Vergonha!

Com 56 votos Renan Calheiros (PMDB) foi eleito presidente do Senado nesta sexta-feira.
Pedro Taques, do grupo dos independentes, teve 18 votos.
Dois senadores votaram em branco e outros dois anularam o voto.

  • Charles André Joseph Marie de Gaulle ou simplesmente Charles de Gaulle, estadista francês que liderou a resistência francesa contra ocupação nazista durante a Segunda Guerra Mundial, quando Presidente da França, em certa ocasião por conta de uma contenda comercial entre o Brasil e França, conhecida como a “Guerra da Lagosta” teria supostamente dito: “le Brésil, ce n’est pas un pays serieux”, ou seja, “O Brasil não é um país sério”, fato este que causou o repúdio dos tupiniquins ufanistas.

    Hoje um dia após a eleição de Renan Calheiros para a Presidência do Senado Federal sou compelido em concordar com Charles de Gaulle, realmente o Brasil não é um país sério, por razões óbvias.

    • Manuel, cai na real, a força é um pouco mais acima, o cara teve votos de todos os naipes, inclusive dos dois psdbistas paraenses. a culpa é do povo que leva essa corja para o senado a anos.

  • Isso só aconteceu por causa do PT. Não culpo o Renan. Culpo o verdadeiro resposável, a farinha do mesmo saco: o PT. Ô partidozinho pi…antra.

  • A esperança é o Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, indiciar o Renan, e ele cair na mão do Joaquim Barboza!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *