Tá no Estadão

Políticos envolvidos são aliados de Sarney

O grupo político envolvido no escândalo desvendado pela Polícia Federal no Amapá durante a Operação Mãos Limpas tem o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), como integrante mais notório.

O nome de Sarney não aparece entre os envolvidos no esquema, mas a ligação política entre ele e o ex-governador Waldez Góes (PDT), preso na Operação Mãos Limpas, vem se estreitando desde 2006, quando se aliaram na campanha política que garantiu a reeleição de ambos. A troca de elogios entre os dois políticos foi a principal bandeira da disputa, alimentada pelo slogan “o que é bom tem que continuar”.

No dia 13 de julho, Sarney chamou em seu gabinete o ministro da Saúde, José Ramos Temporão, para atender o governador do Amapá, Pedro Paulo Dias (PP), um dos 18 detidos, e o secretário de Saúde do Maranhão, que ali estavam. Temporão deixou de lado a situação de emergência existente na época nos Estados nordestinos atingidos pelas enchentes e foi atender os aliados de Sarney.

Em 16 de julho de 2009, o presidente do Senado não economizou elogios ao ex-governador Waldez Góes ao discursar no plenário. Para Sarney, Góes “foi capaz de unir forças políticas, por seu temperamento e espírito público e fez uma administração pacífica”. “Por dever de lealdade e, ao mesmo tempo, testemunha de verdade, quero dizer que ele realizou uma obra política reconhecida por todos os amapaenses e por toda a classe política do Amapá”, discursou.

A ala política oposta a Sarney, comandado pela família Capiberibe, tampouco tem o que exibir. Eleito senador em 2002, João Capiberibe (PSB) teve o mandato cassado em 2005 sob a acusação de compra de votos. No início desta semana, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou também o registro de candidata a deputada federal da mulher dele, Janete Capiberibe (PSB), com base na Lei da Ficha Limpa. O órgão entendeu que ela está inelegível por ter sido condenada por compra de votos nas eleições de 2002.

Sarney escolheu o Amapá como domicílio eleitoral em 1990, logo que deixou a Presidência. Quase todos os políticos locais nasceram fora do Estado, mas começaram a carreira na região. Já Sarney deixou toda uma vida política consolidada no Maranhão para se tornar senador no ano em que o então território do Amapá se transformou em Estado.

  • Foi no Governo de João Alberto Capiberibe que os Deputados Julio Miranda e Amiraldo Favacho foram nomeados Conselheiros do TCE/AP.
    Talvez, por isso que a prestação de conta desse governo não tenha sido detectado irregularidades…

    • Uma pessoa que posta comentários tão inteligentes,como V. Sa, querer comparar o que aconteceu nos oito anos de harmonia, com os sete anos e tres meses do governo Capi, é duvidar da nosso poder de raciocínio. Todos sabem que o Capi, tinha todo mundo contra ele(Al, TJ. e TCE). Por mais que queiram, os defensores da harmonia, jogar os holofotes do noticiario , para o Capi, não irão conseguir. Só faltam falar que o Capi mandava na PF e no STJ. Por isso que pro senado vou de RANDOLFE500 E CAPI401….

      • Não estou fazendo comparações. Sei que são casos distintos. Mas, o que escrevi, é a pura verdade. Se você contesta isso, justifique melhor…
        O demagogismo do Sr. João Alberto Capiberibe não se mede. Não tenho duvidas nenhuma que os acusados da operação “Mãos Limpas” são culpados. Só, que este cidadão, está se aproveitando da situação. Foi por causa das ações do seu governo, em nomear esses Deputados para o Conselho do TCE/AP que causou todo esse embaraço no Amapá. Então ele não me venha agora dar uma de integro…
        E mais, em seu discurso ele vem pregando para o eleitorado de Santana que vai lutar pelo desenvolvimento do Porto. Porque sem o Porto Organizado de Santana não poderá haver desenvolvimento econômico no Estado do Amapá. Em 1999, o Sr. Capiberibe proibiu que o Prefeito de Santana, o Dr. Judas Tadeu Medeiros municipalizace o porto, alegando que o porto deveria ser estadualizado. Após essa reunião eles receberam a visita do Assessor Especial do Ministro dos Transportes o Dr. Luis Henrique Teixeira Baldez no Palácio do Setentrião para tratar da transferência do Porto para o Governo do Estado. Só, que não tomaram providência nenhuma. O final dessa história todos conhecem – “Operação Pororoca”. Porfim, mais uma ação do seu governo que causou transtornos para o Amapá.

  • Autoconsciência e Democracia

    Quando mais vivo, mais percebo que o autoconhecimento e consciência é necessário para exercer a democracia. Sem se conhecer o sujeito se deixa levar por qualquer promessa, qualquer salvador, afinal deposita no outro a sua confiança, quando esta deveria se concentrar em si mesmo. Sujeito mais consciente é mais integro e digno, por mais que lhe falte condições financeiras para comprar seu conforto, ele sabe que tem potencial para sair de situações ruins. Ele busca não se envolver em falcatruas e nem se deixar levar pela conversa de solução imediata de problemas que são históricos e complexos.
    Reconhece que somente o ato de votar não é a solução dos problemas públicos. Percebe que democracia significa compromisso de todos pelo bem comum.
    Um ser autoconsciente é antes de tudo um sujeito que entende que esta vida é sempre um processo, não tem um fim em si mesmo e que nunca iremos alcançar a autoconsciência por completo, que nós, humanos, estamos sempre no eterno devir a ser.
    Nos últimos dias o que se vê em Macapá é um verdadeiro descaso com a verdade e uma falta completa de autoconsciência! Há uma negação coletiva, um não querer ver que os fatos revelam a realidade dos bastidores de uma pseudo política: um Amapá sem estradas, sem escolas, com muita violência, e com um desenvolvimento tímido se comparado com as verbas recebidas até hoje para obras públicas.
    O que está por trás dessas denuncias e prisões? Perguntam os especuladores. Uns respondem: briga política. Outros: Perseguição política. Bem, além dos 300 milhões de reais desviados, o que está por trás é a falta coletiva de autoconsciência; a dependência de uma população e a necessidade de um salvador da pátria! Chega disso. De uma vez por todas vamos começar a refletir sobre a nossa parcela de responsabilidade sobre tudo isso. Vamos começar a fazer diferente.
    Conversando com uma amiga minha, ela deu uma boa idéia: apresente-se para o seu candidato, dê seu telefone e seu email. Exija que ele lhe envie comunicados sobre suas ações e planos. Exija que ele lhe dê satisfação. Quem está no governo nos deve essa satisfação e não somente nós a eles.
    Chega de caça as bruxas. As pessoas têm o que merecem. E isto é uma lei universal, a do retorno.
    E vamos continuar na ilusão da democracia e da liberdade. Quem sabe assim, seremos mais felizes.

  • Diz aí que o Lucas era assessor fantasma no gabinete do Sarney, prova disso está nas fitas do jornal nacional.o Randolfe ta confundindo a cabeça do eleitor

  • Essa é boa:
    Desembargador e atual governador do Amapá pergunta (!?) ao G1:
    – Quem não tem uma arma em casa?
    Eu não tenho.
    E vocês, leitores, têm?
    Huuummmmmm…..
    olha a PF aí, gente…

  • Muitas pessoas comentam que esse sera mais um episodio que vai acabar em pizzza. EU APOSTO QUE NAO! E nao esta havendo sensacionalismo em nada. Infelizmente essa é a pura realidade em que nós nos encontramos, e que agora podemos dizer que se iniciou o BASTA. AInda sonho em ver MAcapa como uma verdadera cidade: com asfalto, esgoto, calcadas,pracas, iluminacao publica, hospitais nao-sucateados, ambulancias funcionando e com gasolina, medicamentos nas unidades de saude que nao sejam voltarem, buscopam, plasil; escolas e creches equipadas e de qualidadee segurança. Qualidade de vida é direito constitucional.QUe a justiça seja cumprida!

  • Ai do mundo por causa dos escândalos (1); pois é necessário que venham escândalos; mas, ai do homem por quem o escândalo venha. S. MATEUS, cap. XVIII, vv. 6 a 11; V, vv. 29 e 30.)
    Não julgueis, a fim de não serdes julgados; – porquanto sereis julgados conforme houverdes julgado os outros; empregar-se-á convosco a mesma medida de que voz tenhais servido para com os outros. (S. MATEUS, cap. VII, vv. 1 e 2.)
    Então, os escribas e os fariseus lhe trouxeram uma mulher que fora surpreendida em adultério e, pondo-a de pé no meio do povo, – disseram a Jesus: “Mestre, esta mulher acaba de ser surpreendida em adultério; – ora, Moisés, pela lei, ordena que se lapidem as adúlteras. Qual sobre isso a tua opinião?” – Diziam isto para o tentarem e terem de que o acusar. Jesus, porém, abaixando-se, entrou a escrever na terra com o dedo. – Como continuassem a interrogá-lo, ele se levantou e disse: “Aquele dentre vós que estiver sem pecado, atire a primeira pedra.” – Em seguida, abaixando-se de novo, continuou a escrever no chão. – Quanto aos que o interrogavam, esses, ouvindo-o falar daquele modo, se retiraram, um após outro, afastando-se primeiro os velhos. Ficou, pois, Jesus a sós com a mulher, colocada no meio da praça.
    Então, levantando-se, perguntou-lhe Jesus: “Mulher, onde estão os que te acusaram? Ninguém te condenou?” – Ela respondeu: “Não, Senhor.” Disse-lhe Jesus: “Também eu não te condenarei. Vai-te e de futuro não tornes a pecar.” (S. JOÃO, cap. VIII, vv. 3 a 11.)
    A tendência do homem é acusar e condenar os outros ao invés de olhar para seus próprios defeitos. É colocar-se numa atitude de superioridade e do alto de seu orgulho, apontar pecados alheios e pedir para eles a sentença da condenação. Ouve-se por aí: os outros estão errados, nós é que estamos certos.
    Quem somos nós para julgar os outros? Para apedrejá-los com nossas acusações descaridosas? Deixemos à Deus o julgamento e aprendamos do próprio exemplo de Jesus a condenar o pecado e salvar o pecador.
    Que Deus tenha piedade de todos nos, porque não sabemos do nosso futuro, e será que se nos estivesemos no lugar deles não fariamos o mesmo, ou ate pior?
    E a todos os que hoje sofrem pensem nesta frase de Emmanuel, psicografia de Chico Xavier;
    Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.”
    Que Deus tenha misericórdia de todos nos.

    • Lana vc cita o próprio Deus para justificar sua complacência com o caso, e ainda coloca em dúvida o carater de todos que vem aqui nesse blog expor sua revolta… digo a você com toda a certeza que Jesus mostrou ao acusar os fariseus hipócritas, eu no lugar deles, não faria, existem pessoas honestas no mundo, sabia? inclusive muitos politicos são, por isso nao cola essas historinha, voce faria o mesmo? incluisive voltando aos ensinamentos biblicos, que dizem: que a porta da maldade é mais larga, por isso é mais fácil ser corrupto, sendo assim todos aqui temos capacidade de sermos.. e porque não somos?

      • Querido Marco Leal,
        Acho sinceramente que vc não conseguiu entender minha mensagem, talvez ao ler seu coração estivesse cheio de ódio e revolta , mas ela fala do amor, que foi o maior ensinamento que Jesus nos trouxe, e outro não menos importante foi o perdão das ofensas, e são esses dois ensinamentos que resolvi ensinar como sendo a base de tudo na vida , para meus filhos , hoje o mundo esta cheio de ódio e quero ver o amor no coração de todos, não amor vulgar, mais o amor incondicional, como o de Jesus, quanto fala “ Pai perdoe pois eles não sabem o que fazem”.
        Se a mensagem lhe passou complacência, quero lhe dizer que estas equivocado, e minha intenção em nem um minuto foi ferir o caráter de todos que vem aqui nesse blog expor sua revolta.
        Acho que todos tem que pagar pelos seus erros o que quero que entendas e que não cabe a mim julgar e nem atirar a primeira pedra.
        Que paz de Deus esteja em teu coração.

    • Srª Lana;
      Concordo que Deus é o caminho para tudo. Que ele é o Único e perfeito juiz. Entretndo, os encarcerados feriram de morte princípios republicanos não doutrinários de Fé. Esses crápulas de maneira tacanha levaram o Amapá(Estado) a experimentar o dia mais infeliz de sua História. Portanto, não a julgamento antecipado, posto que, moralmente o acontecido é um tapa na cara de todo cidadão de bem desse estado. Reafirmo aqui os canalhas presos na operação em andamento, podem até se eleger em 3 de outubro vindouro, pela força financeiro e do atrelamento das estruturas estatais, destarte, ficaram marcados para sempre pela falta de pudor e pela corrupção que praticaram.

      • Querido Gil Barbosa
        Concordo com você , so quero que entendas que minha intenção não foi defender ninguém , foi apenas falar que não cabe a mim julgar, e que o sentimento de ódio faz mal ao nosso coração.
        Vamos aproveitar o momento e falar de amor, sentimento talvez tenha faltado no coração de nossos irmãos envolvido nessa triste historia.
        Que a paz de Deus esteja contigo

    • I Coríntios Cap. 14 – Vrs. 34: “As mulheres estejam caladas nas assembleias porque não lhes é permitido falar, mas estejam submissas como também ordena a Lei. E se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos, porque é indecente que as mulheres falem nas assembleias”. Se é para levar a Bíblia ao pé da letra, vamos lá.

      • Querido Roque
        O que nos devemos levar ao PE da letra da bíblia e somente o Amor, o resto fica para as religiões interpretarem como lhe convém, por isso hoje a varias, pelo fato de não terem conseguido chegar a uma so interpretação, mas todas elas são unânimes ao falar de um Deus único e do amor ensinado e exemplificado por Jesus.
        Então aproveite o momento em que seu coração esta tomado de revolta e perdoe como fez Jesus quando disse “Pai perdoa, pois não sabem o que fazem”, quero que entendas que minha intenção não foi defender ninguém , foi apenas falar que não cabe a mim julgar, e que o sentimento de ódio faz mal ao nosso coração.

    • “qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim”. Neste ponto sou obrigado a concordar com você, desde que devolvam aos cofres públicos o que adquiriram ilicitamente. O salário normal de um político não é suficiente para comprar ferrari, mansões e ter essa mordomia toda.

    • Provérbios 9: 17-18 “As águas roubadas são doces, e o pão tomado às escondidas é agradável. Mas não sabem que ali estão os mortos; e os seus convidados estão nas profundezas do inferno”.

    • PARABÉNS PELA EXCELENTE MENSAGEM! SENHOR SEMPRE USA O SEU SERVO PARA TRANSMITIR SUAS PALAVRAS, DANDO-LHE SABEDORIA, VC FOI PROVILEGIADA, ISSO SIRVA DE LIÇÃO POIS APENAS TEMOS QUE ORAR E CLAMAR MUITO A JESUS POR TODOS OS NOSSOS IRMÃOS ELE E SOMENTE ELE SABE O QUE DEVE SER FEITO. ELE NÃO ESCOLHEU SOMENTE OS CERTOS E FOI BUSCAR OS ERRADOS PARA QUE RECONHEÇAM QUE ELE É O ALFA E O OMEGA OU SEJA O COMEÇO E O FIM.

      • Que tal soltar todo mundo e deixar que o Juízo Final os julgue? Só acho que esse tal juízo tá demorando muito… enquanto isso, os anistiados pela justiça dos homens vão continuar enchendo seus bolsos, de geração à geração.

      • Querida Angélica
        Fiquei tão feliz em ler sua mensagem, pois tive certeza que Deus esta em seu coração, por isso tivestes a sensibilidade de entender-la
        Hoje o mundo esta tão violento e com tanto ódio nos corações, que nesses momentos tristes falar de amor e perdão e essencial para que nosso coração não se contamine .
        E que Deus esteja no coração de todos nos.

  • comentam que todos politicoas são ladrões , mas o capiberibe governou por sete anos e meio esse estado e ninguem foi preso no seu governo,acredito que ainda existam politicos dignos de nossa admiração.

  • Estou feliz, eu fui fundadora da associação dos anistiados politicos do Pará e Amapá e conseguimos vencer a linha dura.Agora eu quero fazer JUSTIÇA as pessoas INJUSTIÇADAS dessa terra Macapá-AP, JAIR HOLANDA, CONCEIÇÃO MARTINS, LEONARDO GAZEL, JOÃO ALBERTO RODRIGUES CAPIBERIBE, TEODORO BUARQUE DE HOLANDA, LAVINHA TEIXEIRA BUARQUE, ETC.

    JOSÉ

    E agora, José?
    A festa acabou,
    a luz apagou,
    o povo sumiu,
    a noite esfriou,
    e agora, José?
    e agora, você?
    você que é sem nome,
    que zomba dos outros,
    você que faz versos,
    que ama protesta,
    e agora, José?

    Está sem mulher,
    está sem discurso,
    está sem carinho,
    já não pode beber,
    já não pode fumar,
    cuspir já não pode,
    a noite esfriou,
    o dia não veio,
    o bonde não veio,
    o riso não veio,
    não veio a utopia
    e tudo acabou
    e tudo fugiu
    e tudo mofou,
    e agora, José?

    E agora, José?
    Sua doce palavra,
    seu instante de febre,
    sua gula e jejum,
    sua biblioteca,
    sua lavra de ouro,

    seu terno de vidro, sua incoerência,
    seu ódio – e agora?

    Com a chave na mão
    quer abrir a porta,
    não existe porta;
    quer morrer no mar,
    mas o mar secou;
    quer ir para Minas,
    Minas não há mais.
    José, e agora?

    Se você gritasse,
    se você gemesse,
    se você tocasse
    a valsa vienense,
    se você dormisse,
    se você cansasse,
    se você morresse…
    Mas você não morre,
    você é duro, José!

    Sozinho no escuro
    qual bicho-do-mato,
    sem teogonia,
    sem parede nua
    para se encostar,
    sem cavalo preto
    que fuja a galope,
    você marcha, José!
    José, pra onde?

  • È engraçado o pior cego é aquele que não quer ver.Ainda tem gente que diz ” è persseguição”.O dinheiro que sumiu é de todos é meu e teu também.Abra seus olhos e faça a difernça e não seja mas um na multidão.

  • Adorei a matéria, não passa a mão na cabeça de ninguém, nem os “mãos sujas” e nem os “fichas sujas”.
    O sujo pode falar do mal lavado? Acho q não!!!

  • concordo. No brasil se condena antes de julgar. nunca provaram nada contra o cara. acho que tem é muito olho gordo por ai revoltado por não estar dividindo a fatia do bolo. daí partem pro ataque. tá com fome hein carlos….

  • Leia a noticia abaixo:
    – O Estado de S.Paulo

    As autoridades da Aeronáutica, que controlam as rotas entre Brasília e a capital do Amapá e estavam em estado de alerta por causa da Operação Mãos Limpas da Polícia Federal, detectaram no início desta semana um voo especial. O presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney (PMDB-AP), tentou contratar um voo entre Brasília e Macapá, mas exigiu que a empresa fizesse o serviço sem deixar rastros.

    O presidente do Senado queria viajar sem registro de rota e sem registro da tripulação. O governo soube da pretensão e temeu que a Operação Mãos Limpas tivesse de adiar a mobilização para executar os mandados de prisão ao longo do dia de ontem. Os agentes da PF monitoram os aliados de Sarney no Estado, mas não viram motivos para adiar a operação.
    http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100911/not_imp608372,0.php

  • Operação no Amapá teve dois infiltrados que filmaram a corrupção

    Agência Estado –
    Publicação: 11/09/2010 15:27

    A Operação Mãos Limpas, que prendeu na sexta-feira o governador do Amapá, Pedro Paulo Dias (PP), o ex-governador Waldez de Góes (PDT) e outras 16 pessoas, usou dois agentes infiltrados que colheram provas de corrupção consideradas “inquestionáveis”. Em uma filmagem secreta, a PF gravou um funcionário do governo pegando a porcentagem dele na propina e indo tranquilamente depositar o dinheiro na conta bancária particular de um banco.

    A investigação foi deflagrada em agosto do ano passado, mas os 18 mandados de prisão, 87 mandados de condução coercitiva e 94 mandados de busca e apreensão foram todos executados ontem no Amapá, Paraíba e São Paulo. Todos os presos – além dos governadores, secretários, assessores especiais e servidores públicos de carreira – foram transportados na noite de ontem (10) para Brasília e encarcerados na Superintendência da PF e no presídio da Papuda.

    Além da fartura de filmagens e das escutas produzidas ao longo de dois meses, a operação da PF já tem 30 laudos periciais com cruzamentos sobre movimentação financeira dos envolvidos no esquema de corrupção, a origem e o destino final do dinheiro público e depoimentos com documentos em anexo mostrando como as primeiras damas, os secretários e assessores recebiam propinas como se fossem pagamentos mensais de salário.

    Um dos casos de fraude mais bem documentados envolve a Secretaria de Educação e um contrato de cerca de R$ 1 milhão para fornecimento de 200 filtros para melhorar a qualidade da água que os alunos bebem nas escolas estaduais do Amapá. A meta era instalar um desses filtros especiais em cada um das escolas

    O contrato dos filtros, como quase todos que eram fraudados nas licitações estaduais, tinha “caráter emergencial” e era dirigido a uma única empresa, a que aceitava pagar propina ao governo. Em vez de instalar os filtros, a empresa, com consentimento da secretaria, instalou uns tubos coloridos de PVC com areia e carvão que, em vez de filtrar, contaminava a água consumida pelos estudantes.

    O ministro João Otávio de Noronha, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que preside o inquérito, autorizou as prisões das autoridades considerando “a maturidade das provas” colhidas pela investigação da PF, do Ministério Público, Receita Federal e Controladoria geral da União (CGU). Levando em conta o calendário eleitoral, Noronha, também determinou a antecipação das prisões.

    Pelo calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que é a autoridade máxima do pleito nacional de outubro próximo, a partir do próximo sábado, dia 18, nenhum candidato, membro de mesa receptora e fiscal de partido poderá ser preso, salvo em flagrante delito (Código Eleitoral, art. 236, ? 1º). Diante da iminência da prisão de toda a cúpula do governo do Amapá e também de candidatos ao Senado, a vice e outros cargos na eleição do próximo dia 3, o ministro Noronha decidiu que a PF tinha de antecipar as prisões previstas inicialmente para acontecer ao longo desta semana.

    A Operação Mãos Limpas detectou que, sob o comando do próprio governador Pedro Dias, que era vice de Waldez antes de este se desincompatibilizar para concorrer ao Senado, a máquina do Estado era dominada por uma quadrilha de altos funcionários que fraudavam 9 em cada 10 licitações, superfaturando os contratos, cobrando e distribuindo propinas abertamente.

    O acerto prévio na escolha de empresas era tão escancarado que uma única empresa de segurança e vigilância manteve um “contrato emergencial” por três anos com a Secretaria de Educação do Estado. O valor da fatura mensal com a secretaria era de R$ 2,5 milhões. A PF mapeou os pagamentos e tem provas de que o dinheiro era desviado para contas particulares dos políticos e assessores do governo.

    Na casa do presidente do Tribunal de Contas, José Júlio de Miranda Coelho, em João pessoa (PB), a PF recolheu uma Ferrari, uma Maserati, duas Mercedes Benz e um Mini Cooper.

    Na operação foi preso também o secretário de Segurança do Amapá, Aldo Alves Ferreira. Ele foi preso em Brasília, às 4h50 da manhã de sexta-feira, logo depois de desembarcar na capital para cumprir uma agenda que misturava assuntos particulares e audiência oficiais. Foi uma abordagem constrangedora porque os agentes da PF deram voz de prisão a um secretário que é também delegado da própria Policia Federal. Pior: antes da prisão, em Brasília, já havia apreendido no gabinete dele, em Macapá, duas malas com R$ 540 mil.

    A PF recolheu nas casas dos empresários, secretários, servidores públicos e assessores especiais do governo do Amapá mais de R$ 1 milhão em espécie – dinheiro recolhido em cofres particulares, gavetas e caixas e que foi encontrado na execução dos mandados de busca e apreensão.

    Dois irmãos do atual governador também foram alvo de mandados coercitivos. A PF executou, além das 18 prisões, 87 mandados de condução coercitiva e 94 mandados de busca e apreensão. Servidores da Receita Federal e da Controladoria Geral da União (CGU) ajudaram na operação que alcançou também os Estados de São Paulo e Paraíba.

  • ‎”De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto.” Ruy Barbosa

  • Ministério Público Federal – Operação Sanguessuga

    Como se vê, ERIK JANSON SOBRINHO DE
    LUCENA, em concurso material e na forma do artigo 29 do Código Penal,
    incorreu na prática do crime de quadrilha, tal qual estatuído no art. 288 do
    Código Penal; e do crime de corrupção passiva, tipificado no art. 317 do
    Código Penal, por 04 (quatro) vezes.

    Polícia Federal – Operação Pororoca

    Erick Janson Sobrinho Lucena: Assessor parlamentar do deputado federal Benedito Dias.

    Polícia Federal – Operação Mãos Limpas

    O ex-deputado federal Benedito Dias (PP-AP), irmão do governador, também foi levado para depor hoje.

    Um dos presos na operação é um ex-assessor do parlamentar quando ele era deputado federal, Erik Janson Sobrinho de Lucena.

    Quando será a quarta.

  • É interessante que no Brasil não se respeite a máxima que diz “todos somos inocentes até que se prove o contrário”. Aqui 1º se prende, ou se mata, e depois pergutam ou investigam. Não é raro vermos injustiças desse tipo. INFELIZMENTE. Mas o prior de tudo, é o sensacionalismo empregado em tudo que a PF faz. Qaul é a necessidade de todo este circo?

    • Srª Marilene;
      O caso é gravíssimo, o atrelamento das estruturas estatais a interesses privados e familiares é uma afronta, veja o exemplo da candidatura da genitora do atual prefeito de nossa capital. Em cada casa de alquém quee tem um cargo na PMM existe uma placa dessa senhora. Achas isso justo, inclusive com as outras candidaturas do PDT/AP? Entendeu? É disso que estamos falando o erro de voces foi tentar fazer com instituições federais a mesma coisa que fazem com as instituições do GEA e da PMM. Isso é a República Federativa do Brasil e não a República da Harmonia Amapaense. As coisas só estão retornando ao seus devidos lugares.

  • Impunidade, falta de vergonha,banditismo é o legado deixado por esse grupo de politico a população do Amapá. Estas historias de “um mal necessario” e “todo politico rouba”, faz a legalização do crime na qual, os filhos desta geração aprenderam como verdade. É tragico,

  • A operação Mãos Limpas II terá outro nome: vai se chamar OPERAÇÃO TARRAFA (instrumento de pesca que pega peixe grande e miúdo). Não escapa nada.

    • Meu Deus que vergonha, pessoas simples e humilde falando besteira, inclusive pessoas de Deus (assembléia de Deus) defendendo o candidato Waldez Góes…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *