Sem estardalhaço

Governador Camilo Capiberibe e prefeito Roberto Góes conversaram ontem por mais de duas horas no Palácio do Setentrião.
Este é o terceiro encontro deles.
Diferente dos dois primeiros, desta vez a imprensa não foi avisada e no sítio do governo nada foi publicado até agora.
O que os dois conversaram não se sabe.
Ontem pela manhã, em entrevistas a programas de rádio, o governador atirou várias farpas no prefeito.

  • tenho medo dessas parcerias ja tivemos oito anos de parcerias,entre governo e prefeito e deu no que deu,gv,ex gv,pref,ex pref.todos presos,o governo tem que fazer a parte dele e o prefeito a dele,não ficarem nesta luta de braço para ver quem ganha a eleição de 2012,o povo não merece isso.

  • CHEGA DE CONVERSA DE FIADA!
    Tanto o prefeito Roberto quanto o governador Camilo precisam com urgência deixar à parte a vaidade pessoal e política e juntos resolverem pelos menos a metade dos problemas que assolam Macapá, afinal, quem está sofrendo com tudo isso é a população. Esta relação de morde e assopra entre governo e prefeitura de Macapá é ridícula e imoral, pois enquanto ficam discutindo de quem é a responsabilidade, a população sofre com ruas e mais ruas cheias de buracos, postos de saúde sem remédios e outros materiais, escolas (estado e município) caindo aos pedaços e com toda a parte elétrica comprometida (perigo de incêndio), enfim são muitos os problemas que, infelizmente, não existem só em Macapá, mas em todo o estado do Amapá. O Governador Camilo precisa parar de dizer que o estado herdou dívidas e mais dívidas da gestão anterior, pois isso todos já sabiam, na verdade Ele deve arregaçar as mangas e mostrar na prática como os problemas serão resolvidos. O Prefeito Roberto precisa se impor e mostrar que Macapá tem Prefeito e é Ele, ao invés de ficar com esses discursos de mocinho ou até mesmo de coitado! É só isso que interessa à população!

  • PARÁBOLA DO SERVO BOM:

    ”Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor” (Mateus 25:21). Ou em outra tradução (Bíblia na linguagem de hoje): “’Muito bom, empregado(prefeito) bom e fiel’, disse o patrão(governador). ‘Você foi fiel negociando com pouco dinheiro, e por isso vou pôr você para negociar com muito. Venha festejar comigo”.

    Se o sr. prefeito cumprisse pelo menos a sua parte, certamente mereceria toda nossa confiança, mas infelizmente só jabe jogar a culpa nos outros.

  • ei Camilo não da nada pro Roberto Mano esses cara não pagou nem o Macapá verão não é confiavél o kra não honra compromisso

  • Ontem pela manhã, em entrevista a programa de rádio, o prefeito atirou várias farpas no governador. Informar só para um lado, não vale.

  • Não podemos esquecer que algumas funções são responsabilidades da Prefeitura, como, asfalto, limpeza das vias publicas, etc… é mt fácil agora jogar td de ruim pras costas do Camilo. O Estado está numa situção nunca vista antes, total abandono, descaso mesmo. O governador tem função sim de colaborar, e não de realizar td o serviço q é obrigação do senhor prefeito.

  • CAMILO, ajude o municipio de Macapá, se você nao gosta dos Goes o problema é seu e deles (pessoal), mas o que nós os municipes temos com isso? façam as parcerias que o municipio merece , para nós que moramos na capital e fomos eleitores seu tambem Camilo, possamos resgatar nosso orgulho (CIDADE JÓIA DA AMAZONIA)

  • Nós povo do nosso grandioso amapá, não precisamos e mereçemos essas desavenças ou diferenças políticas. Essas vaidades, orgulho tem q acabar oq precisamos é de resultado rápido, enquanto políticos incompetentes e alguns gananciosos ficam jogando farpas, nós o povo ficamos em meio a um fogo cruzado, não somos culpados por td isso que vem acontecendo em nosso estado e nem a situação em q o estado se encontra. Já está mais doq na hora de nossos governantes (falo de todos) e autoridades começarem a rever e repensar em uma política justa e igualitária para todos e não uma política para benefício de um grupinho q só sabe olhar para seu umbigo, arrogância e ignorância. A roubalheira e falta de competência de um não pode ser mais usada como desculpa para falta de ética de outro. O quer deve-se fazer é não deixar que os erros do passado voltem a acontecer, ficar jogando a culpa um para o outro ou tentar arrumar um culpado não adianta..é hora de trabalhar. Não sou filiado a partido algum, defendo o interesse coletivo. Boa noite à todos.

  • Não me interessa as diferenças políticas, Camilo tem de mostrar superioridade pelo bem coletivo e firmar parceria com a PMM. É questão de bom senso e compromisso, o maior colégio eleitoral é Macapá.
    Lembre-se Governador!

    • Concordo!! A população não pode pagar pela divergência política existente entre o Prefeito e o Governador. Muito menos devemos ser penalizados em prol de uma possível candidatura do PSB à prefeitura em 2012.
      Ademais, já tivemos no passado um Prefeito do PSB, criado peo Governo, e foi uma péssima experiência.
      Melhor pensar na população da Capital, rpassar os recursos necessários a Município de Macapá, e deixar q cada um faça sua escolha nas urnas em 2012.

  • O Prefeito de Macapá não pode reclamar nada do Governo do Estado. Passou quase dois meses preso e ainda quer colocar a culpa da incompetência de seus colaboradores no Governo atual. A pefeitura está nessa situação pelos desmandos administrativos ocorridos nesses dois anos de gestão do prefeito.

    • Perfeito o comentário. O cara não faz PN, fica um tempão em retiro espiritual(ele falou que voltou da papuda um ser humano melhor), ups, digo preso no distrito federal e depois vem reclamar do governador que acaba de ser empossado, é brincadeira… Porque a harmonia, da qual ele era parte integrante, e tudo fazia e acontecia,não asfaltou todas as ruas do estado??????Onde ele colocou o dinheiro do IPVA E IPTU???Aquele primo com apelido de fruta gastou????Dizem que tinha CPL que funcionava numa casa do beirol, será??????

  • esse prefeito não e capas de nada,prometeu asfaltar varios km por ano,com ajuda do primo wg,nãoconseguiu asfaltar nem um,agora que colocar culpa no governo atual,se manca prefeito vc ja esta bastante tempo no poder e não fez nada ,e passa acobra tudo do camilo ,que esta lá a penas três meses e meio.

  • O Governador tem que administra o intitucional e os 16 municipios,amaneira de ajudar é dando apoio logistico e de contra partida.Governador Camilo vem se virando nos 30 para ajustar o Estado!A gora o senhor prefeito tem que trabalhar e chorar menos!

    • Ué Anax Vaina…

      Quando ele brigou nas urnas, não sabia que ia ser assim? então minha linda tem mais é que fazer por onde merecer o seu salário…pois até onde eu sei, ninguem ta trabalhando de graça.

  • Nada bonito da parte do governador atirar farpas no Prefeito!!! cade sua ética profissional? vcs dois tem que se sentar e chegar a uma conclusão juntos, unir parcerias e parar com as picuinhas…pelo visto o senhor governador não esta colaborando… se desarme!!! só assim o povo amapaense verá resultados positivo… é preciso ter bom senso e mais… sabedoria neste momento tão delicado, sendo que todos querem a mudança no estado. Não é hora de se sentir ESTRELA!!! o povo pede mudanças Já!!! seja mais humilde governador, e lembre-se: uma andorinha só, não faz verão!!! é preciso se unir.

  • Lamentavel a fala do seu Prefeito que usa o discurso para justificar a realidade, ou seja, falta de competência. Fala que em Macapá estão 70% da população e dos problemas é deixar de mencionar, também, os 70% de recursos. Ir a imprensa dizendo que não consegue tapar buracos, veja só, nem tapar buracos ele consegue, quão, terraplanar, recapiar, calçar e sanear as vias da cidade. Enfim, o discurso sempre será o refúgio do imcompetente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *