Operação Mãos Limpas

Em liberdade – Presos desde o dia 10, foram colocados em liberdade ontem à noite o governador Pedro Paulo Dias, ex-governador Waldez Góes, ex-secretário Adauto Bittencourt e o empresário Alexandre Gomes. Os quatro devem chegar hoje em Macapá.

Preventiva –  O presidente do Tribunal de Contas do Estado, José Júlio Miranda, e o secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública, Aldo Alves Ferreira continuam presos. O ministro João Otávio Noronha, do TSE, transformou em preventiva a prisão temporária deles. O prazo de prisão preventiva é de 30 dias.

Mais prisões – No finalzinho da tarde de ontem foram presos em Macapá o ex-secretário do Planejamento Armando Amaral e   o policial federal aposentado e  chefe do serviço de inteligência da Sejusp Jazildo Santos.  Os dois estão na carceragem da PF em Macapá e serão recambiados para Brasília às 9 horas deste domingo.
Além da prisão dos dois, a PF também cumpriu ontem vários mandados de busca e apreensão.

Ameaças – Uma testemunha procurou ontem a Polícia Federal para contar que estava sofrendo ameaças. Foi um depoimento bastante demorado. Ela chegou lá por volta das 17h. Quando saiu já era quase meia-noite.

  • Por favor me ajude gostaria de receber as respostas das seguintes perguntas?
    -Quem causou mais prejuízo à sociedade foi o “Governo da Intriga” ou o “Governo da Paz”?
    -Qual desses dois governos mais beneficiou os poderes?
    -Qual desses dois governos ocorreu mais escândalos?
    -Qual dos candidatos a governo está menos afetado pelos escândalos?

  • “O maior estímulo para se cometer faltas é a esperança da impunidade”.. Qe isso não aconteça por aqi, e qe acusados,provaveis culpados, sejam punidos devidamente!! O nosso Estado merece respeito! Será qe essas pessoas realmente acreditam qe todos são corruptíveis e qe a verdade nunca aparecerá??

  • Dinheiro da educação sendo desviado enquanto que as reformas das escolas estão paradas e o famoso mingau é o que circula na merenda escolar.Que vergonha.Deus disse não há nada escondido que não venha a tona.Que se investigue tudo e que seja devolvido o que deste estado foi tirado.AMÉM!

  • é preciso dar um grito de repúdio contra tudo isso e ficar de olho nos recursos que vem para o amapá. esses políticos já ganham tão bem, desviar dinheiro público é uma vergonha .Dignidade já ao povo do amapá

  • “Ontem sob a chuva torrencial, trovões e relâmpagos que caíram em Macapá.
    Pedro Paulo dizia que era a saudação ao governador!!
    Besteira… sorte dele foi que São Pedro estava ruim de pontaria, pois bem que ele tentou acertar um raio no…..de Pedro Paulo, quem sabe na próxima ele acerte!!

  • Mais uma de meu Amapá!
    “Perguntado ao Ilmº Sr. Presidente da Assembléia Legislativa, Deputado Jorge Amanajás: …Oq o Sr. fará com os corruptos de nosso Estado?
    Jorge: cadeia!
    Platéia: kkkkk
    Esse é o retrato de nosso Estado!
    É rir prá não chorar!

  • desculpe alcinéa, já encontrei o script que escrevi…
    abraços… e parabéns pelo seu ótimo trabalho juntamente para com a população amapaense!

  • Keila, me descupe, mas o seu comentário foi contraditório, começou fazendo uma defesa e terminou com a seguinte frase: “não adianta puxar pro lado de ninguèm”. Quero lhe dizer que em hipótese alguma devemos usar o que um governo fez ou fez para justificar sua desonestidade. Nossos governantes são eleitos para fazer só benefício à sociedade e não para ser desonesto. A honestidade ficou para o homem que tem caráter e vergonha na cara. Na civilização ocidental não existe meio termo, ou é honesto ou é ladrão, ou vai pro céu ou pro inferno e assim por diante. Eu moro na zona Norte, mais precisamente no bairro Novo Horizonte onde o governo Waldez asfaltou três meses antes de ser reeleito com dinheiro emprestado do BNDES ficando essa dívida para o próximo governo. E a pavimentação da rodovia Tancredo Neves que já se faz 6 anos e nunca termina? E como está o rombo da AMPREV que governo disconta nos contra-cheques dos servidores mas não repassa `AMPREV para efeito de aposentadoria? Na escola onde eu trabalho já mudou de diretor 4 x só no governo Waldez, e o pior é que a maioria não tem qualificação de gestão escolar. É essa educação que você quer para o Amapá? onde muitas escolas não tem água para matar a sede dos alunos, onde a merenda é simplesmente bolacha com suco ou nescau com bolacha? Nós amapaenses podemos sim reconhecer os benefícios de um governo, mas não devemos defender quando este usar de desonestidade. Você já imaginou como estaria o Amapa se não tivesse pessoas que defendem a honestidade mesmo sabendo que em todo governo existe corrupção?

  • Estes políticos conseguem HUMILHAR o povo Amapaense. E o Povo Amapaense consegui HUMILHAR a nossa gente humilde e perplexa.
    Aconselho a todos a HUMILHAR estes politicos envolvidos em falcatruas nas urnas.

    Vamos fazer uma corrente .

  • O que , os professores nao tem do que reclamar??? Fala sério Késia! Estou cansada de ter que fazer coleta para tudo na escola onde eu trabalho, da agua(porque os filtros sao podres, cuidado com a saude!), do cafezinho, do giz, do apagador, do material de limpeza, do papel e da tinta p imprimir a matriz do trabalho que sera tirado fotocopia. Também ja participei da coleta do papel higienico, senao terai que usar o papel do diario de classe! E ainda, guardar para o dinheirinho para comprar os livros atualizados para eu ler e atualizame sobre minha area de atuaçao! Fora o rombo na previdência que eu nao sei se terei aposentadoria! E mais, fora o salario de pouco mais de mil reais..é isso mesmo porque o que melhora o patamar salarial é a regencia de classe, nao esqueçamos que nossos salarios sao pouco mais de 1 reais e é isso que ficara na aposentadoria a regencia de classe NAO! E entao Késia, isto é ganhar bem???? As acusaçoes sao de desvio do dinheiro do fundo de incentivo ao magistério…essa grana poderia ser investida nas escolas e como o nome ja diz “na valorizaçao do magistério!”

    • Existe um recurso para isso, tanto federal, quanto estadual… vc como professora deve saber que existe pessoas que sabem onde aplicar esses recursos, mas entendo seu ponto de vista.

  • Os INOCENTES foram soltos e vão ser recebidos por aqueles que defendem seus cargos com faixas e gritos de vitória. Que coisa feia, infelizmente muitos estão preocupados apenas com a própria situação, esquecendo que o Amapá poderia estar bem lher se não fosse toda essa sujeira. Esses caras de pau vão continuar fazendo suas campanhas como se nada tivesse acontecido e os menos informados irão acreditar em tudo o que eles vão falar no horário eleitoral. Uma coisa eu garanto que a mim eles não vão enganar e vamos esperar o que vai acontecer após a PF entregar o resultado das investigações à justiça. Vamos sabar se realmente a justiça da Terra funciona e se não funcionar devemos condenar a nós mesmo.

  • Aqui no amapá se a ficha suja fosse valer realmente teriamos que ter novos candidatos a concorrerem aos cargos de governo, senado, entre outros, E TERIAMOS QUE REVER ATÉ A PRESIDENCIA DA REPUBLICA… com varios escandalos que teve no mandato do LULA, a sua companheira DILMA está liderando as pesquisas com quase 50% de aprovação dos eleitores. Então gente não tem jeito quem assume mete a mão nos cofres publicos. ou você seria honesto? quem não tem nenhum pecado que atire a primeira pedra. mas cuidado pra não acerta em si mesmo.

  • Os fatos vão acontecendo, sendo colocadas a público e a gente vai começando a entender o grande quebra-cabeças que quebrou o estado do amapá. Agora entendo porque faltava até papel higienico nos banheiros onde trabalho e as viaturas todas paradas por falta de combustível…por outro lado 62,5% de reajuste só pros delegados, aniversários luxuosos e outras coisitas mais…AGENTE VOTA!!!

  • O seu blog é o único meio de comunicação que trás as informações sobre a OPERAÇÃO MÃOS LIMPAS.

    Os jornais do Amapá são todos direcionados e desrespeitosos com a população do amapaense.

    A parte dos jornais em circulação aqui no estado que são imparciais é a parte dos CLASSIFICADOS E HORÓSPOCO que o resto é lixo.

    Esses caras que sairam hoje da PRISÃO devem ser recebidos com silêncio, e no dia 03 de outubro devem ser esquecidos nas urnas.

    Vamos honrar o Amapá!
    Vote com consciência e respeito por você!

  • Néa, estou me sentindo ferida e humilhada com tudo o que está ocorrendo no nosso Amapá. Precisamos dar um basta nisso. Vc viu a matéria do Estadão que a próxima parada é na AL? mais de mil fantasmas….

    Seria bom se a população brasileira, tuiteiros, blogstas, todos, deflagrassem um movimento de repúdio e exigisse da Justiça que nossos representantes, para se candidatarem, tivessem de ter curso de nível superior em áreas de humanas. É claro que isso não nos livraria de fraudes, roubos ou todo o tipo de barbárie aos cofres públicos e do insulto a nossa cidadania, mas já seria um primeiro passo em busca de mudanças.

    Veja bem, para assumirmos qualquer cargo ou emprego, se exige escolaridade, mas os caras que representam um estado, o país podem ser “analfabetos” que não importa. Este não é o Brasil que merecemos. Chega de Tiriricas, Zezés e popozudas (que realmente só têm bundas)tomando os rumos de nossas vidas.

    Basta.

  • É lamentável o que passamos… mas precisamos deixar de ser hipocritas ao puxar sardinha para o nosso lado… pensamos tb nas coisas boas que nosso estado recebeu… o trabalho podia ser melhor com toda certeza… mas andou… não vejo só coisas ruim, vejo o asfasto na zona norte, nas estradas, vejo a melhora nas sinalizaçãos das ruas, vejo a cidade mais limpa, vejo a cidade mas cara de cidade ao invés de interiorzinho, vejo melhor acesso aos orgãos públicos, a classe de professores não tem o que muito reclamar … ganham bem!!! vejo tb inumeros projetos que beneficiam a população … então pra que só falar o que tem de ruim.. é muito facil julgar e muito facil apontar… lembre-se enquanto vc aponta 1 dedo para alguém, tem 3 apontados pra vc… Deus julga todas as nossas causa, sabemos que a maioria se entrega ao dinheiro facil, e nem se dão conta que estarão diante do juiz maior, mas… daqui a pouco só sobrará o PSTU pra votar… e aí como fica, o seu lado da batata?… então não adianta puxar para o lado de niguém.

    • Mas enquanto o Juízo Final não chega (e olha que tá demorando!), os abutres políticos vivem na Terra como se estivessem no céu, às custas do nosso dinheiro.

  • Tem gente falando que em Sarney seria eleito em qualquer Estado do Brasil. Será? Quando saio do Amapá para outro Estado sirvo de chacota por causa dele.

  • Enquanto nos outros Estads corruptos sofrem tentativas de linchamento, aqui no Amapá os corruptos sao recebidos com festa, carreata e foguetorio, isso é o mais revoltantes. Tenhamos vergonha na cara meu povo, já que eles não têm, pq muitos ainda viram pedir nossos votos, e devemos botá-los pra correr.

  • hoje pela manhã passei enfrente a empresa de vigilância envolvida nesse escandalo e tinha muita, digo muita gente, pais de família atrás da definição de seus trabalhos e salários…
    vergonha não é nada perto desses trabalhadores que tem crianças, esposos e esposa para sustentar…
    como dizia o “poeta” ALÍPIO MARTINS em sua música(brega): VOCÊS VÃO VOTAR NELES?

    DESCULPEM TER REVIRADO O BAÚ, MAS AINDA É ATUAL…

    ALGUÉM CONCORDA?

    • Espero, utopicamente, que estes acontecimentos nos deêm clareza na escolha das urnas e mude o comportamento social. Temos que fiscalizar sempre! Não existe político bom sem ficalização. Nossa fiscalização é fundamental para uma sociedade mais digna, os roubos de hoje implicarão em qualidade ruim para todas as classes. Vamos abrir o olho e saber o que eles fazem no dia a dia.

  • Ah! Espero que amanhã tenha lanche na escola onde trabalho; que os funcionários do caixa escolar jé tenham recebido seus salários e estejam trabalhando; que…

    • Desperdício em obras era rotina no Amapá

      O inquérito da Polícia Federal sobre a Operação Mãos Limpas, que prendeu 18 pessoas no dia 10, mostra um emaranhado de números e nomes que apontam desvios de verbas públicas na ordem de centenas de milhões no Amapá. Os efeitos concretos na rotina dos amapaenses se revelam em escolas e hospitais sucateados, obras faraônicas inacabadas, falta de água potável, rede de esgoto quase inexistente e apagões de energia diários nos bairros pobres.

      Na Escola Estadual Maria Cavalcante Azevedo Picanço, na zona norte de Macapá, as gêmeas Ana Claudia e Ana Paula, de 12 anos, voltaram aos estudos esta semana tendo de assistir às aulas dividindo a cadeira com colegas. Na sala de 50 estudantes do 2º ano, elas contam que é normal estudantes terem de ficar de pé por causa de cadeiras quebradas. ‘Faltam também professores. As aulas de projeto a gente quase nunca tem’, conta Ana Paula.

      No lado sul e centro de Macapá, no Colégio Estadual Antônio Messias e no Colégio Amapaense, as aulas ocorrem dentro de salas que chegam a ferver a mais de 35 graus nas tardes quentes. ‘Os ventiladores estão quebrados e não tem climatizador. Ocorre de termos alunos e professores que chegam a desmaiar e são levados ao pronto-socorro’, diz uma professora do Antônio Messias que pediu para não ser identificada.

      Desde 2002 já houve 15 mudanças de diretores na escola, o que atrapalha a continuidade dos trabalhos. Como o posto é cargo de confiança, varia conforme o partido ou político que comanda a Educação. Ao longo de quase todo o ano passado, a maioria das escolas liberava os alunos mais cedo por falta de merenda.

      Desperdício. Em Macapá e arredores, pode-se esbarrar por todo lado em tipos diferentes de monumentos ao desperdício. São obras inacabadas como as do Hospital Metropolitano, antigo Hospital do Câncer, que começou a ser erguido em abril de 2000. Três anos depois da obra em andamento, com 70% do prédio concluído – três blocos de quatro andares, em 1.200 metros quadrados -, o então governador , Waldez Góes (PDT), preso na Operação Mãos Limpas, definiu que o projeto seria modificado e daria lugar a um Hospital das Clínicas. Nesta semana, a obra – com tapumes para evitar a invasão de sem-tetos – não tinha nenhum vigia para resguardá-la.

      ‘A decisão de não fazer o Hospital do Câncer foi absurda porque os pacientes com câncer precisam ser levados de avião para o Pará. Alguns são devolvidos porque o Amapá não paga ao Pará os custos do paciente. Em outros casos, o paciente amapaense acaba esquecido no Pará, recebendo R$ 140 mensais para se sustentar’, conta o promotor de Cidadania do Amapá Marcelo Moreira.

      Desde 2001, o promotor ajuizou cerca de 100 ações na área da saúde para pressionar o Estado a melhorar serviços, garantir remédios e instalar equipamentos em hospitais. Em uma delas, pediu providências e indenização para oito famílias que tiveram os filhos mortos no Hospital da Mulher Mãe Luzia por falta de equipamento e pessoal. O promotor também apontou que 62 mortes ocorreram no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital das Clínicas Alberto Lima em 2004 por causa da falta de equipamentos, leitos e remédios.

      Em Santana, na Grande Macapá, é mais fácil encontrar escolas e hospitais inacabados do que equipamentos públicos novos. Em março, a Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) denunciou que o Hospital Estadual de Santana havia deixado o corpo de um jovem morto em um necrotério em obras. Eram as estruturas do novo prédio planejado para ampliar o atendimento do hospital da cidade, com obras ainda inacabadas e abandonadas em meio ao matagal.

      Ainda em Santana, as aulas nas velhas classes de madeira da Escola Estadual Afonso Arinos, onde estudam quatro turmas de 120 alunos, vão continuar enquanto não acabar a reforma do prédio ao lado que caminha lentamente há mais de três anos. ‘Quando chove, a água entra e interrompemos as aulas’, afirma um professor da escola, identificado como Maclon.

      A alguns quilômetros dali, a arquitetura do prédio de uma escola que deveria ser imponente reflete planos ambiciosos que ficaram na intenção. A placa em frente ao prédio, tombada, anuncia o valor da obra: R$ 3.524.551,06. As aulas já deveriam ter começado. A falta de movimento no canteiro de obras mostrava ontem que a escola não estará pronta no próximo ano letivo.

  • Continuo acompanhando tudo, cheia de esperança de dias melhores para todos, não somente para os “privilegiados”. Justiça!

  • Sempre pensei que um arranhaceu fosse implodido por baixo,(salvo é claro as torres gemeas) tomara que as outras partes sejam fortes.

  • Só espero que não fuja a memória do povo o que aconteceu nestes últimos dias, pois, agora… os “ex-papuda” vão de fato começar sua Campanha.
    Fé no povo amapaense!

  • Misericórdia!!! Benza à Deus e a Nossa Senhora de Dadá!
    Será que mais pessoas irão para a “ilha da Fantasia”, ops, digo: Brasília. A temporada tá em alta quem se habilita. ééééégua.
    Passagem grátis. O avião fica logo ali. espia só. rs….

  • nada vai acontecer? continuam candidatos? eh brincadeira….mas nós podemos fazer sim, é mostrar nas urnas o que queremos para o Amapá…

  • Aqui na Superintendência Federal de Agricultura, as coisas acontecem como se nanda tivesse sucedido. Aliás, as coisas se tornaram piores, com intimidação por parte do grupo com DAS, para que seja mantida “a quadrilha” na direção do órgão.

    Eu que fui indiciado em comissão interna de sindicância por imprimir um artigo científico de 18 páginas, fui tratado aos berros ou acusado por inúmeras coisas (que não representam 1% do que “a quadrilha” faz na gestão da superintendência), tenho que retornar ao trabalho para assistir complacente a ação da quadrilha e passar o dia me defendendo das acusações que “a quadrilha” me faz, no sentido de forçar que eu me demita do trabalho. Ou então que me destempere e tenham um argumento para minha demissão, a exemplo do que fizeram comigo na Embrapa-AP.
    O gestor e seu auxiliar, após retornarem da prisão, tornaram-se piores ainda. Não é à toa que ouvimos dizer que prisão no Brasil é faculdade do crime, não recupera, apenas aperfeiçoa o bandido.
    Sob o manto da dissimulação, “a quadrilha” continua a expoliar a SFA-AP. Seu slogan é “Vá embora daqui, você está falando mal do Amapá”.
    Gostaria saber se os integrantes da quadrilha, após processarem O Popular, jornal de um estado modesto como Goiás, farão o mesmo a Folha e o Estadão.
    É simplesmente assombroso o que se fala do Amapá nestes jornais. E o pior é que andando pelo estado têm-se a impressão que é tudo verdade. Aliás, não precisamos nem sair de nosso recinto de trabalho para ter esta impressão.

    • A JANICE TEM RAZÃO, INDEPENDENTE DA SINDICÂNCIA QUE RESPONDE, AINDA DA UM ABOA GRANA POR DANOS MORAIS, COM PROVAS É CLARO.

    • Caro Márcio,
      Não desista. É isso que os desonestos querem que aconteça. Se as pesssoas de bem desistirem, eles “jogarão” sozinhos. Ao contrário, depois dessas grandes irregularidades é que devemos nos manter honestos, como forma de mostrarmos o contraponto. Se não fizermos isso, que modelo nossas crianças terão?

  • foto do governador depois de sair da prisão

    Governador do Amapá deixa a prisão na sede da Polícia Federal

    Edson Luiz

    Publicação: 18/09/2010 23:11 Atualização: 19/09/2010 01:33

    Depois de ser solto, Dias (C) se hospedou em hotel da Asa Sul
    O governador do Amapá, Pedro Paulo Dias, o ex-governador Waldez Goes e o presidente do Tribunal de Contas do estado, José Júlio Coelho, foram libertados na noite deste sábado (18/9) da sede da Polícia Federal de Brasília. Eles são acusados de fraudes em licitações e em contratações irregulares de serviços do Amapá.

    A soltura foi determinada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). O governador deixou a Superintendência da PF às 23h55, a bordo de um Linea cor de chumbo, com os vidros escuros. Em seguida, Dias se hospedou no Planalto Bittar Hotel, no Setor Hoteleiro Sul.

    Também neste sábado, o STJ decretou a prisão preventiva do secretário de Segurança Pública, Aldo Alves Ferreira, que já havia tido a prisão temporária aceita. A decisão foi tomada pelo ministro João Noronha. Aldo é delegado da PF e estava à disposição do governo do Amapá.

    A operação Mãos Limpas, da Polícia Federal, investiga um suposto esquema de desvio de recursos públicos no Amapá. Ao todo, 18 pessoas chegaram a ser presas na operação, mas 12 foram libertadas na semana passada.

    Colaborou Ronaldo de Oliveira

    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia182/2010/09/18/politica,i=213657/GOVERNADOR+DO+AMAPA+DEIXA+A+PRISAO+NA+SEDE+DA+POLICIA+FEDERAL.shtml

  • é uma pena eles ficarem soltos, por isso que não se pode confiar na justiça desse país, ja foi comprovado o desvio de quase 1 Bi, nossas crianças estão sem merenda, e o PP e o Waldez ainda tem a cara de pau de enviar cartas ao povo tentando dar uma de coitadinhos,se justificar….mais a resposta do povo vira, reparem….de será que veio um BI do PPDH? será que esse dinheiro existe? numca mais se falow nisso….porque?

  • Totalmente errada O STJ soltar os cabeças Pedro Paulo e Waldez, vcs iram ver o q vai acontecer aqui em MCP uma guerra só, o Povo q elegeu Sarney pra Senador vai acabar elegerndo essa corja.

  • Desculpe a minha ignorância…
    Para essa Operação Mãos Limpas, não caberia uma cassação com base na Ficha Limpa???
    Esclareçam por favor!!!

    • Por causa do devido processo legal,mas te asseguro, mais do que a cassacao legal, temos em nossas maos a cassacao legitima, que e nao votarmos neles.

    • Infelizmente não, pois para o ficha limpa ter aplicabilidade, os mesmos precisariam já ter sido julgados e condenados por um colegiado de juízes, o que não é o caso.

      • O Capi com a Janete são fichas sujas, pq ainda se encontram em campanha??? é mais uma prova que as leis criadas no Brasil não funcionam…

    • Ainda não, a lei só considera FICHA SUJA o individuo que é condenado por um orgão colegiado ou não recorrer se condenado por um juiz singular, ou seja, eles ainda não foram julgados. Ex. se X praticar um crime e for julgado e condenado por um juiz singular (decisão monocratica)aqui em Macapá, se não recorrer da sentença até o prazo entipulado, será ficha suja. Mas se ele recorrer ao tribunal de justiça (orgão colegiado)e este mantiver a sentença, X já é ficha suja, embora ele recorra até ao Supremo Tribunal Federal). O caso dos envolvidos na Operação Mãos Limpas é diferente pois os mesmos serão julgados diretamente pelo TRIBUNAL SUPERIOR DE JUSTIÇA-STJ. pois tem individuos com privilegio de fôro, neste caso, se condenados já serão FICHA SUJA.

    • a lei da ficha limpa só se aplica para quem já foi condenado por um colegiado, como é o caso Da Janete e do CAPI. espero ter ajudado vc a compreender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *