Retrato em preto-e-branco

A sorridente e bonita professora da foto contribuiu muito com a educação amapaense, hoje curte merecida aposentadoria.
Sabe quem é a professora e suas alunas?
Diz aí na caixinha de comentários.

  • Nea,muito obrigado pela homenagem prestada essa pessoa maravilhosa que durante muito tempo instruiu e ajudou a difundir a educação dentro do nosso lindo torrão, sendo a mestra de muitos professores que ai estão mutiplicando seus ensinamentos.E como muito bem lembrado pelo post da(o)Cleo Araújo, ela é sim uma excelente cantora, visto que eu cresci vendo-a cantar nas serestas que semanalmente aconteciam em nossa casa onde tive o privilégio de ve-la cantar,acompanhada de grandes nomes da música amapaense com Amilar Brenha, Sebastião Mont’Alverne,Pedrinho,Nonato Leal, entre tanto amigos que frequentemente estavam em nossa casa nos brindando com sua arte, e eu e meus irmão ficavamos em meio a esse ambiente mágico sempre protegidos por essa que é com certeza a minha amada e maravilhosa,amiga, conselheira, orientadora e primordialmente MINHA MÃE!
    TE AMO!

  • Olá Néia!
    Antes de tudo, gostaria de desejar a vc e sua família (Soeiro e Márcio), tudo e muito mais que vcs merecem. Vocês são pessoas que passeiam de “dodge dart” no meu coração – e de tanque cheio..rsrs.
    Aí vai a minha contribuição: a 1ª da esquerda é a Terezinha, a 2ª, infelizmente não consegui identificar. A professora vc já falou.As demais são: Graça Viana, Janemeire Furtado e a Miriam Dias. Eu só gostaria de parabenizar o figurino e dizer para a Terezinha que amei a bolsa. bjs.

  • A professora Odete, para quem não sabe, é, taambém, EXCELENTE CANTORA. De um timbre soprano tão raro que, me atrevo a dizer, aqui no Amapá, apenas minha amiga Hanna Paulino consegue alcançar. Nas várias vezes em que eu, o Joaquim França e o Joca fizemos seresta, o ponto alto das mesmas era ouvir a Grande Mestra interpretar: “Aiôô, eu nasci pra…”, do cancioneiro tupiniquim. Vida longa para ela e família.

    • A Alcilene não vale… a resposta dela deveria ser excluída… tirou a graça e o suspense, merece um ralho baixinho aqui das terras do Cabo Norte! Beijo e aproveita a cidade maravilhosa!!!

Deixe uma resposta para Rita Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *