Voou que cansou

Por onde anda o Gavião Uno?
Uns dizem que ele voou tanto durante a Expofeira que cansou e agora está recolhido, encorujadinho no hangar.
Ao blog chega a informação de que o Gavião está parado por falta de pagamento e que a empresa que aluga a aeronave  já avisou: enquanto o governo não pagar o que deve, o Gavião não sai do solo.

  • Quero informar a todos, que o ex-Deputado Federal Hélio Esteves (PT-AP)deliberou uma emenda para aquisição de uma UTI aérea, e o governo do estado, nunca usou esse recurso, nem para aquisição de uma aeronave dessa para o GTA. Porque?
    Porque, o Deputado não era aliado do governo.
    Mas, provavelmente utilizou o recurso para a locação dessa aeronave que pertence a um empresário no estado do Maranhão.

  • Volta a dizer.Estamos tratando de Prioridade.Em outros estados,existem os helicóptero nas policias,porque o básico está sendo atendido.Diferentemente do Amapá.Quando você fala de regaste de 400 pessoas,isso nunca existiu o que nós temos na verdade em fotografias e DVD,são os filhos e amigos de uma autoridade do estado, sendo transportada para fazer farras em uma fazenda de propriedade dos mesmos.Conta outra mano.

    • Ok não nego qualquer registro sobre fotos… família… fazenda… Confesso não saber sobre, mas também não nego, fico até curioso em saber de nomes (se vc sabe né!?). Agora vc nega os fatos que citei sobre os atendimentos do GTA, dizendo que nunca existiu. Se tiveres dúvida, o CIODES tem no seu sistema todos os registros de acionamento, inclusive os do GTA, com localidades horários e datas. No Samu também tem os registros dos acionamentos, dá uma olhada lá. Quanto ao “conta outra mano”, só posso lamentar… Se existem tais fotos, talvez sejam de pessoas ligadas à sua condição socioeconômica, isto é, classe-media que não tem propriedade em falar das coisas e ficam pendurados nas tetas do GEA. E o que é o prioridade? o básico tá sendo atendido? onde? no Rio? em São Paulo? no Pará? no Acre? onde o básico está sendo atendido? sinto muito…

      “Enquanto o dedo aponta para o sol, o tolo olha o dedo”

      • O assunto não é a importancia do ornamento aereo, e sim o custo/beneficio do mesmo, pois do que adianta trazer os indios para serem tratados na capital que morre pessoas por falta de atendimentos?
        Sobre a farra com GTA é verdade já teve debutante que chegou no helicoptero. tudo comprovado com fotos.

        • Não ignoro a falta de atendimento decente na saúde no Amapá que todos sabem é uma m*rda. Agora vcs insistem em ignorar as vidas que foram salvas. E quanto as supostas fotos: Não seria mais fácil dar nome aos bois? Pq então vcs não se vestem de cidadãos e fazem uma denúncia ao MP???? “Conta outra mano”.

  • Bem senhores,
    Frente a tanta polêmica, acredito que posso esclarecer algumas dúvidas:
    1º: A empresa que aluga a aeronave não está no nome do “bigode”, pertence à um grupo do RS. Não isento de haver política por trás da escolha deste grupo.
    2º: O orçamento mensal gira em torno de + ou – R$ 140.000,00 mensais, com direito a 55 horas de vôo por mês + 1 piloto + 1 mecânico + seguro + revisões.
    3º: Sugiro aos que avaliam o custo/benefício da Aeronave para o nosso Estado verificarem um orçamento de esquilo menor aqui no Brasil por parte de outra empresa, acho meio difícil.
    4º: Moro no centro e não preciso do helicóptero, mas aqui no AP muitos moram em locais que só se chega após horas de barco, isso quando a maré ajuda. Eles têm tanto direito à Assistência médica, social, segurança quanto eu, e o helicóptero atenua severamente contra essa injustiça. O GTA já resgatou mais de 400 pessoas em 3 anos, sem distinção de condição socio-financeira, inclusive índios de aldeias no Parque do Tumucumaque onde só se chega após uma semana de caminhada.
    5º: O IBAMA é um Órgão Federal e aluga helicópteros esquilo, por um aluguel beeem mais caro que o do GTA.
    6º: Quem trabalha na aviação sabe que quando se tem somente uma aeronave, fica a mercê de transtornos operacionais por conta das revisões obrigatórias (de 100 em 100 hs de vôo, 500, 1000 e por aí vai.)
    7º: Um helicóptero esquilo B2 está em torno de R$ 7 milhões, e isso é o mais barato. Ainda tem que pagar o seguro, manutenção e revisões, que custam o olho da cara. Detalhe: não é só comprar e levar, tem uma fila de espera enorme.
    8º: GTA conta com menos de 25 homens, que podem operar em todo o Estado. 25 homens a pé não dão conta de fazer um policiamento em um bairro sequer.
    9º: Qualquer solução operacional alternativa ao helicóptero ao se deslocar pro interior do Estado é muito mais onerosa em termos de equipamentos, infraestrutura e efetivo. Tentem montar uma “companhia fluvial de policiamento e resgate” para os arquipélagos do nosso estado e façam as contas de qtos barcos, lanchas, homens, combústível, prédios e bases em pontos estratégicos. O que sairia mais em conta?!?!
    10º: Sou politicamente “da oposição” ao Governo Waldez, mas procuro me informar para poder criticar. Quem acredita ser um absurdo o Estado precisar de um helicóptero não entende das necessidades reais do Amapá, talvez precise fazer uma visita ao Bailique de barco e após 8~12h de sol no lombo repensar a importância de um helicóptero na remoção de vítimas em locais de dfícil acesso.
    11º: Espero não ser retaliado por “milicianos sem argumento” aqui no blog. Respeito a “liberdade de expressão!” do blog da alcinéia e espero ser respeitado como cidadão tb.
    12º====> 12… não conte com meu voto.

    Grato.

  • Esse ornamento aereo não em grande utilidade pois como já foi dito aqui, os acessos aos bairros pode ser feito via terrestre sem grandes problemas, além do que, as saidas de macapá em casa de fuga, ou grandes assaltos, podem ser facilmente monitoradas via terra também, se for pra buscar pacientes nos interiores então ele deveria pertencer a secretaria de saúde e não a de segurança publica… mas o mais grave é que não temos nada que preste aqui, desafio alguem aqui a me dizer uma área essencial desse governo que funciona bem? só uma já serve.

    • Tenta ir buscar uma parturiente em estado de parto de alto risco lá em Cutias de carro, será que vaichegar viva??? E imagina um parente seu com hemorragia logo após um acidente altomobilistico lá na estrada do Jari, jorrando sangue precioso pra vida e ser conduzido por ambulancia até aqui em Macapá?? Reflita antes de se empougar com criticas infundadas.

  • Eu sou o dono do gafanhoto porrudo aqui da capitar, onde esse povo proviciano adora tirar retrato na expoeira,os pikeno adoram ver avoar por riba da cidade e que só alevanta voo se eu der a chave. porque comigo é assim dinheiro na mão, e o gafanhoto vira gavião!!!

  • Olha, Alcinéia,hoje, na av. Fab passou um comboio de caminhão escoltado de várias viaturas do bop, muitos carros de alguma empresa de vigilãncia e também pelo Gavião com voo extremamente baixo. parecia coisa de cinema americano. Alguns diziam que se tratava de uma grande remessa de dinheiro do governo.

  • Amigo,aqui não se trata da importância do Gavião,o que estamos tratando aqui é sobre PRIORIDADE.Um estado que não tem àgua,energia,combustível para colocar nos veículos da policia,não tem dinheiro para dar reajuste salarias para os policiais.Aí aluga-se um porra dessas a preço de ouro.O que eu gostaria de saber na verdade.Quem é o dono do Gavião.

  • O Gavião Uno não tá voando é? Obaaaaaa!!! Isso é ótimo pra nóis. Vamos lá gente. Não voa porque é culpa do Waldez, que não paga ninguém que é incompetente, que não tem compromisso, que é u asno, que é… tudo isso que os outros capirtos tão escrevendo aqui e que ainda vão escrever. Abraços para o senor Edward melo do DF que não sabe o que é gente morrendo de ferrada de cobra, pq aí não tem ais..

  • Eles acabaram toda a gasolina brincando na Expofeira, Eu vi, eles tavam só numa algazarra como dizia minha mãe..
    Brincando de Super Justiça social, Francamente que vergonha!!! Quando acaba a expofeira todo o dinheiro do estado some…..
    Prá quê uma festa desse porte?

  • Obama, erro é vc usar um blog de renome pra ficar dizeno asneira. Erro é deixar que pessoas morram sem transporte de emergencia, ou fazer com que a criminalidade se sinta a vontade pra agir penetrando pelos cantos e becos sem monitoramento aéreo. Erro é uma capital não contar com um importante equipamento em operações policiais de busca e resgate! Vc acha que a sua vida e de seus familiares, sua segurança tem preço? Arruma outra ideia pra bater no WG, esse não colou… Pelo visto vc não sabe nada sobre segurança pública…

    • Caro Carlos, lamentavelmente falta tanta coisa de maior importancia pra enchermos a boca e chamarmos Macapa de capital de Estado de forma merecida, saude, eudcacao, saneamento basico, agua, luz banda larga…….

    • Prezado,não consigo entender como alguém que se acha tão inteligente que acessa este renomado blog pode encontrar uma forma de defender este equipamento:

      -Primeiramente vc referiu este gafonhoto a transporte de emergência? Te digo que com este dinheiro dava para manter um posto de saúde equipado e com médicos em cada municipio do Amapá, realizar programas de saúde nos municípios e em ultimo caso alugar um TAXI aéreo;
      – Segundo vc falou que a criminalidade aqui no Amapá se esconde em becos? Te informo que aqui no Amapá não temos morros e nem favelas gicantescas como no RJ. Aqui no Amapá este gafanhot sobrevoa quando tem fuga de bandido no IAPEN, mas para evitar é só pagar bem os agentes que lá trabalham;

      -terceiro vc falou mais uma vez em resgate?Durante o tempo que este gafanhoto está ganhado dinheiro aqui só existiu um epsódio que teve que buscar um paciente no inteerior do estado (sucurijú). Mas é um grande erro pois o gafanhoto não possui equipamentos de primeiro socorros, para isto também temos a FAB;

      Para completar eu não entendo mesmo de segurança pública quando um governo coloca no orçmento um valor de 9 milhões para a segurança Pública,e sendo que para a o setor de comunicação (p/ pagar jornalistas jabazeiros) ele coloca um orçamento de 14 milhões, ate posso ser ignorante mas não sou doído e nem hipocríta.

  • Estranho mesmo… Mas se eu fosse o dono do gafanhot’ao…Eu deixaria parado, pois sem receber aluguel com alguns carros alugados para o GEA e PMM ‘e complicado.

    Se o Governo queria um gafanhot’ao…Seria melhor comprar um… Sai muito mais barato!

  • Ele só levanta o voou 3(três) dias por mês.Exatamente no período de pagamento o 27(vinte e sete) dias restante ele fica parado.Porque ele não é dispensado ?Porque o Waldez é um governador que não manda.

    • O imbecil, se vc ver a planilia de voo do Gavião uno, vai ver que o restante dos dias ele está sauvando vidas pelos interiores.

  • Segundo o Claudio Humberto esse é o SarneyAir. Se tá faltando pra esse, imagina pros outros.
    Miuleke, que bateu retrato do gaviâo na ex-Feira Agropécuária, atualmente denominada Paraíso do Tonhão.

  • Esse “brinquedo” do governo é sem dúvida um dos maiores erros de administração do dinheiro público deste fracasado governo.
    O custo benefício deste briquedo é absurdamente elevado na faixa de “meio milhão de reais” mensal, isso dá uma conta para o governo de cerca de 18 bilhões durante três anos de vôo, da para se comprar três aeronave deste tipo, sendo que o indíce da criminalidade não diminui após o aluguel deste briquedo; Agora a pergunta que devemod fazer é a seguinte:
    – existiu licitação para o alugel deste brinquedo?
    – quem é o dono deste brinquedo.
    – qual o valor gasto pelo governo com este brinquedo?
    – E o ministério Público por onde anda?

    • Pergunto a esse sidadão “OBAMA”, QUAL O VALOR DE UMA VIDASALVA PELOS OPERADORES DESSES “BRINQUEDO”,? Ele tem ideia,, alguem da família dele jácaiu de umaçaiseiro num lugar de difícil acesso? ou já levou umapicada decobra lá no Sicurijú e chegou a tempo de ser medicado e recuperado sem sequelas por com da velocidade do atendimento e transporte de uma aeronave? DESCULPE, mástem uns “pré-histéricos naltagicos que nunca sairam do mundinho deles, que não viram o quanto um “briquedinho” desse já faz parte do sistema de segurança e salvamento devidas de muitos estados brasileiro desde a década de 70.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *