Voucher – PMDB se rebela

Tá na Folha

PMDB se rebela por prisão de ex-deputado filiado ao partido
Bernardo Mello Franco e Catia Seabra

O PMDB ensaia nova rebelião contra o governo por causa da prisão do ex-deputado Colbert Martins (PMDB-BA) na Operação Voucher.

A insatisfação é endossada pelo vice-presidente Michel Temer, que fez queixas à presidente Dilma Rousseff e ligou para o aliado no sábado, após ele deixar a cadeia.

Temer diz que não há provas do envolvimento do peemedebista em fraudes no Ministério do Turismo e que a ação da Polícia Federal causou danos à imagem da sigla.

O episódio pode ser usado como justificativa para retaliação ao Planalto no Congresso, onde o partido já reclama da baixa liberação de emendas parlamentares.

Embora o ministro Pedro Novais (Turismo) pertença ao PMDB, a legenda culpa seus dois antecessores petistas, Marta Suplicy e Luiz Barretto, pelo suposto esquema de fraudes na pasta.

A sigla diz que Colbert assumiu cargo no ministério em abril, quando a PF já investigava os desvios, e seguiu parecer técnico ao destinar verbas à ONG Ibrasi, suspeita de fraude no Amapá.

“Colbert é o maior injustiçado desta história”, diz o ex-ministro Geddel Vieira Lima (BA), ligado ao ex-deputado.

O vazamento da foto de Colbert na cadeia, sem camisa, acirrou os ânimos na sigla contra o governo e a PF. O PMDB promoverá dois atos de desagravo a ele: hoje, na Bahia, amanhã, em Brasília. (Leia mais)

  • O desvio da verba pública e os esquemas fraudulentos devem ser tratados como crime hediondo, pois tais atitudes lesam principalmente a camada mais pobre da população, aquela que deve ser assistida com as mais básicas das necessidades, como a saúde por exemplo. O grande responsável por grande fatia do bolo que hoje se encontra a nação, agora pede à Presidente que pegue leve com legenda que lhe deu grande respaudo para instalar a teia a qual a Presidente está atada. A ameaça dos partidos da base aliada em não votar mais nada na Câmara até a liberação de verbas de emendas é o grande indicador do que ela vai enfrentar caso não “pegue leve”. Agora cá prá nós, aonde está a dignidade das pessoas que tem o seus mais sagrados direitos que são saude e educação vilipendiados por grandes rapineiros que hoje reclamam dignidade humana e que infestam a nação?

  • Apesar de ser motivo de regozijo operações que desmontar esquemões que há anos delapidam os cofres, não podemos negar que as mesmas não são de todo republicanas. Apertam alguns e até agora nada chegou pesado no PT: porquê será?? Alguém acredita no Papai Noel, Curupira, na Loira do Taxi e em gestores, que ordenam despesas de caras operações, simultâneas em vários estados) que dizem que de nada sabiam?

    Temos de estar atentos para a volta do chicote e as indenizações que implicados irão ganhar, oriundas do meu e do seu imposto (sem prejuízo de acreditar que nosso CPenal é feito para isso mesmo: dificultar a penalização de quem tem dinheiro). No mais, os demais escândalos (Transportes, Agricultura, Palocci) foram apontados por VEJA, ESTADÃO, FOLHA… Onde estava a PF? Continuem escutando, investigando e prendendo. Mas uma instituição que parece se prestar à maquinações de partido totalitário ou à revanches por insatisfações intestinas..?? Isso é temerário.

    • Um exemplo do que digo, em um respeitado blog paraense:

      “Silêncio ensurdecedor
      O povo quer saber: o Chico Ferreira, que está preso por ter mandado matar os irmãos Novelino, fez depoimentos bombásticos à Polícia Federal, envolvendo muita gente conhecida e poderosa. Mas há anos ninguém fala algo a respeito nem se tem notícia de qualquer iniciativa na apuração das denúncias,muito menos responsabilização dos envolvidos. Por que será, hein?”

      uruatapera.blogspot.com

  • Meu Deus! O que e choca é, “eles” (PMDB/PT/PR/PP…) se acharem HONESTOS! Onde iremos PARAR!!!

  • “a ação da Polícia Federal causou danos à imagem da sigla”. Mais? A estratégia é mudar de sigla, como fez o PFL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *