! Se vc ACHAVA que conhecia seu “amigo”, hoje ja podes dizer que estavas enganada!

    • Bianca! vc escreveu ‘MENINO DE OURO”?????!!…,ele acabou com uma família!desferiu “40 facadas” em uma criança de 11 anos,deixou uma faca cravada nas costa de uma vítima,com tal violencia que chegou a quebrar o cabo,espalhou sangue pela casa,como se fosse um matadouro de gado,vc consegue imaginar essa cena? pois é, o seu AMIGO fez isso.PIOR !!… ele era AMIGO das vítimas,assim como vc imagina que ele seja seu amigo,sorte que nao foi contigo nao é?,mas pense que poderia ter sido.Se essa barbaridade nao fosse de autoria de seu amigo assassino, vc pensaria com essa mesma tolerancia? HIPÓCRITA.

  • Conheço mto bein o Wellington e sei que eh completamente incapaz de cometer tal crime.Ele eh um menino de coraçao mto bom, doce, carinhoso e prestativo com tds, eh do tipo de pessoa que não vê a cor, a raça, ou a religião, trata sempre a tds com carinho, aliás era carinhoso ateh demais.Ele eh apenas mais uma vítima desse criminoso do caso Carol, e sei que um dia td a vdd vai aparecer.Ele eh mto amado, e querido por seus amgs, e nem um deles acredita q ele fez isso.

    • Pam! vc deve ser muito inocente mesmo! que idade vc ten? 5…6…deve estar próximo disso,ou no mínimo tem uma mentalidade condizente com essa idade,ou é muito burra mesmo! As provas do crime sao científicas,logo sao comprovadas,Seu amigo de CORAÇAO BOM,doce carinhoso e prestativo cometeu o crime, é incontestável,ele desferiu”””40″””facadas em uma menina de 11 anos de idade e era amigo da criança,fazia parte do seu convívio,como deve fazer parte do seu,felizmente pra vc nao foi contigo.Repense suas amizades, reveja seus conceitos e pare de ser hipócrita. “QUEM COM PORCOS SE JUNTA FARELO COME”.

  • Qer ver como foram dimenores q cometeram essa tragedia !
    No maximo vao fikar presos por alguns tempos, por que no brasil nao tem justiça mais sim injustiça .Pra mim uma pessoa devia ter prisao de morte !pq eh uma pessoa sangue frio qndo for libertado, ainda vai fazer pior !Qntos casos assim jah aconteceram e a justiça esqueceu, gente foi uma VIDA e naum volta ! ESTAMOS TODOS INDIGNADOS ! E por mais q eles morram nao vao falar qm encomendou a morte dessa familia ! Tem ter uma puniçao mais cruel !Se tiraram a vida de inocentes por nao acabamos com ah deles tbm !:@:@:@:@ ( RAIVA )
    QUEREMOS JUSTIÇA NO BRASIL E NO AMAPA !

  • Conheci o professor Pedro na faculdade, é um profissional sábio e uma pessoa muito humana e querida. Confesso que quando recebi a notícia dada a mim pela prof.Dircilene pelo email, fiquei profundamente chocada e por algum tempo perdi a vontade de fazer qualquer outra atividade a não ser procurar saber de notícias que esclarecessem tamanha barbaridade. Este caso me parece esconder muitas surpresas em relação ao mundo injusto, que não quer fazer a justiça de Deus.
    Que o nosso Deus Pai possa intervir e fortalecer as pessoas que ao estudarem o caso, possam fazer justiça. Deus cuide do coração do prof. Pedro Rocha.

  • É com muita tristeza que recebi está noticia de nosso estado, Que Deus receba está familia e dê força ao Prof. Pedro Rocha.
    Minha mãe foi professora em Macapá, enquanto lecionou existia um respeito com as pessoas de idade e professores, hoje vemos uma grande falte de amor e respeito. Que Deus proteja a todos, e que volte a ter paz no mundo e nos corações.
    Atualmente residimos em Fortaleza, minha mãe é a Professora Elza Corrêa Gurjão. Gostaria de dizer que não é só Macapá que está violento… Recentemente a filha de um amigo, foi morta com muita crueldade, por um fugitivo e pedofilo que andava pelas ruas sem ser incomodado,… Não podemos deixar que caia no esquecimento, precisamos cobrar mudança nas lei e nós temos força para isso…

  • Que barbaridade!! Morei 14 anos em Macapá e amo esse Estado e as pessoas com as quais tive o privilégio de conviver. Atualmente estou residindo no RJ, por motivo de tratamento de saúde. Registro meu pesar pelo ocorrido, minhas condolências à família e deixo o registro de que nos dois últimos anos que aí passei, minha casa foi arrombada em duas noites. Na primeira, eles pretendiam me matar, pois houve indícios. Em ambas as ocasiões, retiraram a porta da cozinha, sendo que havia monitoramento 24 hs, o que acabou com a raça dos bandidos. Macapá está mt violenta!!!! Oro a Deus para que remova essa maldade do coração desses inescrupulosos criminosos.

  • Fui aluna da Profª Carol Passos, conheço seu esposo o ProfºPedro Rocha, gostaria de expressar meus profundos sentimentos a família e principalmente a seu esposo, estou mto entristecida com esta extrema crueldade, não há como não se revoltar e ao mesmo tempo nos sentirmos impotentes com essa triste e desprezível realidade.Peço a Deus que fortaleça e conforte o seu coração profº neste momento tão difícil. Com tudo isso, me e agarro na certeza que Deus em sua infinita sabedoria saberá o que fazer.

  • Como eu disse, uma enorme perda de uma pessoa extremamente competente em seu trabalho, seja como assessora jurídica, seja como professora. Estou de luto por isso, Carol foi minha professora na graduação, logo que ela chegou em Macapá, quatro anos atrás. Minhas sinceras condolências. Que ela esteja aos braços de Deus.
    Quanto ao crime, a mídia diz que foi latrocínio, mas tenho conviccção de dizer que não foi. Até porque não subrairam nenhum bem material dela (apenas o carro, que foi na verdade objeto de fuga. Tanto que foi abandonado depois, lá no Araxá).
    Macapá está perigosa, violenta, precisamos tomar cuidado, estamos refens de muros altos e cercas elétricas, mas creio que tenha havido alguma motivação para ter ocorrido esse fato lamentável. Creio que não seja de Carol, mas pode ser de seu filho. Teria várias suposições para dizer aqui.
    Mas, indepedentemente disso, um crime extremamente cruel e inscidioso, no qual os responsáveis (monstros) devem ir pro xilindró o mais rápido possível e que nos deixa todos apavorados.

  • Nós, alunos do Professor Pedro Rocha e amigos de sua esposa Carol, estamos consternados e boquiabertos com esse brutal crime que atinge em cheio o seio da familia Pedro Rocha e seus amigos. Nós aqui de Santa Catarina e em especial amigos e ex-alunos da UNIVALI estamos unidos em pensamento e oração para que o Professor Pedro Rocha possa superar este momento tão triste. Uma perda lamentável da uma guerreira, sonhadora, mãe, professora e principalmente amiga. Que D-us os receba em sua infinita bondade.

  • BOM DIA. É com imenso sentimento de pezar e consternação que escrevo essas palavras; pois, sem dúvida alguma, tal fato, extremamente cruel, repuguinante, NÃO advem de seres humanos filhos de DEUS; e sim, de MONSTROS.!!!
    Em nome do 3º Período – Noturno – Turma ” I ” do Curso de DIREITO da Faculdade de Balsas/MA – UNIBALSAS; onde, a mais de 3.000 Km de distância de sua família, leciona com muito AMOR e ENTUSIASMO dentre outras, a disciplina de Teoria Geral do Direto Penal; o AMIGO, PARCEIRO, SOLIDÁRIO, HUMANO, BOMDOSO, GENTIL, CARINHOSO, SENSATO, HONRADO e DEDICADO Pai, Chefe de Família e Profº Mestre PEDRO ROCHA; estendemos toda à nossa SOLIDARIEDADE neste momento de DOR e FRAGILIDADE.
    Saiba que a Comunidade Acadêmica de toda UNIBALSAS, reza unida pelo Senhor e sua Família. A Prfª Carol, em sua palestra ministrada em outubro de 2009 em Balsas, mostrou-nus à sua imensa grandeza…
    O aguardamos com os corações repletos de de AMOR para com você Prfº Pedro; Deus, a Mãe Santíssima e Santo Antônio de Balsas, nosso Padroeiro, o Abençõe nesse difício momento….
    PAZ e BEM…

  • BOM DIA. É com imenso sentimento pezar e consternação que escrevo essas palavras; pois, sem dúvida alguma, tal fato, extremamente cruel, repuguinante, NÃO advem de seres humanos, filhos de DEUS; e sim, de MONSTROS.!!!
    Sou aluno do ilustre Professor Pedro Rocha Passos, marido e pai das vitimas.
    É um crime chocante e bárbaro à pessoas inocentes. Uma tragédia que chegou à casa de pessoas ilustres.
    Que Deus conforte o Professor nessa hora dificil, pois só ele poderá chegar ao coração dilacerado deste grande homem que perdeu parte de sua vida nessa tragédia.

  • FUI ALUNO DO PROFESSOR E MESTRE PEDRO ROCHA E, TAMBÉM DA PROFESSORA CAROL NA FACULDADE SEAMA,A QUAL COM CERTEZA, NOS DEIXOU GRANDE LEGADO NOS ENSINANDO SEMPRE A TRILHAR NO CAMINHO DA JUSTÇA E DA VERDADE.
    ACREDITAMOS QUE A JUSTIÇA PREVALECERÁ E OS CULPADOS SERÃO APANHADOS, POIS NÃO PODEMOS DEIXAR QUE CRIMES TÃO BÁRBAROS DESSA NATUREZA PREVALEÇA EM NOSSA SOCIEDADE!

  • Pena de morte no Brasil!!! Urgente!!! Vms parar com essa palhaçada de direitos humanos para esses monstros que cada dia mais nos apavoram!!! Deus sabe do meu medo de ficar até na minha casa, de abrir a porta pela manhã… Não é paranóia, não!! É uma insegurança que se tornou constante nas nossas vidas. Tenho uma filha nesta mesma idade!! Quanta crueldade!!! Daí, pegam o monstro, depois liberam, ele volta a fazer o mesmo e nada acontece!!! QUE PAÍS É ESSE???

    • “parar com essa palhaçada de direitos humanos para esses monstros que cada dia mais nos apavoram”

      Concordo, em gênero, número e grau!
      Essa historinha de Direitos Humanos só serve para punir aqueles que não precisam ser punidos.

      Os bandidos roubam, matam, espancam. E ai ainda conseguem aqueles benefícios da lei, indulto, progressao de pena, programas sociais e tudo… um premio por terem sido bandidos.

      Mas vai um cidadão trabalhador dar uma surra num bandido p ver.. vem TV, Associacao nao sei das quantas, etc e tal.

  • Sou aluno do ilustre Professor Pedro Rocha Passos, marido e pai das vitimas.
    É um crime chocante e bárbaro à pessoas inocentes. Uma tragédia que chegou à casa de pessoas ilustres.
    Que Deus conforte o Professor nessa hora dificil, pois só ele poderá chegar ao coração dilacerado deste grande homem que perdeu parte de sua vida nessa tragédia.

  • Esperamos mesmo que encontrem os responsaveis e que nao seja mais um crime sem solução e esquecido no tempo, como tantos que ja ocorreram por aqui. Lembro dos casos Ana fabiola, Jonny Breno, Maguila. Se formos pesquisar, ha muito mais.
    Muito triste

  • Crimes dessa natureza e com requintes de crueldade e sem nenhuma defesa tem fatores de encomenda. Não sei qual era as relações profissionais da profesora Carol, mas há mandantes por trás dessa tragédia.

    É um dever do Estado e das instituições de segurança pública que investiguem e cheguem aos assassinatos e aos prováveis mandantes dessa barbaridade.

    Deus os tenha em boas mãos e que conforte aos familiares e amigos dessa família.

    Justiça é o que toda a sociedade clama!!!

    • Concordo plenamente. Face a alguns relatos já feitos pela imprensa, os motivos podem ter sido vários, menos LATROCÍNIO!!!

  • Essa história de latrocinio foi só um pretexto para desviar a atenção da Polcia, com certeza deve ter um outro fator motivador para essa brutalidade, sou do Maranhão, mais conhecia a Carol Passos, seu esposo é meu professor, não é precisso ser vidente para perceber que ela deve ter feito algo que desagradou alguém muito má, espero que a justiça da terra seja feita e que tanto os possiveis mandantes como os executores sejam punidos exemplaramente, pois são verdadeiros demonios travestidos de seres humanos, peço a Deus que der força ao Porfessor pedro Rocha, esposo e pai, pois somente Deus é capaz de lhe sustetentar diante de tamanha pedra e dor.

  • Tragédia!Mas a PICC vai esclarecer, aliada a outros parceiros.O MP com certeza e todos os policiais desse estado querem saber quem é capaz de tamanha maldade. Matar mulher, criança e jovem é alarmante e de extrema barbaridade. Uma familia inteira foi eliminada, uma verdadeira chacina. Sou solidária a dor dos familiares e amigos. Rogo a Deus que receba esses espíritos na morada dos bem aventurados e que lhes proporcione a paz e o consolo espiritual. Aos familiares o fortalecimento da fé para seguir a vida.

  • Dificilmente foi latrocínio. As pessoas infelizmente estão perdendo o valor em relação ao próximo, estão se distanciando de Deus, acabam dando mais importância as coisas materiais.

  • Realmente muita coisa ainda deve ser esclarecida, mas, com certeza isso não foi latrocínio, que Deus ilumine as pessoas que irâo investigar o caso para que não seja mais um caso sem solução. E de fato é muito estranho ninguém ter escutado nada, sendo que era uma casa praticamente colada na outra, que a justiça seja feita…

    • É Sonia, , concordo com você, não parece latrocínio… porque pelo que vi na TV, o carro foi encontrado com varios equipamentos dentro…e deixaram o carro ali no araxá, próximo à residência… Mas nossa polícia sempre que quer, acaba descobrindo sim…
      Ainda mais que a POLITEC agora consegue apurar se foi a pessoa através do suor… os malacos que dirigiram o carro devem ter deixado o suor no volante e bancos, e quando forem pegos os suspeitos, tem maiores chances de provar se é ou nao

  • Estou estarrecida! não tenho palavras, Carol era natural de Florianópolis, veio com sua linda família p/ trabalhar e viver em nosso Estado, pessoa cheia de vida, batalhadora, jovem mãe, esposa, amiga e profissional de primeira linha. É dura e chocante essa perda!
    Me solidarizo com seus alunos e demais colegas da profissão do magistério superior. Oro p/ que a querida amiga encontre a paz que não encontrou em terras Tucujus. Sigua com Deus.

      • ei fernanda, acho q vc tem problema de entender as coisas.. quando o cara ai colocou entre aspas, era p dizer o contrário.. vc não estudo na escola sobre “ironia”???? se toca!

        • Marcão. O que aparece entre aspas, é o que foi dito por alguém, e não o que tem sentido contrário… Desculpa, mas para corrigir é preciso conhecer…

      • Jane, porque essa crítica ao cara.. é o que ele entende, percebeu de forma diferente… porque vc tem tanta certeza que não pode ter sido o que ele disse.. o que vc sabe sobre o caso com tanta certeza??? Se toca né!

  • Lamentável a que ponto chegamos. O que mais me intriga é que, ao que parece pelo estado das coisas dentro da casa, é que deve ter havido barulhos altos, gritos, etc. e ninguem viu nada! Será que Macapá também vai ingressar na era do medo de bandidos. É preocupante. Quando vejo policiais mascarados com capuz para esconder o rosto, logo penso, quem tem o dever de enfrentar o perigo está com medo, imagine o povo.

    • Adelmo, a primeira pergunta que me veio é igual a sua: com tanta coisa revirada, e por ter sido a facadas, como ninguém ouviu gritos, barulhos.
      De acordo com a reportagem, ocorreu a noite, quando a cidade é mais silenciosa e fica mais fácil ouvir o que se passa nos arredores. Fica a Interrogação né? Onde estavam os vizinhos?? será que são surdos??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *