Alcinéa Cavalcante

Liberdade de expressão!
Macapá - Amapá

Tolstoi

Bom dia!

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 15/04/15 as 5:22 am

b3

MP 660 – Vitória dos servidores do Amapá e Roraima

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 14/04/15 as 11:58 pm

mp660O Senado Federal aprovou  nessa terça, 14, a Medida Provisória 660  que autoriza os  servidores civis e militares dos ex-territórios do Amapá e de Roraima a se transferirem para o quadro de pessoal em extinção da União. Além disso ficam assegurados aos policiais militares e bombeiros militares os mesmos vencimentos pagos a esses profissionais do Distrito Federal.
A votação restabeleceu textos que foram derrubados há uma semana pela Câmara dos Deputados. A aprovação foi bastante comemorada pelos servidores amapaenses que lotaram as galerias, gritaram e aplaudiram ao final e manifestaram gratidão ao senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) por todo empenho e articulação que fez para a aprovação da MP que beneficia milhares de   servidores do ex-territórios do Amapá e  Roraima.

O texto volta agora para a Câmara dos Deputados que tem até o dia 3 de maio para votar a matéria.

Mais sobre o assunto você lê em:
Blog do Randolfe –  clicando aqui
Portal de Notícias Seles Nafes – aqui

City tour político

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 14/04/15 as 11:56 pm

A Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa (CTUR)  começa a  visitar os monumentos turísticos do Estado ainda neste mês de abril para elaborar um  relatório sobre a atual situação dos espaços e debater com o Governo do Estado  alternativas para receber os turistas em condições ideais.

As primeiras visitas serão aos pontos turísticos de Macapá, como  Trapiche Eliezer Levy,  Casa do Artesão, Fortaleza de São José, Parque do Forte,  Museu Sacaca e Marco Zero.
O que eles vão ver nessas visitas é o que todo mundo já sabe: o trapiche Eliezer Levy está para cair, é um perigo andar por lá com tantas tábuas soltas; o Parque do Forte, que era chamado de lugar bonito, hoje é o lugar feio, sujo, escuro e perigoso; e  Casa do Artesão  e Marco Zero precisam de reformas urgentes.

Entre aspas

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 14/04/15 as 11:20 pm

“Daqui a pouco vão querer diminuir para seis anos e as crianças continuarão desprotegidas; o que falta não é punição e sim que se ofereça políticas públicas para evitar a violência; o que falta mesmo é educação”
Deputado estadual Pedro da Lua sobre redução da maioridade penal

Senai-AP vai oferecer cursos na modalidade educação à distância

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 14/04/15 as 11:15 pm

Brasília – O Conselho do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) credenciou os Centros de Formação Profissional de Macapá e de Santana para que possam ofertar cursos de educação profissional técnica de nível médio na modalidade de Educação a Distância (EAD).

Os cursos técnicos em Segurança do Trabalho, Edificações, Redes de Computadores e Informática tem carga horária que varia de 1.200 a 1.440 horas, sendo que somente 20% serão presenciais.

A nova modalidade de aprendizado está prevista para ser ofertada no segundo semestre de 2015.
(Ascom)

CEA tem novos diretores

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 14/04/15 as 11:10 pm

A Reunião do Conselho de Administração da CEA (Consad) desta segunda feira, 13, elegeu e deu posse aos novos membros da Diretoria Executiva da Companhia de Eletricidade do Amapá  (CEA). A Eletrobrás indicou e o conselho referendou os nomes do engenheiro eletricista, Luiz  Eugênio Machado de Souza, como Diretor de Operação (DOP) e do advogado, Eli Pinto de Melo  Júnior, funcionário de carreira da Eletrobrás/Eletronorte como Diretor Administrativo e Financeiro  (DAF) da Companhia.

Mandado?

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 14/04/15 as 11:04 pm

mandado

Há 52 anos

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 14/04/15 as 10:45 am

Em 14 de abril de 1963 foi fundada em Macapá a Associação Amapaense de Imprensa, no pavilhão da extinta Piscina Territorial, às 20h30.
Os fundadores: Paulo Conrado, Alcy Araújo Cavalcante, Agostinho Nogueira dos Santos, Antonio Munhoz Lopes, Coaracy Sobreira Barbosa, Ezequias Ribeiro de Assis, Fernando Laércio dos Santos, Padre Jorge Basile, Juarez Boas Novas de Azevedo Maués, Luís Ribeiro de Almeida, Manoel Joaquim Brasil, Mário Quirino da Silva, Terêncio Furtado de Mendonça Porto e Newton Cardoso.

No Amapá, Polícia Militar inaugura biblioteca para atender a comunidade

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 13/04/15 as 9:00 pm

A Polícia Militar inaugura,  sexta-feira, 17, a biblioteca da Unidade de Policiamento Comunitário (UPC) do Araxá/Pedrinhas. O local vai disponibilizar cerca de 2 mil livros para a comunidade. O funcionamento será das 8h às 13h.

O material da biblioteca foi doado pela Escolas Estaduais Professor Gabriel Almeida Café, Colégio Amapaense, além da escola privada Núcleo de Educação Integrada e policiais militares. O acervo conta com obras de diferentes temas, como livros didáticos de ensino fundamental e médio, contos, romances, ficção científica e revistas.

No espaço, também serão atendidos 50 alunos de 10 a 16 anos, divididos em cinco turmas. Eles terão aulas de reforço de matemática voltado para o ensino fundamental, ministradas por um técnico da UPC. Ler o restante do post »

Mais de 140 ações contra a Unimed no Amapá

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 13/04/15 as 8:45 pm

Deputado Paulo Lemos rompe contrato com Unimed Macapá durante sessão na AL
Texto: Junior Nery

O ato ocorreu por causa da  má qualidade dos serviços prestados no Amapá e em solidariedade aos familiares da professora Natanilce Silva e Souza, 37 anos, que morreu no início deste mês após ser atendida no Hospital da Unimed. Nesta segunda-feira, 13, a família e amigos da professora ocuparam a galeria da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) para clamar por justiça e empenho do Legislativo para apurar as causas da morte, ainda sem esclarecimento.

Em protesto, Paulo Lemos (PSOL) quebrou o próprio cartão de usuário e anunciou o rompimento contratual com a Unimed no Estado. “É inaceitável a forma como a cooperativa trata seus clientes. São centenas de casos conhecidos que nos leva a repudiar o atendimento feito pela Unimed Macapá. Eu também sou cliente, pago regularmente meu plano, mas a partir de hoje, rompo meu contrato com essa operadora”, esbravejou o deputado.

A ação do deputado exprime o sentimento de indignação de centenas de pessoas insatisfeitas com os serviços prestados pela cooperativa. Atualmente, mais de 140 processos tramitam na Justiça amapaense contra a Unimed Macapá. “A morte da professora Natanilce é apenas mais um dos diversos casos de falta de responsabilidade de uma empresa que se propõe a cuidar da saúde de seus clientes”, reitera Lemos.

Natanilce era professora da escola São José, que fica dentro do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), casada e mãe de um filho. De acordo com o irmão, Natanaelson, houve negligência por parte dos médicos que não prestaram atendimento qualificado.

Ele conta que a irmã deu entrada no hospital da Unimed no dia 3 de abril, com fortes dores de cabeça e vômito. “Foi tratada com medicação básica de praxe e foi dispensada no mesmo dia, mesmo sem condições de voltar pra casa. Eles sequer a internaram”, relata Natanaelson.

Segundo ele, Natanilce retornou à Unimed no sábado, dia 4, sem sinal de melhora. “Os médicos sequer solicitaram de exames mais complexos para diagnosticar o real problema. Perguntávamos constantemente o que estava acontecendo e nos respondiam apenas que estavam apurando. Perguntávamos de que forma, e obtínhamos sempre a mesma resposta: estamos apurando”, conta. E mais uma vez, os médicos deram alta à paciente.

No domingo, a professora deu entrada novamente na emergência do hospital, desta vez, desacordada e, após atendimento, não resistiu e faleceu. “É inaceitável essa situação. E o pior de tudo, é que, até hoje, desconhecermos a causa-morte da minha irmã”, lamenta. A família chegou a solicitar ao Instituo Médico Legal (IML) para que apurasse a razão da morte de Natanilce, porém, o instituto não possui corpo especializado para este tipo de necropsia, senão em casos de morte violenta.

Por intermédio do gabinete de Paulo Lemos, os deputados Jacy Amanajás (PROS) e Dr. Furlan, respectivamente presidente e vice-presidente da Comissão de Saúde e Assistência (CAS), da Alap, devem averiguar o caso de Natanilce. O presidente da Comissão de Direitos Humanos, deputado Pedro Dalua (PSC) garantiu também apoio na apuração dos fatos.

Ascom/Paulo Lemos

Imprensa de luto – Morre Samuel Silva

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 13/04/15 as 8:34 pm

samuelAos 45 anos de idade e mais de 20 de profissão, morreu na manhã de hoje o repórter fotográfico do Diário do Amapá Samuel Silva, o Samuca.
Por volta das 9h30, quando se preparava para ir trabalhar, Samuca foi acometido de um infarto fulminante e faleceu em sua própria casa.

Pessoa doce e muita querida, sua morte abalou não apenas os colegas de profissão, mas também autoridades, políticos, gestores e tantas outras pessoas que foram clicadas por ele nestes mais de 20 anos.

Seu corpo está sendo velado na Capela São José (Rua Jovino Dinoá com Av. Cora de Carvalho). Às 7h30 da manhã será celebrada missa de corpo presente pelo padre Paulo Roberto. O sepultamento será às 9h no cemitério São Francisco de Assis.

Em nota o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amapá ressaltou que Samuel Silva “foi um profissional que engrandeceu com dedicação e profissionalismo o jornalismo amapaense”.

O Governo do Amapá também lamentou a morte de Samuel e em nota disse que  ele era conhecido como uma pessoa generosa e companheira que fazia de todos que o conheceram, seus amigos e admiradores.
“Através do apuro técnico e da sensibilidade de seu olhar, os leitores do Diário puderam participar dos fatos mais importantes do cotidiano amapaense nas últimas duas décadas, período em que com sua câmera em punho, registrou também instantes inesquecíveis da vida da capital e do interior do Estado.”

A Prefeitura Municipal de Macapá também emitiu nota apresentando condolências aos familiares e amigos.

Bon appétit

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 12/04/15 as 12:28 pm

bacalhauBacalhau ao forno, feito pelo mano Alcione, pene com frutos do mar (feito pela sobrinha Allane) e um bom vinho verde

Artigo dominical

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 12/04/15 as 7:30 am

As duas montanhas 
Dom Pedro José Conti,  Bispo de Macapá

Certa vez, existia um homem de coração simples. Vivia, porém, atormentado por uma angústia: na frente da sua casa e do seu campo havia duas montanhas altíssimas.

– Se elas não estivessem ali – ele pensava – nós poderíamos levar as nossas vaquinhas direto para beberem a água do rio que está do outro lado. Pensou muito e, quando chegou à idade de noventa anos, convocou toda a família. Olhou bem nos olhos de todos e depois falou: Ler o restante do post »

As mangueiras da Av. FAB

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 12/04/15 as 12:06 am

mangueiras

Escolas são climatizadas com emendas de Randolfe

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 11/04/15 as 11:25 pm

O Centro de Formação Profissional do Amapá (CEPA) recebeu esta semana 17 centrais de ar-condicionado de 24 mil BTUS, parte de um pacote de equipamentos adquiridos com uma emenda de autoria do senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP).
O senador Randolfe também destinou recurso na ordem de R$265 mil para aquisição de 40 centrais de ar condicionado para Escola Estadual Santina Riolli, além da construção de uma sala de dança, necessidades apontadas pela própria direção da instituição.

Prateleiras de medicamentos vazias

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 11/04/15 as 11:11 pm

O vereador Richard Madureira fez uma visitinha básica à  Farmácia Popular de Santana e saiu de lá indignado: as prateleiras praticamente vazias.
De lá voltou direto para a Câmara e protocolou  requerimento pedindo medidas urgentes para solucionar o problema.
E  disparou:  “É inadmissível que o descaso da administração municipal com o setor da saúde chegue a esse ponto. Enquanto isso, centenas de medicamentos vencidos são descartados de qualquer forma por esta gestão”

santana1Prateleiras da Farmácia Popular de Santana
(Foto: Andreza Sanches)

Viaturas do Bope no Amapá podem parar por falta de manutenção

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 11/04/15 as 10:47 pm

“O Bope  passa por situações estruturais precárias de funcionamento”, foi o que a deputada estadual Luciana Gurgel (PHS) ouviu do próprio comandante do Batalhão, tenente-coronel Jackson Rodrigues, na visita que ela fez esta semana ao Batalhão.
No Bope apenas quatro viaturas estão rodando, mas, segundo o que Rodrigues disse à parlamentar, podem parar a qualquer momento por falta de manutenção.
O ônibus que transporta a tropa já está parado por falta de uma peça que custa apenas R$ 5 mil.
E assim a bandidagem comemora, solta foguetes e faz a festa promovendo assaltos a toda hora e em todos os cantos da cidade, até em escolas.

Bingo artístico

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 11/04/15 as 9:30 pm

O Imazônia – Instituto de Poéticas Visuais da Amazônia – promove neste domingo, 12, a partir das 10 horas, um bingo artístico com sorteio de cinquenta belíssimas obras de arte.
O objetivo é angariar fundos para estruturar a sede do Instituto,  que  já atende dezenas de pessoas em risco social.
A cartela custa apenas R$ 10. Se você tiver sorte leva para casa por dez reais obras cujos valores variam de R$ 2 mil a R$ 10 mil.
O bingo será na sede do Instituto, na Avenida Almirante Barroso, 465, entre Leopoldo Machado e Jovino Dinoá.

Esta é uma das obras que será sorteada:
auriney2Cavalgada ao Por do Sol
Autor: Auriney Brito
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 79cm x 105cm

Amizade é assim: doce, doce, doce

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 09/04/15 as 10:10 am

pirulito1

Macapá era assim

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 09/04/15 as 2:20 am

a-Praça Veiga Cabral 1908 002Praça Veiga Cabral em 1908

Swissleaks – Embaixador da França promete a Randolfe ajudar na liberação dos dados

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 09/04/15 as 1:25 am

randolfe-frances1Senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) encontrou-se ontem, quarta-feira, com o embaixador da França no Brasil, Denis Pietton.

No encontro os dois falaram sobre o escândalo Swissleaks e parcerias empresariais entre o Amapá e a França.

Pietton disse ao senador que vai ajudar no que for preciso para a liberação dos dados obtidos pelas autoridades francesas  sobre o caso HSBC – caso conhecido como Swissleaks.

Randolfe é vice-presidente da CPI do HSBC.

Marconi Pimenta é novo diretor da Escola Judiciária Eleitoral

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 09/04/15 as 12:56 am

marconi1O juiz Marconi Pimenta foi aclamado ontem, por unanimidade,  novo diretor da Escola Judiciária Eleitoral (EJE) do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP). Ele substitui a juíza Elayne Cantuária  que ocupou o  cargo durante o biênio 2013/2015.

Lembro quando Marconi, junto com Rommel Araújo, Alaíde e Lages, formaram um quarteto imbatível na comissão de fiscalização e propaganda numa eleição. Os candidatos mal intencionados tremiam ao ouvir os nomes deles.
Dizia-se na época que os quatro não dormiam pois estavam a qualquer hora do dia ou da noite de olhos bem abertos fiscalizando, checando denúncias, prendendo compradores de votos e apreendendo material de propaganda.

Décio Rufino na Corte Eleitoral

rufino1Também em  sessão solene ontem, quarta-feira (8), o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP), desembargador Carlos Tork, empossou o juiz Décio Rufino como membro da Corte.
Rufino foi saudado por todos os membros da Corte, que destacaram sua constatada competência na magistratura.
“Estou honrado em voltar a atuar na Justiça Eleitoral, pois fui juiz de várias zonas do Estado”, disse Rufino. Considerado um dos mais competentes juízes do Amapá, Décio Rufino não perde a humildade. “Estou pronto para aprender com meus pares”, enfatizou.
Além de competente juiz, Décio Rufino é também ótimo compositor e cantor , inclusive já lançou até CD.

Senado aprova o novo marco legal da biodiversidade

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 08/04/15 as 5:46 pm

O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (8) o texto base do novo marco legal da biodiversidade.
O senador João Capiberibe (PSB-AP) considerou a decisão um avanço importante. “Ficamos muito tempo sem uma lei que pudesse regular o acesso da pesquisa aos conhecimentos tradicionais associados aos recursos da biodiversidade. Agora a expectativa é que a Câmara dos Deputados confirme o trabalho feito pelo Senado e aprove definitivamente o projeto”.

O senador acredita que o projeto tem que garantir equidade social, conservação ambiental, participação popular e respeito às diferenças étnicas e culturais. Além disso, a repartição dos benefícios com as populações e agricultores tradicionais e povos indígenas deve ser obrigatória, de forma que o resultado financeiro obtido pelo acesso aos conhecimentos tradicionais associados ao patrimônio genético nacional contribua para o desenvolvimento sustentável.

Três pontos ainda divergentes serão analisados separadamente na próxima semana, são eles: o que prevê

Ler o restante do post »

O açaí em debate amanhã na Assembleia Legislativa

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 08/04/15 as 4:54 pm

Embrapa orienta Boas Práticas de Fabricação para amassadeiras de açaí
Texto: Dulcivânia Freitas – Fotos: Fábio Martins

A instituição vai distribuir cartilhas na Audiência Pública da Assembleia Legislativa

embrapa1A Embrapa participa da Audiência Pública da Assembléia Legislativa do Estado do Amapá, na manhã desta quinta-feira, 9/4, em Macapá (AP), que tem a proposta de discutir questões referentes a casos de Doença de Chagas associados ao consumo de açaí beneficiado nas amassadeiras instaladas no estado do Amapá. A Doença de Chagas é transmitida pelo protozoário Trypanosoma cruzi,  que pode ser encontrado no inseto conhecido como “barbeiro”. A Audiência Pública é proposta pelos deputados estaduais Dr. Furlan (PTB) e Jaci Amanajás (PROS).

Nas cidades da região Norte, as amassadeiras de açaí – ou batedeiras – têm destaque no comércio, mas nem sempre seguem as Boas Práticas de Fabricação de Alimentos (BPF). Essas práticas contribuem para a prevenção de doenças como cólera, Doença de Chagas, hepatite, giardíase e amebíase. “As regras das Boas Práticas de Fabricação servem tanto para as pequenas indústrias de polpa de açaí, quanto para as batedeiras de açaí, porque essas também são consideradas unidades de fabricação de alimentos”, explica a pesquisadora da Embrapa Amapá, Valeria Saldanha Bezerra, autora da cartilha “Planejando batedeiras de açaí”. A publicação será distribuída aos participantes da Audiência Pública.

O objetivo das regras das Boas Práticas de Fabricação é auxiliar as pessoas que trabalham com o processamento de alimentos, para que possam eliminar quase na totalidade os riscos de contaminação do alimento que produzem. “O batedor de açaí deve se preocupar desde a compra da matéria-prima, ou seja, verificar sempre a procedência do fruto de açaí, como é feita a coleta, o transporte, até o local de beneficiamento do produto final, sem esquecer da qualidade da água”, reforça a pesquisadora. O batedor deve seguir as regras das Boas Práticas de Fabricação para garantir um açaí seguro à saúde.

embrapa2

A cartilha da Embrapa traz dicas desde a escolha do local para instalar uma amassadeira, estrutura, paredes e pisos e instalações sanitárias, até a localização do ambiente do lixo e outros materiais descartados. Hábitos relacionados ao pessoal que trabalha nas amassadeiras também constam na cartilha. “Os funcionários devem lavar sempre as mãos, higienizar com álcool em gel, usar uniforme, roupas claras, rede no cabelo e botas de borrachas”, acrescenta a pesquisadora da Embrapa.

Outra recomendação da Embrapa é sobre o armazenamento dos frutos de açaí, a qualidade da água utilizada na amassadeira, as ações de controle de pragas e animais, a limpeza e higienização dos equipamentos e utensílios.

Para prevenir contaminação é importante remover pedaços de insetos, folhas e paus, e o peneiramento. Em seguida, fazer a pré-lavagem dos caroços de açaí e uma desinfecção com água clorada (150ppm/litro de água) e o enxague. Logo depois, vem a fase do branqueamento dos frutos. “O branqueamento é feito mergulhando o cesto com os frutos de açaí em água quente a 80°C durante 10 segundos. Depois desse tempo de 10 segundos, mergulha os frutos em um recipiente com água em temperatura ambiente. A diferença de temperatura inativa o protozoário causador da Doença de Chagas”, explica a pesquisadora. A cartilha da Embrapa contém a planta baixa de uma amassadeira dentro das normas das Boas Práticas de Fabricação (BPF).

A Audiência Pública contará com representantes do Instituto Estadual de Pesquisas Científicas e Tecnológicas (IEPA), da Vigilância Sanitária, do Sindicato dos Batedores de Açaí do Amapá, do Instituto Evandro Chagas (Pará) e de outras instituições que atuam em questões relacionadas ao tema. De acordo com o deputado Dr Furlan, a Audiência será um espaço para abordar o processo de preparo do açaí e os mecanismos de eliminação do protozoário Trypanosoma cruzi, para que seja evitado o surgimento de novos casos da doença. Em novembro do ano passado, a Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CVS) do Amapá informou à imprensa que intensificaria as fiscalizações em batedeiras de açaí e em locais onde ocorrem o manejo do fruto. A medida foi tomada após a confirmação de oito casos de Doença de Chagas no Amapá só em 2014.

A cartilha “Planejando batedeiras de açaí” está disponível na íntegra, por meio do link:  http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br.

Já está faltando rua na Unifap pra tantos buracos

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 08/04/15 as 4:40 pm

Ruas da Universidade Federal do Amapá são tomadas por buracos
Texto e fotos: Dora Abreu

unifap1A Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) este ano completou 25 anos da sua criação e hoje já possui mais de 30 cursos entre graduação, mestrado e doutorado, consagrando-se como importante instituição na sociedade amapaense. Porém, a universidade sofre com uma infraestrutura precária das vias do seu maior campus, o campus Marco Zero.
A universidade no início do mês de fevereiro passou por uma Operação “Tapa buracos”, mas visivelmente nada mudou e o campus continua com o mesmo problema.

unifap2
Com um grande fluxo de carros todos os dias, cada vez mais cresce o número de buracos e os antigos, aumentam. À noite, o perigo é ainda maior, pois outro problema do campus é a escuridão. Dois carros não passam ao mesmo tempo, um precisa parar para o outro passar.

As vias que há muito não recebem asfalto, quando muito, tem os buracos tapados com concreto.

E é assim que a Universidade Federal do Amapá recebe o público e os visitantes que chegam

Inca recomenda redução de agrotóxicos para prevenir câncer

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 08/04/15 as 4:21 pm

Inca condena uso de agrotóxicos e recomenda redução para prevenir câncer
Vinícius Lisboa – Repórter da Agência Brasil

O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) se posicionou hoje (8) contra o modo como os agrotóxicos são usados no Brasil, recomendando sua redução em um documento de cinco páginas, no qual ressaltou os riscos dessas substâncias para a saúde e de contribuírem para a incidência de câncer.

“O modelo de cultivo com o intensivo uso de agrotóxicos gera malefícios, como poluição ambiental e intoxicação de trabalhadores e da população em geral”, diz o documento, que, além de apontar as intoxicações causadas imediatamente após a exposição, também enumera efeitos que aparecem após anos de exposição: “Dentre os efeitos associados à exposição crônica a ingredientes ativos agrotóxicos podem ser citados infertilidade, impotência, abortos, malformações, neurotoxicidade, desregulação hormonal, efeitos sobre o sistema imunológico e câncer”. (Leia a matéria completa aqui)

Vivas Emoções

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 08/04/15 as 12:37 am

Minha amiga Marilina Baccarat lança no próximo dia 23 seu décimo livro. “Vivas Emoções”. São contos e crônicas da melhor qualidade. Recomendo.

marilina

Aprovada a MP 660

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 07/04/15 as 10:58 pm

No Senado, Randolfe vai tentar reverter votação que não contemplou militares

A Câmara dos Deputados aprovou o texto original da Medida Provisória 660, em sessão acompanhada pelos senadores Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), além da deputada federal Marcivânia Flexa (PT-AP) e o prefeito de Macapá Clécio Luis que fez questão de estar presente.

Apesar da aprovação, o governo fez dois destaques, um deles afetou diretamente um grupo de servidores do Amapá. Foi retirado do projeto de lei de conversão do artigo que estende qualquer mudança de remuneração dos policiais militares do Distrito Federal para os policiais militares dos ex-territórios, inclusive inativos e pensionistas, pertencentes ao quadro em extinção. O artigo também estendia a esses policiais a assistência à saúde prevista em decreto.

Os deputados já aprovaram o texto-base da MP, que permite aos servidores dos ex-territórios do Amapá e de Roraima optarem pelo quadro  de pessoal da União, da mesma forma que os servidores e empregados de Rondônia. A bancada do PSOL na Câmara votou de forma unânime a favor dos servidores amapaenses.

O senador Randolfe Rodrigues que acompanhou o passo a passo de todo este processo e que foi relator-revisor da MP, horas antes da votação no plenário da Câmara, esteve em reunião de líderes e pediu pela aprovação de todos os itens do projeto. Mas, a íntegra do texto precisava ser submetida ao plenário. “Lamentavelmente, perdemos por sete votos: 221 x 214. Vou procurar, aqui no Senado, reparar equívoco cometido na Câmara. Vou restaurar o texto conforme aprovamos na Comissão Mista criada para analisar a MP. Vou lutar para contemplar os policiais e bombeiros militares”, disse Randolfe.

(Texto: Assessoria de comunicação do senador Randolfe)

Agora – Incêndio no bairro Pacoval

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 07/04/15 as 10:19 pm

incendio2Um incêndio de grandes proporções está deixando desesperados moradores da Av. Pernambuco próximo a Rua Goiás no bairro Pacoval, na zona norte de Macapá.
Informações repassadas ao blog por moradores do perímetro dão conta que o fogo começou numa casa de madeira, passou para uma árvore, chegou a uma segunda casa e já estaria na terceira.
Quatro carros do Corpo de Bombeiros estão no local tentando debelar o fogo.
“Muito triste tudo isso. Pessoas humildes desesperadas na rua “, disse ao blog a jornalista Liliam Guimarães.
Ela mora uma rua depois  de onde está acontecendo o incêndio. E de lá fez estas fotos e cedeu ao blog.
incendio1

Atualização às 23h15 – O Corpo de Bombeiros já controlou o fogo. Na verdade, o incêndio não atingiu três casas: apenas uma de construção mista (madeira e alvenaria). A rápida ação dos Bombeiros impediu que o fogo se alastrasse para imóveis vizinhos. Ainda não se sabe o que provocou o incêndio. A perícia – que vai indicar a causa – começará a ser feita amanhã.

Dia do Jornalista – É sempre bom lembrar que:

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 07/04/15 as 12:45 am

A ética deve acompanhar sempre o jornalismo, como o zumbido acompanha o besouro.” (Gabriel Garcia Marquez)

O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.”
(Cláudio Abramo)

Jornalismo é investigação sempre – quer ele resulte na renúncia de um presidente da República ou no fechamento de um buraco de rua que atrapalha o trânsito.” (Ricardo Noblat, no livro “Jornalismo é…”)

O bem mais precioso na vida de um jornalista não é o seu emprego, mas a sua credibilidade”
(Eugênio Bucci, in “Sobre Ética e Imprensa”, Editora Cia das Letras)

“O jornalista é um servidor público, não um político.” (James Linde)