Primeira greve no governo Camilo

Servidores da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa) deflagraram greve hoje.
Eles reivindicam o pagamento dos seus salários referente ao mês de janeiro.
O presidente da Caesa, Ruy Smith, disse que há muito tempo não via os servidores em greve, “nem mesmo nos últimos oito anos de desmantelamento da empresa”.

  • Mas isto eu ja falei aqui. Este Jorge Luiz Giacom o nao tem o que fazer. É de outro Estado e nao tem o que fazer na vida a nao ser escrever besteiras nos blog. Adoro fazer polemica. NAO TEM O QUE FAZER!!!!

  • Olha o governo CAPI aí gente, começando a amargar!!!essa é a forma deles de governar, já tô ouvido gente chorando em pleno início de gov. sem falar na ditadura q se transformou a secretária de educação..

  • Greve… Kkk, a CAESA faz greve de água a vida inteira, essa eu conheço. Agora, tem um fundo estranho na origem de deflagrar uma greve em começo de nova gestão… hum hum. Cheirando a oposição política.

    • Oposição política??? Faltou foi o $ na conta meu amigo!! As contas chegam todo mês. Ser “situação” é mesmo engraçado, tenta justificar tudo.

      • É questão de visão, respeito a sua. Agora, a situação só ficou assim devido a quem era “situação” antes de 2011.

  • concordo com o Zema, e tem mais; há uma possível lista que vão apresentar(SINDICATO) ao RUI, que vai de indicações: CONSAD, 2 DIRETORIAS(DIROP, DIRETORIA ADMINISTRATIVA), E OUTORS CARGOS MENORES. NO TEMPO DO WALDEZ, ELES MANTINHAM A HARMONIA, ERA SÓ QUERER QUE ALGUM SERVIDOR EXERCECE AS SUAS ATIVIDADES; ESSES SERVIDORES CORRIAM AO SINDICATO ALEGANDO PERSEGUIÇÃO, E TINHAM ENTRADA COM O MONTERROZO. O ATUAL SINDICATO ESTÁ DEFENDENDO A UM GRUPO QUE QUEREM CONTINUAR NAS CHEFIAS DESDE O TEMPO DO GOVERNO ANTERIOR

  • Jamais duvidei ou duvidaria da capacidade técnica do Engenheiro e ex-deputado Ruy Smith, um homem probo que dedicou sua vida na construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Embora reconheça suas qualidades, mas foi no mínimo injusta sua declaração como Diretor-Presidente da CAESA quanto à greve deflagrada pelos trabalhadores da estatal, agiu de maneira criminosa quando insinua que “há muito tempo não via os servidores em greve, nem mesmo nos últimos oito anos de desmantelamento da empresa”, como se os trabalhadores tivessem responsabilidades com o quadro critico da companhia. Deputado Ruy o Senhor deveria compreender as dificuldades dos trabalhadores, que há muito tempo não tem aumento real dos seus proventos, ainda mais, quando tem seus salários atrasados por incompetência dos gestores que lhe antecederam, sugiro a Vossa Excelência que procure compreender as dificuldades dos trabalhadores e juntos encontre uma solução capaz de garantir o mínimo possível de condições de trabalho, sendo assim desejo-lhe sucesso nessa mais nova responsabilidade assumida com a sociedade amapaense.
    Rizonilson Barros,
    Presidente do SINTAXI / CTB

  • É claro que os trabalhadores tem direito em receber, mas quem são esses trabalhadores? Por que eles se calaram esses 8 anos? Tenho certeza que o Ruy em apenas 11 dias de CAESA vai tentar resolver esse problema, mas temos que dar um tempinho né pessoal? rsrsr. Mas que tal diminuir o salário de seus diretores e assessores… não só na CAESA mas na CEA também.

  • Meus amigos, existem trabalhadores e “trabalhadores”. E na CAESA não é diferente. Lá, vigilante do quadro de funcionários, não vigia nada. Ganha um polpudo salário, uma conquista dos urbanitários. E a empresa tem que contratrar uma tececeirizada para para fazer o serviço, senão a vaca vai pro brejo. Leiturista não lê nada. Parte dos funcionários estão em gabinetes de deputados e outras autoridades mais bravas. E aí daquele que tentar mexer.
    O presidente e o governador tem que se vestir de macho ou o sindicato toma a força da administração. Querem dinheiro no bolso e impunidade.

  • A greve é justa e legítima de uma categoria que se acha prejudicada. Tenho certeza que aqueles trabalhadores apoiaram em massa o sr. Camilo Capiberibe na sua eleição para prefeito, pois aquele sindicato é, historicamente,vinculado ao PT. Toda e qualquer comparação com os 7 anos do governo aloprado do sr. Waldez é criancice e desculpa para não encarar as demandas dos trabalhadores. Os trabalhadores não podem pagar a conta dos desmandos cometidos no Amapá pela quadrilha do sr. Waldez e do sr. Preso Paulo.

    O diálogo e a negociação tem de existir para que os serviços da CAESA não sofrerem solução de continuidade e a população serem afetadas nos seus serviços básicos. Governar é também saber enfrentar os percalços do dia-a-dia e saber conviver com os movimentos contrários para aonde o vento sopra.

    Juízo sr. Camilo Capiberibe e sr. Rui Smith e parem de culpar o povo e os trabalhadores pela grave crise que afeta o Amapá.

    • o jorge luiz, fica na tua, voce nem mora aqui no amapa, coloquem nome deste senhor no google e verão que o negocio dele e ficar polemizando em muitos blogs.

    • E ainda tem $ pra mega reforma na residência governamental!! Por fora só parece uma mãozinha de tinta, mas por dentro, paredes a baixo e novos armários entrando!! teve licitação pra essa reforma??

      • Se teve licitação, espero que não seja nos moldes Governo Goés. O problema é a dor de um cargo? Você saiu disparando comentários. Te conforma o Governador é outro, se vai dar certo o tempo responde. Querem milagres que nenhum Governador faria com a situação caótica nas contas do GEA. Tantas licitações fraudulentas, “megafaturadas” e pouca conclusão de obras, ainda questionas o que? Justifica o que? Desculpe, mas seu discurso opositor é medíocre. Ah! Não to defendendo o Camilo, tô defendendo o bom senso. A casa é a moradia oficial, patrimônio público. O conforto e status de Governador é injusto por sí num país que é tão desigual socialmente. Mas é assim questão de convenções e protocolos. Calma Joana, tudo vai passar e o tempo pode fazer eu mudar minha visão, ou você a sua. Política é jogo de risco, nós eleitores apostamos. Forte abraço.

  • Num órgão capenga desses, não sei como o povo ainda consegue organizar uma greve. Espero que haja bom senso pelo menos por parte do Governo em saber contornar essa crise, já que não houve por parte dos manifestantes. E que o povo se conscientize de que tem parcela na culpa, já que há 20 anos permanecem omissos às questões do serviço público no Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *