PJ continua deputado

Ocivaldo Gato, o Gatinho, já estava com o paletó engomado para assumir nesta sexta-feira a cadeira de deputado estadual ocupada por Paulo José.
Mas teve que guardar o paletó, pois o desembargador Luiz Carlos Gomes dos Santos concedeu liminar ao PJ, que continua deputado. Assim, a posse de gatinho foi suspensa.
Gatinho foi eleito, mas foi enquadrado na lei da Ficha Limpa e perdeu o registro de candidatura. Com a decisão do STF  que a Lei da Ficha Limpa só começará a vigorar na próxima eleição, Gatinho recorreu e quando preparava a festa da posse foi barrado pela liminar.

  • Foi um absurdo o que aconteceu, deputado gatinho você sera empossado o mais rapido possivel, este sera um de nossos pedidos em nossas orações.

  • É por essa e tantas outras que o judiciário quer esvaziar as atribuições do Conselho Nacional de Justiça – CNJ. Parabéns Min. Eliana Calmon. O Conselhão precisa ser fortalecido para investigar decisões controvertidas. Investigar e punir também aqueles que se escondem por baixo da toga.

  • Acho que no momento da diplomação de Ocivaldo Gato ou Gatinho, ouvir o presidente do TRE Ap Desembargador Edinardo diplomar tambem o Paulo José como 1º suplente da coligação explicando que tornava sem efeito a sua diplomação anterior…então como é que pode ele ainda exercer sua atividade legislativa visto que em 14 de setembro o TRE confirmava que a partir daquele momento o deputado de fato era gatinho e PJ suplente…agora eu pergunto para o ministério público…será q eles irão fiscalizar se ele continua recebendo salário como parlamentar e tambem aquela PEQUENA ajuda de custo.$$$$

  • Quiometarapia pra matar uma dor um simples dor de cabeça, claro que essa liminar é descabida a luz do que o STF decidiu, batido o martelo. O Gatinho, não tão gatinho assim, vai assumir mais cedo ou mais. Se eu fosse PJ pediria logo pra sair, pois o que foi decidido na ultima esfera da justiça brasileira não volta. O mesmo digo para senhor Gilvam.

  • Rola muito interesse e muita grana por baixo dos panos, tenham certeza disso. nao e so briga pelo poder e sim pelo dinheiro,

  • Se o motivo foi porque o PJ está fazendo um trabalho de relações internacionais, esse trabalho é dá A.L. e não do Deputado.

    Exemplo: Se o PJ morrer amanhã, todo o trabalho que ele fez para a A.L. vai morrer junto com ele?

    mesmo porque na condição de agente publico, eleito pelo povo, qualquer trabalho desenvolvido por ele em prol da coletividade, tem carater INSTITUCIONAL e não PESSOAL. Podendo ser continuado por qualquer Deputado.

  • Bom dia a todos.

    Seria de grande valia se nos eleitores que votamos no deputado GATINHO soubessemos o porque que o Desembargador Luiz Carlos ainda quer o Paulo José como DEPUTADO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *