O Furacão foi lá

Pedro Caio, Jairzinho, Mariléia e Claudionor

Pedro Caio, filho da jornalista Mariléia Maciel, é um privilegiado. Aniversariou ontem e entre os presentes que ganhou  um é inesquecível: o abraço do tricampeão mundial Jairzinho, o Furacão da Copa de 1970. Jairzinho passou o fim de semana em Macapá, a convite da torcida AmapáFogo. Ontem deu uma passadinha na casa da Mariléia para abraçar e parabenizar o Caio pelo seu niver.

  • Até que enfim a Marileia teve um momento de felicidade como torcedora, ao vestir a gloriosa camisa do Botafogo, campeão carioca de 2010 em cima da urubuzada. A dor de cotovelo de flamenguista é que houve a tentativa de criar uma torcida organizada no Amapá, mas já começaram errando pelo nome:ASTORFLA (Associação dos Torcedores do Flamengo), nome de torcida boiola.hehehehehehehe. Morram de inveja, urubus.hehehehehehehe. E vem mais botafoguense famoso.

  • Com Claudionor na foto acho que o jairzinho levou uma péssima imagem do Amapá.O Cara é feio praca.
    Muleke, quw foi lá comeu a feijoada e se mandou.

  • Caalma!!!Foi só por um dia que vez que vesti a camisa da solitária (a estrela) por conta do ofício.Continuo rubro-negra de coração e carteirinha!!Além do mais o Furacão é brasileiro, o cara é tetra-campeão defendendo o Brasil!Bjs vermelho e preto a todos!!

    • kkkkkkkkkkkkkkk … ..”Camisada da Solitária..” Benza Deus peqna !!! tás perdoada!! mas da gelada como castigo tu num escapa!!

  • Minha eterna vizinha !! Vô te contar, heim !!! Pod arrumar teus trapos de bun** e pede pra sair !! EX Rubro-Negra!! kkkkkkkkkkkk!!!

  • NOMES DE PESSOAS QUE NÃO PODEM SE CANDIDANTAR (em tese) A CARGO PÚBLICO NO AMAPÁ

    As contas foram consideradas reprovadas pelo TCU – Tribunal de Contas da União. Esses nomes estão contidos na lista que serão enviadas para os TER’s de todo o país.

    ACESSE O SITE:

    http://www.correiobraziliense.com.br

    PÁGINA: 43 a 55 (total: 543).
    SECRETARIA NO AMAPÁ: 183 RESPONSÁVEIS.

  • FICHAS SUJAS INELEGÍVEIS
    QUEM SÃO ELES?

    NOMES DE PESSOAS QUE NÃO PODEM SE CANDIDANTAR (em tese) A CARGO PÚBLICO NO AMAPÁ

    As contas foram consideradas reprovadas pelo TCU – Tribunal de Contas da União. Esses nomes estão contidos na lista que serão enviadas para os TER’s de todo o país.

    SAIBA MAIS DETALHES. VOCÊ VAI SE SURPREENDER. ACESSE O SITE:

    http://www.correiobraziliense.com.br

    VÁ À PÁGINA: 43 a 55 (total: 543).
    SECRETARIA NO AMAPÁ: 183 RESPONSÁVEIS.

    INELEGIBILIDADE: TCU lista 5 mil “fichas sujas” Tribunal de Contas da União encaminha ao TSE relação de pessoas que tiveram contas rejeitadas e, em tese, não poderão concorrer nas eleições deste ano

    Diego Abreu
    Publicação: 22/06/2010 07:00, Atualização: 22/06/2010 00:15

    Lewandowski frisou que caberá aos juízes eleitorais decidirem caso a caso.

    O Tribunal de Contas da União (TCU) divulgou ontem uma lista com o nome de 4.922 agentes públicos que tiveram suas contas rejeitadas nos últimos oito anos. No total, foram 7.854 condenações, decididas pelo TCU, que podem resultar na inelegibilidade dessas pessoas. Caberá à Justiça Eleitoral indeferir ou não os pedidos de registro de candidatura. O levantamento contém somente os recursos encaminhados pela União aos estados e municípios.

    Em solenidade realizada na noite de ontem, o presidente do TCU, Ubiratan Aguiar, entregou a relação dos “maus gestores” ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski. A entrega da lista ocorreu menos de uma semana depois que o TSE se pronunciou sobre a aplicabilidade da lei do Ficha Limpa, que veta a candidatura de cidadãos condenados por decisões colegiadas, definindo que até os condenados antes de a lei entrar em vigor, em 7 de junho, estão atingidos pela norma.

    Ricardo Lewandowski comprometeu-se a encaminhar a lista do TCU ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e aos presidentes dos 27 tribunais regionais eleitorais do país (TREs). Segundo ele, a inelegibilidade dos gestores será julgada caso a caso. “Queremos fazer prevalecer a moralidade pública e o princípio de probidade administrativa”, disse o ministro.

    Tradicionalmente, nos anos eleitorais, o TCU entrega ao TSE até 5 de julho a lista dos que tiveram as contas julgadas irregulares. Até essa data, os tribunais de contas dos estados também remetem listas aos TREs.

    Ubiratan Aguiar observou que todos os gestores que praticaram irregularidades insanáveis estarão sujeitos à inelegibilidade. Ele lembrou, porém, que serão os juízes eleitorais os responsáveis por analisar se aqueles cujos nomes aparecem na relação poderão ser candidatos nas eleições de outubro. “Quem decide sobre a elegibilidade ou não é a Justiça Eleitoral. A nossa parte se encerra aqui”, afirmou o presidente do TCU. “Quem decidirá o pedido de registro de candidatura são os juízes eleitorais”, emendou Lewandowski.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *