Sesa – Nota de esclarecimento

“A secretaria de Estado da Saúde (Sesa), vem por nota esclarecer, o pôster publicado no dia 18 de outubro em seu blog com o título “Boca no Trombone”, que trata de denúncia referente à contaminação da água do Hospital de Emergência (HE).
Ao ter conhecimento do fato, a secretaria de Estado da Saúde (Sesa) encaminhou para o Hospital de Emergência (HE) técnicos para apurarem o caso denunciado. Em relatório, foi informado que a água do HE não apresentava contaminação ou mesmo odor semelhante a fezes e a empresa que fornece alimentos no hospital vem usando a água do poço artesiano que abastece a referida unidade de saúde.

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa)”

  • E por acaso a água desse poço artesiano é tratada? Porque segundo a legislação RDC 216/2004 – ANVISA/MS, que regulamenta as boas práticas de fabricação para serviços de alimentação, é bem clara, que a água usada para a preparação dos alimentos deve ser potável, ou seja, tratada com cloro. Alô VISA e LACEN, vamos coletar e fazer uma análise microbiológica dessa água. É uma questão de saúde pública.

    • Apoiado. As especulações nada resolvem, exite lei regulamentadora e devem ser seguidas. Temos o LACEN para fazer parte técnica laboratorial. Análise Microbiológica e emissão de laudo público da potabilidade é o mínimo que um governo técnico faria. Estamos aguardando!

  • Não tem contaminação pra quem não trabalha lá, nem o café tomamos lá. Estão tentando descontaminar com ácido (soda) e eu já estou com as mãos queimadas. Este seria um caso de calamidade pública, mas quem tem o poder sempre consegue calar, dependemos deste emprego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *