Vale pro Amapá?

“ No processo eleitoral, retirar da imprensa capacidade critica é uma demsia, é desnaturar a própria imprensa. O eleitor faz uma escolha e o momento que ele mais precisa de plenitude de informação e informação de qualidade é no período eleitoral.”
(Ministro Carlos Ayres Britto, ontem no STF)

  • Isso soa como poesia,algo imaginario.A grandes questao nao sao os blogs da vida.Ora!Adivinhem quem detem as concessoes de TV e radios? Eles mesmos!Os politicos,isso sim que podemos chamar de atentado contra a cidadania.

  • Se todos os membros do judiciário pensassem dessa forma estaríamos a salvo, mas…..
    Fazer o que, se não são….

  • A posição do Ministro Ayres de Brito demonstra que apenas o judiciário entende de DEMOCRACIA plena, que, aliás, é uma obrigação.

  • Alcinea,
    Estes cavaletes são para os eleitores não esquecerem de quem não contribuiu em nada para o desenvolvimento do nosso Estrado… para cartaz do “farostes”…procura-se…

  • Alcinéa,
    Diz pro Ministro dizer isso pro próprio Supremo, que a pedido dos Sarneys mantêm sob censura o Estadão. Eu falei o Estadão. Agora tú imagina pro aqui onde todo mundo vive de calça arriada pro poderosos?
    Muleke que em protesto faz mais de dois anos que não compra nemhum jornal amapaense.

  • Essa história de processar por difamação e pelos comentários feitos pelos leitores, nada mais pe do que humor. E todo mundo sabe que tá liberado o humor na campanha política.

  • O problema e que a maioria dos veiculos de comunicação, principalmente sites, blogs e radios, falão bem de seus candidatos destorcendo a comquista da formação de opíniao publica.

  • Bonitas palavras,mas,sinceramente,contra toda a minha desesperança vou participar como sempre das eleições:convicta de que ainda muita água vai passar debaixo das pontes feitas por Jackson e atribuidas a Ela para que algo mude por aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *