Os novos projetos de comunicação do MP

O Ministério Público do Amapá lançou  sexta-feira (26), novos projetos de comunicação com a proposta de interagir com o público interno da instituição e com a sociedade, para divulgar informações relacionadas ao trabalho institucional do MP-AP.

A procuradora-geral de Justiça do MP-AP, Ivana Cei, ressaltou que as novas ferramentas marcam as mudanças que a instituição vem passando. “Estes projetos são apenas o começo das propostas de comunicação institucional para os próximos anos. Com isso, queremos melhorar o acesso da sociedade e da imprensa às informações do Ministério Publico, e proporcionar aos membros e servidores da instituição maior visibilidade de seus trabalhos”, disse.

Dentre os produtos, estão o novo Portal da instituição, o jornal do MP-AP, programetes de rádio, com 1 minuto de duração, revistas da Promotoria do Meio Ambiente e das Unidades de Conservação e campanha de endomarketing e papelaria institucional padronizada.

O diretor do Departamento de Tecnologia da Informação, Rodinei Silva da Paixão, apresentou o novo portal,e falou sobre a dinâmica e interatividade da ferramenta, que disponibiliza noticias, galeria de fotos, link’s e outros serviços.

Jornal informativo, rádio e endomarketing. Estes são alguns dos novos produtos da comunicação do Ministério Público, apresentados pela assessora chefe, jornalista Tanha Silva (foto), que detalhou alguns pontos.

O informativo é a primeira publicação regular com as principais notícias do MP, e os programetes visam esclarecer as duvidas da população sobre o trabalho da instituição e dos promotores e procuradores. Já nossa campanha de endomarketing é direcionada para o público interno, para incentivar a utilização do email institucional, potencializando a troca de informações”, esclareceu a jornalista.

(Ascom/MPE)

  • vamos trabalhar gente, de verdade, esse negocio de portal e tudo firula, se o ministerio publico tivesse feito a lição de casa durante os ultimos 8 anos, quem sabe a situação de hoje fosse menos caotica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *