Tribunal de Justiça mantém Moisés Souza na presidência da Assembléia Legislativa

Deputado Moisés Souza, presidente da AL

O Tribunal de Justiça do Amapá encerrou na manhã de hoje o julgamento do agravo regimental, impetrado pelo deputado Dalto Martins (PMDB), para derrubar a liminar que legitimou Maria Góes (PDT) na presidência da sessão que elegeu a Mesa Diretora da Assembléia.
O TJAp manteve a liminar  e consequentemente garantiu a legalidade da eleição de Moisés Souza (PSC) para a presidência da Casa neste biênio.
Moisés acredita que com esta decisão o “grupo dos 15” – que desde o dia 2 não comparece às sessões – amanhã estará de volta ao plenário da Assembléia.

  • O Amapá é mesmo incrível. É o único lugar onde a minoria governa a minoria no parlamento. Na última eleição no Congresso Nacional, foram eleitos os representantes da maioria em cada Casa: José Sarney (PMDB) no Senado e Marco Maia (PT) na Câmara. Ambos representam os partidos com maior bancada nas duas Casas, e as suas respectivas coligações. Houve quase uma aclamação nos dois casos. Aqui, a minoria representada por nove deputados irá comandar a AL. É Sucupira ao cubo!

    • Jevan o problema é que a maioria daqui é incompetente e artificial. O grupinho dos 15 num duram uma invernada juntos é só conferir o que tá juntado no puçá. tem gurijuba com pitú, tamatá com filhote… nem a cobra grande aguenta…

  • Ganhar,Receber e até se aposentar;(sem trabalhar) será mais uma das atribuições dos nossos nobres daputados(das)????
    Porque por isso tudo que eles brigam….!!!!
    Os bolsos não tem fundo.

  • Roque nao generalize ao falar do povo que se vende, tente conscientizá-los. e nao julgue para nao ser julgado, quem te garante que o dep.Moises nao é um servo fiel do Senhor?

    • Larry, com o devido respeito que lhe devo, diante da realidade política em que se encontra o país, parece que também o Diabo tem ungido muitos dos nossos representantes políticos. E as unções (tanto de Deus quanto do Diabo) ocorrem de forma tão homogênea, que fica impossível separar o joio do trigo.

      • E parece que, nessa esfera política, o Diabo tem mais poder na hora de ungir seus escolhidos, porque acabam influenciando e dominando os “ungidos por Deus”. Não sou homem de pouca fé. Simplesmente, em termos de política partidária, tornei-me totalmente cédtico, assim como todas as pessoas esclarecidas que conheço. Reverter esta atitude é possível, mas não depende de mim.

  • Roque meu amado, Deus por um ungido seu vai até os quintos dos infernos para protege-los.nao estou falando de politica mas sim de obediencia as escrituras sagradas.

    • Só tem uma diferença: no tempo das Escrituras Sagradas, os reis eram ungidos por Deus e eram respeitados, mesmo como algumas extravagências como as praticadas pelo rei Davi. Hoje, nossos representantes políticos são eleitos por pessoas que não têm o mínimo de comprometimento com a causa política e, por isso mesmo, na maioria das vezes, vendem seu voto. É impossível comparar uma situação com a outra.

  • Deus pai todo poderoso em nome do seu filho Jesus Cristo, confirmou ao irmão Moisés a vitória que ja lhe tinha dado inicialmente.que Deus abençoe a sua administração.

    • Quae sunt Caesaris , Caesari et quae sunt Dei Deo. Duvido que Deus se envolva em assuntos políticos. Ele jamais arriscaria macular seu santo nome.

Deixe uma resposta para jorge luiz giacomo giordani Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *