Que fizeram com teu nome, Mãe Luzia?

Assistindo a matéria do Fantástico sobre a Maternidade Mãe Luzia, onde a cada dois dias um bebê morre, olhei para este foto e com os olhos marejados e o coração apertado perguntei:
– Mãe, o que fizeram com teu nome?
Mãe Luzia, mesmo sem nunca ter sentado num banco de escola, foi considerada “o primeiro doutor da região”. Era a parteira mais famosa destas paragens. Não se tem notícia de que algum bebê que ela tenha “aparado” e cuidado tenha morrido.
Cuidava das grávidas com rezas e  ervas e dava-lhes amor e segurança como uma mãe dá para uma filha. A qualquer hora do dia largava a bacia de roupa para fazer um parto. A qualquer hora que fosse chamada à noite levantava e corria para “aparar” mais uma criança, para mostrar-lhe o mundo pela primeira vez.
Seu trabalho não terminava com o parto. Ela cuidava da criança e da mãe por vários dias, fazendo visitas diárias, dando-lhes banhos, fazendo curativos e rezas.
Pelas mãos abençoadas de Mãe Luzia inúmeros bebês vieram ao mundo.
Mãe Luzia que cuidou, tratou, curou inúmeras crianças, está na poesia dos poetas amapaenses, no altar do nosso samba, no carnaval como enredo de Maracatu da Favela e num magistral samba de Alcy Araújo e Nonato Leal,   hoje tem seu nome estampado na fachada de um prédio de extermínio de bebês.

Ah, Mãe Luzia, se os governantes tucujus tivessem um tantinho do amor que tu tinhas pelos teus semelhantes, os cemitérios não estariam cheios de túmulos de pequeninos e muitas mães não estariam sofrendo essa dor tamanha, que parece que nunca acaba, que nunca alivia.

Mãe Luzia
Álvaro da Cunha

Velha, enrugada, cabelos d’algodão,
fim de existência atribulada, cuja
apoteose é um rol de roupa suja
e a aspereza das barras de sabão.

Mãe Luzia! Mãe Preta! Um coração
que através dos milagres de ternura
da mais rudimentar puericultura
foi o primeiro doutor da região.

Quantas vezes, à luz da lamparina,
na pobreza do catre ou da esteira,
os braços rebentando de canseira
Mãe Luzia era toda a medicina.

Na quietude humílima do rosto
sulcado de veredas tortuosas,
há um clamor profundo de desgosto
e o silêncio das vidas dolorosas.

Oh, brônzea estátua da maternidade:
ao te encontrar curvada e seminua,
vejo o folclore antigo da cidade
na paisagem ancestral da minha rua.

  • Pingback: Notícias Daqui | A Hora da Verdade por Walter Junior

  • Lamantável ouvir um radialista como o Eraldo Trindade tentar justitificar as mortes na maternidade.Acho que ele pensa que o povo amapaense nao tem a minima capacidade de análise critica sobre o que verdadeiramente está acontecendo com a saúde no Amapá.

  • o QUE MAIS DESMORALIZA NOSSOS ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO LOCAL É QUE EM SEUS NOTICIÁRIOS DE RÁDIOS, TVS E JORNAIS NADA É INFORMADO. É PRECISO A GLOBO VIR DO SUDESTE PARA INVESTIGAR. QUE TRISTEZA!

    • Ainda a pouco, a apologia do poder e a justificação para tal genicídio feita pelo Eraldo Trindade foi chocante. Atribuiu responsabilidade para todo mundo, menos para o Governo do Harmonia. Esse comportamento reflete a subserviência de grande parte da imprensa amapaense e o grau de comprometimento na manutenção do status quo político local.

  • PRISÃO PERPETUA JÁ!

    Depois da vergonha mostrada ontem (domingo, 02.05.2010), no FANTÁSTICO, a respeito do descaso com bebês mortos na MATERNIDADE “MÃE LUZIA”, no Amapá, confirma a incopetência da gestão de WG (PDT-AP) e a sua turma, que deixaram os cofres públicos comprometidos para sustentar a administração pública amapaense. Fatos que a IMPRENSA CORRUPTA DO AMAPÁ, com exceção de alguns “flash”, não mostra.

    Não adiantou, a imprensa nacional e internacional tomou conhecimento do crime, que gestosres públicos cometem no Estado do Amapá. E agora?

    Colegas blogueiros, indignado com o que vi ontem (domingo, 02.05.2010, no Fantástico), peço, em público, a prisão de WG (PDT-AP) e toda a sua turma.

    Ah! Esse pedido vale tambem para o atual governador do Amapá, Pedro Paulo (PP-AP), porque era secretário de saúde durante essas mortes, e nada fez para reverter o caso.

    Prisão perpétua tambem à IMPRENSA JABAZEIRA DO AMAPÁ, que tambem é culpada pelo ocorrido. É uma imprensa corrupta e vergonhosa. E ainda tem “jornalista” por aí batendo no peito e dizendo “sou jornaista”. Meu caro, isso não é jornalismo nem aqui e nem na baixa da égua. Muitos jornalistas amamapaenses não merecem respeito e credibilidade, são corruptos…

    Portanto, prisão perpetua para esses canálhas, que estão matando crianças na maternidade “Mãe Luzia”, no Amapá.

    Coitada da memória da Mãe Luzia, negra parteira, descendente de escravos, além do preconceito de cor e racismo, agora teve o seu nome jogado na lata do lixo. Isto é resultado de gestões desastrosas na TERRA DO NUNCA. “… Esse é o jeito de ser do povo daqui!”.

    P.S.: Prestem a atenção: muios desses políticos omissos são candidatos a cargos públicos. WALDEZ GÓES (PDT-AP) é candidato a senador pelo Amapá; a sua mulher, Marília Góes (PDT-AP), é candidata a Deputada Estadual; Papalé Paes (PSDB-AP), médico, é candidato a reeleição ao senado; Bala Rocha (PDT-AP), médico, é candidato a reeleição a Deputado Federal… Tem muitos outros… Será muita cara de pau dessas figuras sairem pelas ruas, avenidas e bolsões de misérias do Amapá e pedirem voto para cargos públicos.

    Prestem a atenção nesses canalhas!!!

    • É MUITO IMPORTANTE LEMBRAR QUE O MÉDICO DR. PEDRO PAULA ERA SECRETÁRIO DE SAÚDE NA ÉPOCA E NÃO FEZ NADA, É GOVERNADOR ATUALMENTE E NÃO FAZ NADA. É TRISTE SABER QUE SOMOS GOVERNADO POR PESSOAS SEM CONPROMISSO COM A POPULAÇÃO/NESTE MOMENTO DEVE ESTAR SE PREPARANDO PARA ENGANAR O POVO, DIZENDO QUE VAI APURAR E TOMAR PROVIDENCIAS. COITADO DE NÓS!!!

    • Irmão essa turma da HARMONIA não pede votos eles compram. Esses canalhas passaram sete anos surrupiando o erário estadual tem dinheiro e muito. Como o TRE-AP, está DESMORALIZADO por nada ter feito ante a VERGONHOSA eleição do Roberto HARMONIA Góes, eles vão deitar e rolar nas eleições de 2010, para a alegria do Carlos Lobato, do J. Ney, do Luiz Melo, do Pastor Oton e o diabo a quatro. Enquanto isso a ética a moral e os bons costumes especialmente os republicanos que vá à m….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *