Projeto Pixinguinha

Mistura de ritmos e influências hoje no Teatro das Bacabeiras

pixinguinha1O Amapá começa a receber os artistas que irão participar do Projeto Pixinguinha (Funarte), que este ano vai lançar dois CDs de artistas amapaenses. Patrícia Bastos lança “Eu Sou Caboca” e Joãozinho Gomes e Enrico Di Miceli “Amazônica Elegância”. Os dois trabalhos trazem composições de Joãozinho, Enrico e de outros compositores brasileiros.

A música no Amapá passa por um rico momento de crescimento com a consolidação de parcerias com músicos de várias regiões do Brasil. Alguns deles já estão em Macapá. Uma das características marcantes dos CDs é a marcação constante de ritmos amazônicos, como batuque, marabaixo e lundu com arranjos requintados. Tudo isso aliado às poesias que transformam o regionalismo em linguagem universal.

O grupo gaúcho Voz, Nilson Chaves, do Pará, os paulistanos Celso Viáfora e Dante Ozzetti e a carioca Leci Brandão fizeram ontem o último ensaio com a banda base que mistura músicos amapaenses com artistas consagrados  do Pará. O percussionista amapaense Nena Silva, mestre em caixas de marabaixo e tambores de batuque e Paulinho Bastos irão mesclar seus talentos com o Trio Manari, grupo paraense que percorre o Brasil e o mundo mostrando sua arte com tambores e outros instrumentos de percussão. Os shows têm direção artística de Nilson Chaves.

Os profissionais dos metais Pires e Eliseu, do Amapá, recebem um reforço também do Pará, Esdras de Souza, que toca vários instrumentos de sopro. O diretor musical também veio do Pará, Adalbert Carneiro, que vai somar nas cordas (contrabaixo) com Alan Gomes e Fabinho, aqui da terra. Os teclados ficam por conta de Edgar Matos, de Belém.

Os artistas convidados sobem ao palco para interpretar músicas em parceria com Patrícia Bastos, Enrico e Joãozinho e também cantam músicas de seus trabalhos independentes. O show em Macapá  é hoje, quinta-feira, 3, no Teatro das Bacabeiras e no sábado, 5, às margens do rio Araguari, no município de Ferreira Gomes, a uma hora e meia da capital.

(Mariléia Maciel e Márcia Corrêa , da Assessoria de Comunicação – Bacabeira Produções)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *