PF apreende 2 mil botijões de gás

Operação Hidrocarboneto fecha estabelecimentos comerciais,
prende duas pessoas e apreende dois mil botijões de gás

Desde segunda-feira policiais federais e agentes da Agência Nacional de Petróleo estão dando batidas em postos de combustíveis e estabelecimentos que comercializam gás de cozinha. É a “Operação Hidrocarboneto”, que conta com 40 policiais federais e 12 agentes da ANP.
A Operação vai durar toda a semana. Até agora, em Macapá e Santana,  foram fiscalizados 55 estabelecimentos que comercializam gás de cozinha e 39 postos de combustíveis.

Dois  postos de combustíveis foram parcialmente interditados por apresentarem vício de quantidade na venda do produto. Vinte e sete  estabelecimentos comerciais foram interditados por estarem vendendo gás irregularmente. Destes, seis são revendedores legalmente cadastrados na ANP, mas não estavam atendendo aos padrões de segurança determinados pelo órgão. Dois estabelecimentos, dos seis revendedores, estavam fornecendo gás para pontos clandestinos na cidade.

Cada estabelecimento foi multado em cerca de R$ 50.000,00 (cinqüenta mil reais). Dois mil  botijões de gás foram apreendidos e duas pessoas foram presas em flagrante por estarem revendendo gás de cozinha para pontos não autorizados (clandestinos), em total desacordo com as normas legais, cuja pena é de um a cinco anos de detenção, conforme lei que define crimes contra a ordem econômica e cria o Sistema de Estoques de Combustíveis (Lei 8.176/91). Encaminhadas à Polícia Federal, foram soltas após o pagamento da fiança, arbitrada em R$ 5.000,00, e responderão ao processo em liberdade.

  • Outro dia me senti no tunel do tempo a uns 17 ou 20 anos atraz o carro do gas passando com aqle bom e velho sino anunciando “olha a t…gas” massa rsrsrs, no entanto quando acaba o gás e bom pedir logo o almoço em um restaurante e esquecer pq a demora na entrega e demas a cidade n tem extrutura adequada de forncimento, axo que foi feita de maneira a retirada do gás das mercearias, o correto era ter feito um trabalho de modo que preparace o mercado para a população não ser penalizada com a falta do produto, mas tudo bem quem tem grana n quer nem saber, pq geralmente tem 2 ou 3 botihões em ksa mesmo, o povo que se dane…

    • Gente!!! é preciso olhar para frente. Enquanto existir tanta magoa e inveja dos Goes, vcs não sairão desse mundinho mediocre. Eles já não estão sendo punidos? então!!!! vão viver a vida de voces.

      • Mana veia, malharam o Capiroto oito anos, mas como jaz o ditado: com o diabo ninguem pode…. Deixa eu malhar os gois mais um pouquinho? (Vumbora medir os mundinhos? Pode ser lá Ex-pó-feira, jaz que Nos sofre mas nos goes-za!!!)

  • Que maravilha… depois da “prisao” dos botijoes de Gas, os carotes de gasolina que se cuidem… Que perigo! So mesmo “nossos herois” para nos tirarem dessa… Parabéns, Meninos de Ouro!

  • meu bairro brasil novo proximo do mercantil amapá tem um deposito de gas quando eu compro gas eu ligo o botijao começa a fede a casa sera se esse botijao e falso

  • meu bairro tem um deposito de gas quando eu compro gas eu ligo começa a fede a casa sera se esse botijao e falso

  • É preocupante a situação, é triste saber que ainda tem empresário que coloca em risco a segurança de vida. Armazenamento de gás é coisa muito séria, tem de haver ações intensivas de fiscalização, além de crime e um desrespeito com a segurança do próximo. Eu infelizmente já tive de viver a perda de um colega de colégio em 1994, ele morava ao lado de uma mercearia que explodiu matando 17 pessoas. Era um ponto de revenda de gás.

    Alcinéa, sabes informar quais foram os postos de que interditaram? Acho bacana divulgar para que nós como consumidores possamos pelo menos ter o direito de nunca mais abastecer neles.

    A melhor arma do consumidor é a informação. Em um caso assim, minha postura é nunca mais abastecer mesmo depois de liberado.
    Só assim evitamos que outros empresários tenham a idéia brilhante de nos furtar.

  • E ai! quem paga esse prejuizo que o consumidor teve! reclamar pra quem! pra Deus! cadê o PROCON, IPEM, nunca verificaram
    isso! faz me rir.

  • É incrivel como nos expomos ao perigo! A população não sabe (pois não tem a onrigação de saber) que a qualidade do produto que adquire está abaixo do correto. Entretanto, seria de se perguntar: onde esse produto é engarrafado? Quem fiscaliza? O que o povo pode fazer?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *