• É lamentável o que acontece no Brasil e hj também no Amapá, essa “insegurança jurídica” onde a lei é a mesma do Oiapoque ao Arroio Chuí, porém sua interpretação e aplicação feita de forma difenciada e o que é pior a fim de atender “interesses escusos”, prejudicando e desrespeitando a vontade máxima do povo!
    Se certos políticos tivessem o mínimo de vergonha na cara, dignidade e respeito ao povo de seu Estado, aceitaria a vontade da maioria em atitude de respeito e não iria choramingar aos pés dos coronéis remanescentes ainda neste Brasil.

  • O que ninguém esperava é que a lei valeria para esta eleiçao. A discussao é instigante do ponto de vista técnico. O novo ministro a assumir já se posicionou pela aplicabilidade da lei e se filia a corrente de que vale nesta eleiçao. Muito ruim para o Amapá e o casal. Em que pese qualquer armaçao que tenha acontecido o casal foi pego pela lei. Vejam a quantidade de politicos do Amapá apanhados pela ficha limpa: NOgueira, Ze Luiz, Rosemiro, Geovani, Capi, Janete, C. Jhone, Jorge Souza.. tem mais gente que nao lembro. Os que esperamos sejam enquadrados: Waldez, Marilia (que deverá perder o mandato antes do tempo), Pedro Paulo, Adauto, Julio Miranda. Dependendo do que pode ocorrer noutros processos: Joao Henrique, Bala, etc… Pessoal! Os caciques da política do Amapá, pela lei, é tudo sujo. PELOAMORDEDEUS!

  • ENQUANTO O SENADOR SARNEY ESTIVER COMO PRESIDENTE DO SENADO ELE DARÁ AS CARTAS E TERÁ FORÇA POLÍTICA PARA INTERFERIR EM OUTROS PODERES DA UNIÃO. O MINISTRO BARBOSA, FOI FELIZ QUANDO DISCUTIU COM O PRESIDENTE DO STF NA ÉPOCA GILMAR MENDES E, PROFERIU A SEGUINTE FRASE “SAIA DE SEU GABINETE, VÁ AS RUAS OUVIR O POVO “. PARA O BOM ENTENDEDOR, ELE QUIZ DIZER QUE PARA SE JULGAR UMA CAUSA DE REPERCUSÃO, TEM QUE IR NA ORÍGEM DA CAUSA (IN LOCO) E OUVIR O POVO PARA DEPOIS JULGAR. COMO DIZIA O HUMORISTA JUSTO VERÍSSIMO “O POVO É UM DETALHE, EU QUERO QUE ELE SE EXPLODA”. A LUTA DOS CAPIS É MUITO DIFICIL (DAVI CONTRA GOLIAS). ELE TEM QUE ARMAR COM ESTILINQUE E ACERTAR NO OLHO DO FURACÃO. SÓ ASSIM ELE VENCE ESSA BATALHA.

  • É muito triste! O povo elegeu Capi, o povo sabe o que é melhor para o nosso Estado, pois ele é a maior testemunha de tudo que passamos aqui. E uma Ministra ( 01 pessoa) decide colocar em baixo os sonhos dos amapaenses. É uma pena!!! é revoltante!!! é brincar com os amapaenses e nos chamar de idiotas. Mas DEUS é maior de todos. A justiça virá! assim como veio pro governo. Quem viver, verá!

  • Lei é pra ser cumprida!! Se foi clamor popular a Lei Ficha Limpa, então que se faça valer, Capi e Janete foram condenados por um colegiado de juizes, acusados por compra de votos, e pronto!!! JUSTIÇA SEJA FEITA!!! Então CAPIROTO aguente mais um tempo sem CARGO, e vamos parar de ser hipócritas a lei vale para todos.

    • Salve Bruno, tudo bem?!
      Lei é pra ser cumprida! Então, quem conhece lei sabe que ninguém pode ser condenado duas vezes pela mesmo crime (que todos sabem que não existiu, mas tudo bem), isso é cláusula pétria na Constituição Federal, nossa Lei Máxima, a Carta Magna como todos falam. Capi já cumpriu a obrigação legal. Isso que estão fazendo e vcs querem é ilegal como tudo que nós vimos esses últimos anos aqui no Amapá. Saudações.

      • Beneran disse tudo. E engolir essa “lei” não é fácil… pior ainda é engolir o senador tapetão por mais 8 anos… Chupemos essa manga!

      • Saudações Beneran,

        Se não pode mesmo ser condenado duas vezes então essa lei que foi aprovada (Ficha Limpa) é contra a lei?? Não é verdade? logo nem era pra ser aprovada, pois pra ser condenado no ficha limpa ele ja tem que ser condenado por um colegiado, a pergunta é meu amigo se é contra a lei porque a Lei Ficha Limpa foi aprovada? Ta um bagunça mesmo isso!!! Ainda tem o retroatividade da lei ficha limpa que foi um dos fortes temas da aprovação da lei nas esferas.

        • Sim Bruno,você acha essa lei corretíssima e justa,não é? E o que você tem a me falar sobre a noticia que saiu hoje no Bom Dia Brasil,que o Supremo liberou o Antoni Garotinho que o Brasil inteiro conhece sua extrema ficha suja??rsrsrsr…È brincadeira né meu amigo??nunca que eu defendo uma lei que que tem pesos e medidas desiguais,depende de quem é o caboco!!Àh vá!!

  • Expliquem para o Lucio Pereira , que talvez não fosse nascido à época ou demonstra um total desconhecimento da historia do Brasil, que o A.I.5 (1968) estabelecia a CASSAÇÃO dos direitos politicos de pessoas consideradas, digamos, “inimigas” da ditadura militar, portanto nao precisava ter “mandato eletivo” para sofrer uma cassação dos direitos politicos. Esclarecido sr. Lucio?

  • O João Capiberibe foi eleito para que cargo na época da ditadura militar? Essa é nova pra mim. Ou eu perdi essa cassação Alcinéa?

  • Nossa, que absurdo estão fazendo com o nosso senador Capiberibe, digo nosso, porque ele foi eleito pelo o povo do Amapa’, ele sim, merece esta vaga no senador, porque ganhou no voto. E ele merece, porque é um homem inteligente, e quero gente assim para me representar, enfim, representar o povo do Amapa’, que ja’ foi pisoteado nacionalmente. Força Capiberibe! Para Deus nada é impossivel! Fé em Deus! A Justiça dele é infalivel!

  • É como se um ladrão entrasse na casa da gente. O sentimento é de revolta e impotência. Pior é que todos sabem quem está por trás disso. Repito que não gosto nem de olhar para a cara dos amapaenses que foram ao Maranhão convidar o Sarna para vir para o Amapá. Esses tem que ser marcados pela história do Estado por terem prestado um desserviço ao seu povo. Força Capi.

  • Essa injustiça q fizeram com o Capiroto, vai ser resolvida no STF, vamos aguardar q os eleitores não vão perder seu voto.

  • Como bem disse o Beneran essas decisoes sao sim politicas, até por que eu achava muito estranho a ministra Carmen esta batendo tanto assim nessa cassaçao, entao percebi que quando se trata do PMDB, ela tenta de todas as formas amenizar para o partido , achei no Google ações que dizem o seguinte:
    Ministra Cármen Lúcia arquiva ação penal contra deputado federal de Sergipe Jackson Barreto (PMDB-SE Ele foi acusado de peculato e falsidade ideológica. O primeiro consiste, por exemplo, em apropriar-se o funcionário de dinheiro ou qualquer outro bem público ou particular; o segundo, fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita.
    Outra diz o seguinte:
    A ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), concedeu o registro de candidatura para Benício Tavares (PMDB), que concorreu nas eleições do dia 3 de outubro ao cargo de deputado distrital. O político teve seu registro negado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) com base na Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar 135/10) porque foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) por apropriação de dinheiro (apropriação indébita) da Associação dos Deficientes Físicos de Brasília.
    E possuem outras ações em que o PMDB sempre é amenizado pela ministra….é pessoal tem dedo de alguem nessa historia… e adivinhem de quem é!!!!

    • Eu também fiquei intrigado com a insistência da Ministra em manter o Capi fora do Senado e fiz uma busca em suas decisões e percebi claramente que na decisão em favor do Deputado Benício Tavares do Distrito Federal que tem semelhancia ao caso do Casal Capiberibe mas que a mesma decidiu de maneira diferente e o mais intrigante é que o Deputado pertence ao PMDB, mais intrigado estou ainda porque são varias decisões favoráveis a filiados do PMDB e varias decisões desfavoráveis a cidadãos ligados a outros partidos que até pode parecer coincidência os mesmo são oposição ao PMDB, diante de mera coincidência ou não, aproveitando que agora existe um Conselho de Justiça, que o Povo do Amapá faça um manifesto a tamanha coincidência dessas decisões favoráveis para uns e desfavoráveis para outros sendo que a causa julgada são iguais e deveriam ter a mesma sentença ou absolvição. Acho que não devemos ficar de braços cruzados se podemos pelo menos gritar aos quatros cantos que isso é julgamento com parcialidade e isso é ilegal. A Ministra precisa conhecer o Amapá e sua gente e perceber que aqui não estamos nada contente com o que Ela decidiu, sua decisão determinando a diplomação de Gilvan fere a nossa alma e bloqueia nossa vontade de escolha e que mais uma vez cai por terra as garantias da Democracia Constitucional.

  • Há muito que venho falando que as decisões dos ministros não são legais e sim políticas. O Capi tem que ser muito forte porque tirar dele essa conquista é muito doloroso, mas que tal se a defesa fizesse uma visita ao CNJ e colocasse em questão a decisão dos ministros. Seriam suspeitos? Força ao Capi. Deus é bem maior que tudo. Eu tenho fé.

  • É notório a decepção do Senador eleitor por voto Capiberibe perante a justiça eleitoral brasileira. A juíza Cármem Lúcia precisa visitar o Amapá e perceber que o Senador não eleito pelo voto Gilvan Borges não faz nada em prol do povo amapaense. Não existe consonância política forte do lado do Senador não eleito pelo povo Gilvan Borges com a população amapaense, pois estamos cansados de políticas para o pobre, o que queremos é educar o pobre e não adestralo. E adestrar é com o Senador não eleito pelo povo Gilvan Sabe fazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *