• Então, pra que que estudar francez? se nois ja sabe portuguez.
    Isso é falta de zelo, compromisso e responsabilidade de quem contratou os serviços de construção das placas. Ou o dinheiro não deu?

    • O Portugês não é difícil… é Rico. Senão vejamos: É que a calça a gente bota e a bota a gente calça… Bfs.

  • Esse é o governo da mudança, começaram até amudar o dicionário, agora a palavra governador é sinônimo de ditador, e democracia e sinônimo de anarquia, Deus me livre dessa perpetuação maldita no amapá, que esse tempo passe logo.

  • Fica claro e notório os comentários por aqui postados: A oposição e a situação se degladiando.. e o povo se #$%%¨&&*(… É por isso que o Amapá se encontra nesta situação. Atenção pessoal!!! Vamos nos unir em prol de uma sociedade melhor?

    • Caro Luiz,

      concordo com vc. A maioria dos comentários demonstram falta de maturidade, respeito e inteligência de doutores em politicagem.

    • Sabia escrever e também divulgar, o Amapá ganhou o titulo do estado que teve mais escândalos de desvio de verbas, alias dinheiro esse que todos nos vamos ter que pagar

    • Figueira, é mesmo? Até vc fazer esse comentário eu pensava que eram as empresas contratadas que faziam as placas e não o governo. Agora entendi porque existem tantas ideias …

  • oi Alcinéa quantas vezes já te pedir para excluir meu nome e e-mail dessa caixinha do comente aqui, por gentileza faça isso pois não quero passar por vexames. Será que é tão difícil fazer essa exclusão? Pensei que ao comentar meu nome e e-mail não ficassem registrados nessa caixinha do seu blog onde todos tem acesso. Armando Rocha.

    • Por favor, diga em que “posts” tem seus comentários para que eu possa encontrá-los com facilidade e excluir.
      Não estou entendendo. Claro que o nome com o qual você assina o comentário tem que aparecer, mas seu e-mail fica visível só pra você.

  • Deixem de ser críticos,

    Ontem passei no local da placa e estava tudo corrigido, escrito assim: “Herrar é umano”…

  • Bom noite. Legal a alfabetização desse Governo da Mudança…( pausa para uma grande risada)hahahahaha. Pelo menos o pessoal que estava e o que poderia estar estudou. Vai aprender a escrever povo burro da verdadeira mudança!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Na mesma escola tinha a seguite placa: ” Ensina-se Português” e logo abaixo ” Vende-se Calvão” é vero.

  • Detalhe… a omissão por completo do brasão do ESTADO DO AMAPÁ! Penso que, o mais importante é a logomarca do “governo da mudança”.

  • Os estudos e títulos obtidos no exterior, inclusive os do Chile, para terem validade deverão ser revalidados no Brasil. Será que os dele foram?

  • Além dos erros gramaticais, a placa de identificação dessas obras, só mencionam o prazo de execução, omitindo o início da mesma. Portanto, sempre o prazo será o que estiver na placa. E o início dos trabalhos quando aconteceu? Sempre irão faltar o que estiver discriminado na placa. Pode!! Além de gestão ainda falta competência. Realmente esse é o governo da mudança…

  • É resultado da Harmonia II de Camilo, precisamos um Governador de Coraje para enfrentar essas forças que ainda continuan-se beneficiando do dinheiro público. Estoy triste porque não temos escolha.

    • Tipo assim: você digitou errado algumas palavras, mas foi um descuido no teclado né? Porque um sujo criticar o mau lavado é dose.

    • E isso ai! Esse erro se repara apenas trocando as duas letrinhas. Agora os erros do passado nao tem correcao. So mesmo a PAPUDA, IAPEN e outros lugares apropriados para certos infratores.

  • Tão certo qto exigir correção na língua portuguesa está exigir correção nos atos. Pelo menos um comentário, como todo o preconceito, é uma demonstração clara de burrice. O Chile é o melhor IDH da América Latina e também lidera o ranking de educação. Portanto, não seria demérito nenhum estudar no Chile. O mesmo vale para o Canadá. http://www.pnud.org.br/gerapdf.php?id01=798
    http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/internacional/2010/11/04/brasil-esta-abaixo-idh-medio-da-america-latina-diz-relatorio-da-onu.jhtm
    Os erros apontados são erro de escrita e falha de revisão que não devem ser admitidos, mas tem toda a cara da quadrilha que se instalou no AP durante os últimos 8 anos, desviando recursos da educação a rodo, derrubando escolas, fechando vagas e usando contratos administrativos para formar batalhões de cabos eleitorais. Com certeza o redator não se formou nesses 11 meses incompletos do atual governo. Cobre-se, mas com a mesma correção que se quer na escrita. Um debate rebaixado pode dar uma falsa ideia dos debatedores. Um debate rebaixado é favor aos menos qualificados. O AP já passou por isso durante os últimos anos, a maioria votou para melhorar.

    • Também não foi formado nas escolas do Amapá nos últimos oito anos ou ainda seria menor de idade.
      Não teria sido formado no governo Capi?
      Deixando de lado onde formou-se ou nao, concordo com você quando diz que estes erros não podem ser admitidos. O governo paga muito bem uma agência de publicidade que deveria prestar um trabalho de qualidade, escrevendo corretamente e fazendo cuidadosa revisão.

    • Assim. Para um assessor que ganha o dinheiro do povo do Amapá defender o Canadá e o Chile e espinhafrar o estado que lhe serve para sobreviver não é digamos assim um primor de defesa. Tão 40!!! (Alcinea por favor não mande esse escrito para a agência do publicitário … revisar).
      Obrigado.

    • “Facio
      Extremamente facio
      Pra você, eu e todo mundo cantar junto.”
      Nessas horas é que esse refrão do Jota Quest é muito utio.

  • E os apedeutas ainda ousam dizer para o povo fiscalizar o dinheiro público.
    Normalmente quem confecciona estas placas grafam o que recebem portanto, não condenemos quem as confeccionou. Vai ver que o cidadão que escreveu tais bizarrices deve estar inserido naqueles tais conhecimentos científicos dito outro dia por um cidadão no Repiquete, e que por não conseguir ingressar através de concurso no serviço público, se apadrinha com políticos e aí o resultado.

  • Alcinéa, muita vergonha também quando escreveram seu nome e sobrenome errados no Boletim do Jardim de Infância, não? Ou antigamente se escrevia daquele jeito mesmo?

    • Só não morri de vergonha porque tinha apenas 5 anos.
      Mas minha mãe se encarregou de mostrar o erro e reclamar.
      Já pensou se o boletim com esses erros fosse exposto em gigantescas placas e adesivados em carros? Vixi!!!

    • Errar grafia de nomes de pessoas é muito comum. Troca-se Néa por Néia, Souza por Sousa, Luiz por Luís, Gomes por Gomez. Na minha modesta opinião isso nem é erro, pois existem as várias grafias, difícil muitas vezes é saber se o Gomes de A é com “s” ou é como o Gomez de B com “z”. Corriqueiramente grafam meu nome com “s” e é com z. Nomes de pessoas não estão nos dicionários e não há regras estabelecidas.
      Já “Fácil” e “Cupom” estão nos dicionários e nas gramáticas.

      • Não seria prudente perguntar ou pesquisar antes? É pura falta de interesse associada à burrice. Quanto à placa, a maioria dos pintores não deve ter o ensino médio.

  • Égua pelo Valor da Obra, deveria-se pelo menos não atropelar a velha gramática. Vou enviar algumas “pérolas” e pasmem!!! Inclusive de Escolas do nosso estado. Quanto a essas placas, nenhum ALOPRADO notou???

  • Acho que já está na hora de voltar o CAP zona Sul e CAP zona Norte. Afinal, SUPERFÁCIL ficou tão difícil de se escrever.

    • Olá , meu amigo. Não tenho tido notícias suas, sinal de que estás bem. Esta semana, quando for a Macapá, passso na sua casa para lhe dar um abraço.

  • poxa e pra onde vão as casas que ajudavam crianças em situação de risco social….tem muita criança na rua …se prostituindo, se drogando, os pais ganham bolsa mas não educam seus filhos….ficam largados no mundo enquanto os pais enchem a cara….são o futuro…se continuar desse jeito que futuro ein…

    essa casa no passado…tinha muitas atividades para jovens aprederem alguma coisa de boa…me lembro q tinha artesanato, pintura etc.

    não vejo a necessidade de outro super fácil…é só mais um lugar para abrigar servidor…pq os orgãos já estão lotados..

    • Caro Gil,
      novos tempos, novas palavras.Fique “TRANQUILO”, sem trema ou sem trama.Será construído um super FACIO e nao um super fácil.Talvez seja um lugar muito “FACINANTE” para as nossas crianças.

    • Essas crianças não têm nem pai nem mão. Quem põe filhos no mundo para abandoná-los ou ir “encher a cara” não pode ser qualificado como pai ou mãe. E depois a sociedade põe a culpa na polícia pela incapacidade de conter a bandidagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *