Não vale quanto pesa – Governo do Amapá paga R$ 13,50 por lata da leite de 400g

Uma lata de leite Camponesa, de 400g, custa em mercantil da zona sul de Macapá R$ 4,75; em outro mercantil, na zona norte, custa R$ 5,50. Em qualquer mercearia da cidade não custa mais que seis reais.
Mas quando o comprador é o Governo do Amapá, o preço vai para as cabeceiras.
É o que se pode ver no Portal Transparência.
Detalhamento de empenho publicado no Portal mostra que o gabinete do governador compra por R$ 324,60 a caixa de leite Camponesa  com 24 latas de 400g. Ou seja, cada lata sai por R$ 13,52, um valor muito acima do praticado em qualquer baiúca, mercearia, mercantil ou supermercado.
Confira:

leite

  • Estão gastando dinheiro com besteira ao invés de pagarem os estagiários da SEED que estão com os provimentos atrasados a 3 meses, para que o governador contrata estagiários se não tem condições de pagar agente. espero que divulgue esse informação para que pensa em pelo menos pagarem os estagiários da SEED.

  • Kkkkkkkk. Gentem, quem nunca ouviu falar em “LEITE DAS CRIANÇAS”? Pelo jeito quem achava que esse tipo de coisa tinha acabado, se enganou.

    • Até pode ser o Camponesa que tem valor energético de 92 kcal e todos os nutrientes do ninho levissimo que tem 90 kcal….

  • Quando o Camilo era deputado ele levantou a questão do macarrão, do biscoito e outros generos alimenticios comprados pelo governo do estado com superfaturamento, agora ele pratica os mesmos atos, comprando com preço superfaturado. Que vergonha.

  • Gostaria que estivesse no portal transparência os convênios e respectivos valores destinados a cada Caixa Escolar. É uma verdadeira caixa preta. Quando reclamamos e buscamos saber sobre esta parte financeira, incrivelmente a “chefia” fica aborrecida. Pode??? Transparencia já nos Caixas Escolares!

  • Provavelmente pode ter ocorrido algum erro no peso do produto, pode ser que a embalagem teria uma quantidade maior do que 400g. Mas uma coisa é certa, ninguém encontrou em mercantil algum leite camponesa de 400g em lata.

  • Será que valeu a pena sermos Estado? No tempo do “Território do Amapá”, não tínhamos políticos, não tínhamos corrupção, éramos tratados pelo Governo pelos governadores nomeados”pão-de-ló”

  • Sequelas da minha saudade

    Ai que saudade me dá, do meu amado Território Federal do Amapá.
    Os governadores eram nomeados, a verba era bem empregada, a cidade de Macapá era bem tratada
    Não existia: Sarney, os Borges, corrupção, os Góes, os Capiberibes, os pseudo políticos, o PMDB.
    Tinha: Manganês, Alcy Cavalcante, Pedro Silveira, Amazonas Tapajós, Bonfim Salgado, a Profa. Cati, Orivan Sussuarana, Bar Caboclo, Praia da Vacaria, Prainha da Fortaleza, Hotel Macapá, o Trapiche, o Largo de São José, o Ramiro da Carroça, a Casa Líbia, a Parisiense, a boate Merengue, a Sede do Trem, o Juventus, o Latitude Zero, o Frigorífico, o Biroba, o Vital, o Velho Dário, Pe. Caetano, o Prof. Benevides, a Profa. Ester Virgolino, as aulas do Munhoz, Dom Aristides Piróvano, o boticão do Dr. Silas, o motorista Calhambeque, o Falcão Nery, o Seu Vagalume, o Aracati, o Janary, o Amílcar Pereira, o General Ivanhoé, o Baião Caçula, o 91, a Rádio Equatorial, o Remanso, a Doca da Fortaleza, o Estaleiro, os barcos São Raimundo, São Francisco, a balsa Uaçá, a “poesia” do Cordeiro Gomes, o Hotel Santo Antonio, a Cheirosa, a Suerda, os comunistas, o Isnard, o Alcione, o xaréu Colégio Amapaense, o boneco de anil Escola Industrial, a piramutaba Escola Normal, a Guarda Territorial, o Tenente Charone … o necrotério, o cemitério … tinha você …

    • Quando será que nós eleitores brasileiros vamos cair na real e vermos que não adianta mudarmos a figura da pessoa no comando, sendo que a forma de governar sempre será a mesma? Desde de os tempos do Império, o superfaturamento é prática comum no nosso Rico País. Rico sim, pq até hoje suporta a roubalheira e ainda está firme e forte! Já houveram melhoras, sem dúvidas. Na época do Império as propinas giravam em torno de 17%. Nos dias de hoje, falam-se que chegam a 10%. Acredito que ainda veremos essa taxa chegar a zero!

  • Neste mesmo portal transparência o governo consumiu 25 ovos por dia em 2012. Agora eu entendi o porque da má gestão. É porque este governo anda pisando em ovos.

  • E a esperança de homens mais sérios só diminui quando o mandando inicia, mas na proxima eleição estamos denovo renovando…

  • Alcinéia, eu francamente tenho vergonha de ter votado nesse Governador!!! Se arrependimento matasse, não teria LEITE NINHO, CAMPONESA, ITAMBÉ que me salvasse… nem mesmo nesse preço exorbitante!!! Parabéns pela coragem de mexer nesse ninho de cobras e lagartos.

    • Retificando,…nesse camponesa de Cobras e lagartos muito bem alimentados com o leite pago pelo POVO. Se cortarmos o fornecimento creio que eles não irão se proliferar tão rápido…….

  • Tenho Comercio e Compro o Fardo de c/ 30 UN de 1kg de Açucar a R$ 47,80 (R$ 1,59) e a GEA compra a R$ 94,86 ( R$ 3,16) Nem eu vendo a este preço vendo a R$ 2,25 isso e um falta de respeito com o estado.

  • Engraçado: Não foi o gov quando deputado que denunciou a bolacha superfaturada de SEED? Eita, a vida prega tantas peças…num dia se é pedra, no outro…

  • Meus caros amigos, em minha pobre e humilde casa onde crio meus filhos só compro leite ninho, agora na casa do Sr. Governador entrar leite peidão?…..é de última!

    • O leite citado realmente não é o melhor do mercado, mas também não é o pior, depois do Ninho,que não compro por ser muito caro pro meu orçamento compro Camponesa em seche, porque em lata nunca emcontrei.

    • Vs se enganou! Não é leite peidão : é leite que pede e dão….simples assim….
      Leite peidão era o que bebíamos em nossas escolas públicas lá pelos idos dos anos 60/70. Para muitas crianças, de famílias com poucos recursos, como a minha, esse era o único que podíamos consumir porque era fornecido na merenda da escola…..

  • Fui em um mercantil próximo a minha casa e não vi leite em lata de 400g, eu disse: em LATA, por menos de 8.00 reais, o leite ninho por exemplo em LATA custa 12.69

  • Uma coisa ninguem pode reclamar, isso é transparencia, comprou caro e mostrou, ou é pura cara de pau mesmo.eu sempre digo, politico é tudo igual, nao me venham com papinho de nao sei quem e honesto. como dizia o frota “tudo farinha do mesmo saco”

  • Quero ver quando for da Pmm ??? será que também será publicado aqui querida?? pode até ser, mas não com tanta “imparcialidade”

    • É Mama pra PMM com certeza os preços também são nas alturas, só depende da maneira como as mercadorias são compradas, com superfaturamento ou não, se é fiado pra receber sabe-se lá quando ou à vista, no último caso dá até pra pedir desconto.

  • Acontece, que na maioria das vezes o empresario tem que ficar mendigando pra receber o que lhe é de direito pelo fornecimento de qualquer material ao governo. Ainda sim, o empresario passar no minimo 6 meses pra receber, então ele tem mil fornecedores pra pagar, alvara, energi, auguel… e seu dinheiro fica parado nos cofres do governo, então, tem que haver alguma compensação pela espera.

  • tem leite para todos os gosto. Leite do Capi, do Waldez, leite do camilo, leite do roberto e leite do clécio. Avisa ái qndo aparecer leite comprado pela pmm e vai ser a mesma coisa.

  • Por favor, alguém pode me responder? …Quem consome esse LEITE EM PÓ comprado pelo GABINETE? ….Enquanto isso, o POVO mal consegue comprar AÇAÍ (15,00) e FARINHA (8,00) para o almoço……

  • Leite??? HOOO… TETA esse GEA…
    E a harmonia continua…
    Só mudou os nomes… Pois o Endereço é o mesmo: FAB/Gal Rondon

    • Pois é Jbreno, tb já perguntei isso e ninguém me respondeu….Até porque desconheço essa prática de servir leite em Órgãos Públicos. Sei que é comum em Clínicas e Casas de Saude Particulares e Laboratórios de Análises Clinícas e, em muito deles, é de máquina. …..De praxe mesmo os Órgãos públicos servem café puro, em máquinas (auto-serviço) e água. Ninguém vai a um Gabinete tomar leite, nem mesmo os funcionários, que tomam o seu leite em casa, quando têm. antes de ir para o trabalho, como qualquer mortal………

  • Meu avô dizia que era melhor sustentar cavalo a pão-de-ló, quando o moleque era muito guloso. Eu digo que é melhor sustentar cavalo a pão-de-ló do que comprar leite para o governo do nosso estado.

  • Os apoiadores das campanhas têm que repor ( com juros e correção ) o que investiram. É assim desde Adão e Eva e será até o fim dos tempos. Ou se instaura a moralidade ou nos lucupletamos todos. Como a moralidade ainda não foi instaurada…

  • (…) #vergonha
    Temos que cobrar mais seriedade e HONESTIDADE por parte dos gestores públicos!! Se não cobrarmos e FISCALIZARMOS a gestão da coisa pública (…)
    Alcinea, parabéns pela iniciativa e coragem de publicar matérias como essa de superfaturamento!

  • Se o leite tá assim… Imaginem quanto deve sair a “Cesta Básica” da residência oficial!!
    Tem como conferir???

  • Sairia mais barato criar uma vaca no Palácio a pão-de-ló, do que comprar uma lata de leite a 14 reais!!! Brincadeira…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *