Um vovô “arteiro” e coruja

Depois que virou vovô, José das Graças Torres, o polêmico Matta, deixou a sensibilidade aflorar. E assim descobriu que tem talentos para outras artes, além de pintar o sete no carnaval. Se descobriu compositor de samba-enredo e domingo passado, no ensaio do Piratão, foi apresentado – com direito a uma enorme faixa – como o compositor revelação da sua querida escola de samba Piratas da Batucada.
O amor a neta Maria Eduarda fez dele poeta. E hoje, quando Maria Eduarda completa quatro aninhos, o vovô coruja fez este poema para ela:

Te agradeço
(José das Graças Torres, o Matta)

Te Agradeço
Maria Eduarda
Por você existir.
Por ser pequenina e frágil
Porém,
capaz de transformar a minha vida.
Quem pode ficar indiferente
diante da força de seu carinho
De sua ternura
De sua inocência?

Sou melhor
Com você
E por você

Maria Eduarda
Você veio ao mundo
Como uma anjinha pura
E tem um futuro a brilhar
Eu te asseguro
E até juro
Que alguns dos teus furos
Eu vou perdoar

Minha Querida
A felicidade está aqui
Nesta vida
Estou feliz por ti
De agora e por toda tua mocidade
Serás a minha Eterna Felicidade.

A netinha do Matta, Maria Eduarda, recebendo o carinho do governador Camilo

  • Como diz o caxias “vou te falar” esse mata e fera, fiquei sabendo que ele colocou apenas uma palavra na letra do samba e que ainda continha um pequeno erro de grafia, mas mesmo assim entrou nalista de compositores do samba. Parabens Mata.

  • Parabens,

    Cara,
    Parabens ao Matta pelo admirável samba, pelo memorável poema e pelo aniversário da Eduarda, que realmente é uma criança adorável.
    Abs
    Alcione

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *