Para o Eraldo Trindade

“Onde não há poesia a vida pesa como chumbo”

(Manoel Bispo, professor, poeta, compositor, artista plástico e membro do Conselho Estadual de Cultura)

……………………….

Eraldo Trindade, candidato a candidato a deputado estadual, é secretário de meio ambiente deMacapá. Ao reformar a Praça Floriano Peixoto destruiu o “Caminho da Poesia”. Eram placas com trechos de poemas dos mais importantes poetas amapaenses, como Álvaro da Cunha, Aluízio Cunha, Arthur Nery Marinho, Ivo Torres, Cordeiro Gomes, Alcy Araújo, Herbert Emanuel, Carla Nobre, entre outros.

A Praça já era conhecida por “Praça da Poesia”, mas, parece que além de não gostar e não valorizar a literatura amapaense, Eraldo prefere a coisa ruim que foi Floriano Peixoto.

alcy4

  • achei legal essa homenagem a eraldo trindade, pois é uma pessoa de garra, fé e coragem… pessoas assim merecem ser parabenizada a todo momento…

  • ERALDO TRINDADE ALÉM DE SER TRABALHADOR,TER DOIS CURSOS SUPERIORES É FICHA LIMPA SEGUNDO A PROPRIA JUSTIÇA,PIOR É O CAPI QUE FOI CAÇADO PELA JUSTIÇA ELEITORAL POR COMPRA DE VOTO,E O JOÃO HENRIQUE QUE FOI PRESO PELA POLICIA FEDERAL. E AINDA TEM GENTE QUE APOIA,DEFENDE E VOTA NESSES CARA?

  • É triste vermos nossa cidade entregue nas mãos de pessoas que não tem amor a nossa cultura, políticos oportunitas que só pensam em lucrar em cima do que é nosso de direito, nos entregando qualquer merda pensando em uma futura reeleição.

  • Espero que o povo não esqueça dos ações incorretas, falta de caracter, enriquecimento ilicito. O PROTESTO TEM QUE SER NO VOTO.

  • Ele muito fraco intelectualmente, sua grande habilidade, não é em versar a nossa cultura e sim, apoiar-se numa corja de políticos oportunistas que ficam tirando proveito de tudo nesta cidade. Se depender de mim na política, ele não ganha nem para “miss caipira’. Também, fiquem de olho e não se espantem se um pedalinho daqueles custou uns 5.000,00 reais. kkkkkk

  • Fiz parte da inauguração da Praça da Poesia, junto ao Abeporá das Palavras(Carla Nobre, Mara Valdene, Benedita Dias, Amarilda, entre outros parceiros), o ex-prefeito João Henrique e vários poetas do Amapá e a presença especial de Rui do Carmo (Pará) e Eliakin Rufino (Roraima), versaram neste dia de festa na praça. Vê Manoel Bispo falar sua poesia, a empogação do Paulo Tarso, a vibração do Pastana e do Ricardo, você(Alcinéia) que nos cedeu trecho do poema do seu pai, sem falar no Fernando Canto, encantado… Tudo o que ocorreu foi Maravilhoso, porém esse cidadão Eraldo Trindade não bteve consideração com nada e enviou essa lembrança para o lixo, cadê a poesia secretário? A SENSIBILIDADE? Tristeza essa é a palavra…

  • Não se trata de gostar ou não,é que ele não valoriza($$$$$$$$$),oque não entende.A poesia dele são os pedalinhos,mais valorizados(custam o olho da cara),pq o povo que entende da mesma poesia($$$$$) que ele,gosta.E gosta muitcho……rsrsr

  • Se a Praça Floriano Peixoto, onde residi por muitos anos, estivesse localizada no Bairro do Laguinho, onde residi, também, por muitos anos, nada disso teria acontecido. Mas como ela está no Bairro do Trem… Paciência!!!

  • Ele nunca me comoveu com sua fala mansa, pois seu interesse é ganhar espaço para retornar à política, ficar mais rico e sugar nossas riquezas, e a cultura é uma delas. Nada poético seu Eraldo Trindade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *