Na luta pela liberdade de expressão e por eleições limpas

Jornalista, sociólogo e escritor Renivaldo Costa escreveu carta aberta de solidariedade à blogueira Alcilene Cavalcante, minha irmã e dona do Repiquete,  processada por um político candidato à reeleição (cujo nome não se pode mencionar sob pena de processo).
Alcilene postou em seu blog a foto de um cavalete de propaganda eleitoral do candidato que estava em local inadequado, atrapalhando o trânsito de veículos e pedestres e botando vidas em risco. O candidato, em vez de mandar retirar o cavalete, processou a blogueira alegando que a foto era uma montagem.
Esse candidato está querendo repetir o que Sarney fez em 2006 aqui no Amapá. Quando começou a cair nas pesquisas, Sarney moveu mais de cem processos contra jornalistas e blogueiros. Só contra mim foram mais de 20.

Eis a carta aberta de Renivaldo Costa:

“Pela presente carta aberta presto minha solidariedade a confreira Alcilene Cavalcante, que tem sido vítima de ataques inescrupulosos e pusilânimes de um certo político amapaense, a quem sequer podemos nos referir, sob pena de sermos vítimas de processos, como foi ela.

Considero que a legislação eleitoral em voga, conforme também entendimento de juristas renomados, é uma afronta às liberdades, à democracia e, principalmente, à Constituição Federal, incluive o Art, V, que diz ser “livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”.

O nosso alento é que cabe a nós, neste momento, determinar os rumos da política amapaense, através do instrumento mais poderoso que temos: o voto. Por isso, já decidi. Nele eu não voto!

Renivaldo Costa
Jornalista – Reg Prof. 018/04
Sociólogo – Reg. Prof. 079/10″

  • To contigo Renivaldo.
    Acho que esse candidato “NÃO SE PODE FALAR O NOME” vem colocando em risco a vida das pessoas, ao posicionar seus irresponsáveis cavaletes no passeio público. Consegue apenas demonstrar o profundo descaso que nutre pela população. São indignos de nosso votos. Se não nos respeitam agora imaginem depois de eleitos. Vão ficar só cuidando de seus negócios, vendendo apoio político, babando ovo, praticando nepotismo,falando besteira e envergonhando o povo desta terra.
    Muleke, que não vota em candidato que usa a propaganda eleitoral contra a população. Cadeirantes univos.

  • O que eu queria mesmo é uma renovada nesnte cenário político, pois nos faltam opções, mas vale ressaltar que todos que estão por aí disputando uma vaga já tiveram o poder nas mãos e nada fizeram. Nós queremos uma Amapá novo, chega das famílias nesse Estado.

  • Dá-lhe, Renivaldo. É isso mesmo, toda nossa solidariedade contra esse corja de políticos que querem ser uma unanimidade burra. Minha solidariedade a Alcilene.

  • A pressão é ENORME!!! No fim do ano Sarney sai da presidência do senado e, talvez, vá descansar um pouco. Olha a idade do homem e o que é uma eleição (ver tempos passados). Sem mandato o candito fica fragilizado. Os adversários políticos estarão de olho nos esbulhos: eleitoral e patrimonial…”Construir um patrimônio não é tão difícil. O pior é manter!!!”.

  • Alcilene, concordo plenamente com vocês, e serro fileira nestra trincheira, pois se tem alguém desprezível neste âmbito político, esse alguém tem nome, e desnecessário dizê-lo neste momento.

  • Alci, concordo com voce. Alguns politicos estao mesmo abusando.
    O que vc tem a dizer sobre a PESQUISA que pelo jeito foi COMPRADA e MANIPULADA !

    Adoro vc!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *