Twitteiros fazem a alegria da gurizada

Um grupo de amapaenses aproveita o microblog Twitter para articular ações solidárias. No Natal, o grupo teve a idéia de distribuir brinquedos  para os filhos dos carapirás. “Foi muito gratificante ver os olhinhos daquelas crianças brilhando quando recebiam os presentes”, disse ao blog Ediane Borges (@edianeborgs), uma das líderes do grupo. Hoje, os twitteiros estiveram na Casa do Amor, no bairro Infraero, distribuindo ovos de Páscoa para a criançada.

Crianças da Casa do Amor, hoje pela manhã.
Para os twitteiros essa alegria é impagável

Quando o grupo começou a se reunir, a idéia era se divertir, tomar uma cervejinha gelada, bater papo. Aliás, a cerveja foi o motivo da primeira reunião.
Tamanha segunda-feira, os irmãos Ediane, Jair e Enara Borges estavam a fim de tomar uma cervejinha e se divertir bastante. Saíram pela cidade e claro que não encontraram nem bares nem boates abertos. No Twitter começaram a convidar os amigos para uma cervejinha. Ninguém topou. Afinal, segunda-feira não é um bom dia pra balada. Mas, alguém deu a sugestão de se encontrarem no dia seguinte. Ediane Borges, que é muito expansiva, alegre e alto astral, marcou para terça-feira na sua casa e batizou o encontro de “TwitterFest”. E fez uma recomendação: cada um levaria sua bebida. Doze pessoas compareceram e o encontro varou a madrugada.
No Twitter todo mundo pode conversar com todo mundo sem se conhecer pessoalmente. É a tal chamada amizade virtual. “Achei que estava na hora de sairmos do virtual para o real“, contou Ediane e por isso decidiu fazer outro TwitterFest na terça-feira seguinte chamando todos que quisessem participar, independente de se conhecerem pessoalmente ou não. Deu certo. Mais de 20 pessoas foram e a amizade virtual virou amizade real. Até o governador Camilo Capiberibe – na época candidato ao governo – virou “twitterfesteiro”.
O grupo cresceu tanto que já não  cabia na casa de Ediane, então passou a ser reunir em clubes e até bares que abriam na terça-feira só para receber os twitterfesteiros.
Um grupo tão bonito, tão alegre, tão divertido precisava fazer algo mais do que só se divertir. E foi então que em dezembro surgiu a idéia de levar alegria às crianças carentes que, apesar de viverem na extrema pobreza, ainda acreditam e sonham com o Papai Noel. Ficou decidido que para participar do TwitterFest o twitteiro teria que levar um brinquedo. Mais de 300 brinquedos foram arrecadados. E uma bonita festa foi organizada para a entrega dos brinquedos, com doces, refrigerantes, pipoca e Papai Noel. “Foi tudo muito bonito e muito, mas muito, gratificante“, lembra, ainda emocionada, Ediane Borges.
Agora em abril, o grupo – que já conta com mais de 400 pessoas – resolveu que poderia  tornar doce a vida da gurizada. Para isso, decidiu que para participar do TwitterFest neste mês o twitteiro tinha que levar um Ovo de Páscoa. Todo mundo concordou e até quem  não participa dos encontros se prontificou a doar chocolates.
Hoje pela manhã, véspera da Páscoa, o grupo se reuniu cedinho e em caravana seguiu para o bairro Infraero onde fez a festa para a gurizada com muitos ovos, coelhinhos e outras guloseimas de chocolate.

Mas não são apenas as crianças que recebem o amor e a solidariedade do grupo. Os twitteiros também se articularam e enviaram centenas de garrafões de água mineral e alimentos para as pessoas atingidas pela cheia em seis municípios amapaenses no início deste mês.

  • Fico muito feliz por tudo ter dado certo! Parabéns a todos que fizeram parte da iniciativa, principalmente Ediane, Tumcumaq, Jean e Márcia!

  • Tenho orgulho de fazer parte deste grupo.
    Antigamente encontrar com pessoas que conhecia-mos apenas pela internet era um perigo…
    Depois que o twitter surgiu essa polêmica acabou um pouco, e graças a essa rede social eu conheci pessoas MARAVILHOSAS.
    Quem nunca foi precisa ir…
    Abraços e parabéns a todos que ajudaram nas doações. As crianças, as vitimas da enchente agradecem =)
    Huellen Souza

  • TUDO ERA APENAS UMA SIMPLES BRINCADEIRA.. QUE SE TORNOU COISA SÉRIA. PENSAR NOS MENOS FAVORECIDOS E ESQUECIDOS É UMA ATITUDE NOBRE E DE GENTE QUE TEM AMLA.
    QUE ESSE GRUPO CRESCA CDA VEZ MAIS E CONSIGA UMA LEGIÃO DE ADPTOS.
    BJS NO CORAÇÃO DE TODOS.

  • Mirem-se no exemplo, pessoas da política!
    Iniciativa louvável! A troco de quê, gente, alguém percebeu? Creio que por pura e simples satisfação.
    Tenho a impressão que atitudes como essas renovam o espírito, além de aumentarem a esperança num mundo melhor.
    Pena eu ser tão antissocial…

    • Ludimila, esercitar a solidariedade é uma escelente forma de vencer esse estado anti-social. Porque esses grupos tem foco no próximo, aí as questões pessoais se diluem. Experimente, vc vai gostar.

      • Obrigada, Márcia. Prometo me esforçar. Caso não consiga ir às reuniões, ainda assim, farei questão de ajudar no que for possível.
        Forte abraço.

  • Participar desse grupo é uma verdadeira festa! Seja de civilidade, companheirismo e, agora, de solidariedade para com o menos provido. Eu, quando posso, vou às “twitterfest” e digo que nunca participei de eventos tão bem organizados e democráticos como esses (cada um consome e compartilha o que leva – se chegar de mãos vazias, não entra na festa) . Fizemos, eu e @karlabalieiro, um twitterfest em casa e foi uma badalação. Por tudo isso, teremos outra lá. Vale a pena. Parabéns ao grupo e ao @tumucumaque, outro dedicado à causa tuiteira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *