Pra descontrair – Coisas que ouvi e li por aí

Troco massa, arroz e açúcar por papagaio. Preciso falar com com alguém.

Se virem que saí do Grupo, me coloquem de novo. É o desespero pra sair pra algum lado.

Nem em meus sonhos mais loucos, imaginei entrar mascarado no Banco e pedir dinheiro.

Nunca pensei que minhas mãos fossem consumir mais álcool que meu fígado. Nunca…

A Quarentena parece uma série da NETFLIX – quando acha que vai acabar, sai a próxima temporada…

Eu estou gostando da máscara, no mercado passei por dois pra quem devo dinheiro e não me reconheceram.

Se queixaram que 2020 tinha poucos feriados… Como se sentem agora?

Preciso manter distância social da geladeira… Testei positivo pra gordura abdominal.

Faltam duas semanas para que nos digam que faltam duas semanas para nos dizerem que faltam duas semanas.

Não vou acrescentar 2020 a minha idade. Nem o usei!

Queremos nos desculpar publicamente com 2019 por tudo o que falamos dele.

Minha lavadora de roupas só aceita pijamas, coloquei um Jeans…
Me mandou a mensagem #ficaemcasa

Me sinto como se tivesse 15 anos de novo. Sem dinheiro na carteira, com o cabelo comprido, pensando o que fazer com a minha vida e sem permissão para sair.

Nota de esclarecimento da Prefeitura de Macapá

Nota de esclarecimento

A Prefeitura de Macapá esclarece que a Polícia Federal e o Ministério Público Federal estiveram em diligência nesta quarta-feira, 8, na Secretaria Municipal de Saúde e nas Unidades Básicas de Saúde Lélio Silva e Álvaro Corrêa.  As equipes estiveram apenas nas farmácias destas UBS’s para ter conhecimento de um lote específico de medicamentos, a ivermectina. Foram ainda ao prédio administrativo da Saúde, onde foi requerido e entregue o processo de pagamento dessa medicação.

Desde já, o Município de Macapá reitera que está integralmente à disposição e tem total interesse em colaborar com qualquer investigação ou denúncia, a fim de que – o mais rápido possível -, todos os fatos sejam devidamente esclarecidos.

A Prefeitura de Macapá informa que o processo requerido pela Polícia Federal está disponível para acesso por toda a população no Portal da Transparência, no link https://macapa.ap.gov.br/coronavirus/transparencia/, e que já fez contato com os órgãos de controle externo e está acompanhando tudo de perto para colaborar no que for necessário e tomar todas as providências.

O Município de Macapá tem agido com total transparência, e isso permitiu alcançar a 3° melhor colocação no ranking da Transparência Internacional Brasil de contratações emergenciais no combate à Covid-19, no dia 29 de junho de 2020, realizado pela ONG Transparência Internacional entre as capitais brasileiras. Com 93,6 pontos, o portal da Prefeitura de Macapá foi classificado como ótimo (https://transparenciainternacional.org.br/ranking/). Esse ranking foi criado para avaliar a qualidade dos dados e informações sobre os contratos emergenciais em combate ao novo Coronavírus, que têm sido publicados em seus portais oficiais.

Prefeitura Municipal de Macapá

PF apura fraude à licitação no combate à Covid-19 em Macapá

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (8/7), a Operação Fiel da Balança*, com objetivo de apurar fraude em licitação realizada com recursos federais destinados ao enfrentamento à COVID-19, em Macapá/AP.
A ação é resultado de trabalho que contou com a participação do Ministério Público Federal (MPF).
Cerca de 30 policiais federais dão cumprimento a oito mandados de busca e apreensão em órgão público, Unidades Básicas de Saúde (UBS) e em endereços de empresas e pessoas físicas, em Macapá/AP. Os mandados foram expedidos pela 4a Vara Federal do Amapá.
Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de fraude à licitação, corrupção ativa e passiva, e, se condenados, poderão cumprir pena de até 16 anos de reclusão.
(Ascom/PMM)

Ô povinho imundo

Não tem jeito. Prefeitura limpa e povo sem conscientização, sem higiene e sem amor à cidade continua jogando tudo quanto é tipo de lixo nas vias, logradouros públicos e canais. Depois reclama quando a cidade tá suja ou quando uma chuvinha provoca alagamento.  Mas o alagamento muitas vezes é por causa dos bueiros entupidos de lixo.
É tanto lixo que para se ter uma ideia, só na manhã de hoje, a Prefeitura de Macapá recolheu mais de 40 toneladas em duas lixeiras viciadas.

Na Rua Hugo Alves Pinto, no bairro Perpétuo Socorro, foram retiradas mais de 30 toneladas de lixo, entre sofá velho, carcaça de geladeira e de máquina de lavar, lixo domiciliar e muito caroço de açaí, cenário que também se repetiu na Rua Projetada, bairro Cidade Nova, onde ocorreu a remoção de 10 toneladas de resíduos.

Pargel Vigilância e Segurança terá que contratar trabalhadores com deficiência ou reabilitados no Amapá

Uma decisão da 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT8) reformou sentença e acolheu pedidos do Ministério Público do Trabalho PA/AP (MPT) para condenar a empresa Pargel Vigilância e Segurança LTDA ao cumprimento da cota legal de contratação de pessoa com deficiência ou reabilitada, no Amapá. Os desembargadores acataram ainda o pedido do MPT referente à reparação por dano moral coletivo e condenou a ré ao pagamento de R$ 300 mil.

De acordo com a sentença, a Pargel fica obrigada a contratar, de imediato, trabalhadores com deficiência ou reabilitados conforme o artigo 93 da Lei 8.213/1991, tendo como base de cálculo todos os seus empregados, sob pena de multa diária de R$ 3.000 por vaga reservada e não preenchida. Além disso, a empresa deve garantir a acessibilidade total ao meio ambiente de trabalho para esses trabalhadores, de acordo com as normas municipais, estaduais e federais pertinentes, e afixar a sentença definitiva em locais públicos, em todos os seus estabelecimentos, a fim de dar publicidade ao conteúdo.

Se não obedecer o estabelecido, a Pargel Vigilância pagará multa diária no valor de R$ 3.000,00 por obrigação descumprida, cuja destinação deverá atender a reconstituição dos bens jurídicos lesados, a critério do Ministério Público do Trabalho. No caso de descumprir decisões liminares e definitivas proferidas nos autos do processo, a empresa fica ainda proibida de participar de licitações públicas.

Fonte: Ministério Público do Trabalho (PA/AP)

Prefeitura de Macapá faz cerimônia inter-religiosa da saudade em memória às vítimas da Covid-19

Neste sábado, 4, a Prefeitura de Macapá irá realizar uma cerimônia inter-religiosa da saudade em memória às vítimas da Covid-19. O momento de oração culmina com o registro da primeira morte na capital amapaense, há exato 3 meses. O evento também terá a participação do Instituto Joel Magalhães (Ijoma), que propôs ao Município esse momento.

Por conta do distanciamento social, não será possível o acompanhamento da cerimônia no local. Os fiéis poderão acompanhar a transmissão da cerimônia ao vivo pelas redes sociais da Prefeitura de Macapá. A celebração irá acontecer às 8h na área 2 de Covid-19, no Cemitério São Francisco de Assis, zona norte da cidade. Devem conduzir a cerimônia o padre Paulo Roberto, o espírita doutor Felipe Menezes, Pai Marcos (candomblé), Pai Salvino (umbanda) e o pastor Kelson.

Serviço
Data:
 04/07 (sábado)
Horário: a partir das 7h30
Local: Cemitério São Francisco de Assis
Endereço: BR-210

Fique atento! Vias interditadas

A Companhia de Trânsito e Transportes de Macapá informa que as ruas Hildemar Maia, entre as avenidas 13 de Setembro até Antônio Coelho de Carvalho; e Rua Santos Dumont, entre o trecho da Avenida Antônio Coelho de Carvalho até Clodóvio Coelho, localizadas nos bairros Santa Rita e Buritizal, estão interditadas para as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade até a data prevista de 20 de julho.

Segundo a Secretaria de Obras de Macapá, a liberação dos trechos será da seguinte forma: Rua Hildemar Maia, no trecho entre 13 de Setembro e Feliciano Coelho – dia 4 de julho; Rua Hildemar Maia, no trecho entre Avenida Feliciano Coelho e Avenida Henrique Galúcio – dia 9 de julho; e Rua Santos Dumont, no trecho entre Avenida Antônio Coelho de Carvalho e Avenida Clodóvio Coelho, as obras ocorrerão até 20 de julho. Após essa fase, será feito o cronograma de asfaltamento das vias.

A CTMac pede aos condutores de veículos automotores, ciclistas e pedestres que redobrem a atenção ao transitarem próximo aos trechos das vias citadas. A autarquia também reforça o pedido de que, no período de pandemia, o fluxo desnecessário de trânsito nas ruas e avenidas da capital deve ser evitado para que não ocorram aglomerações e a proliferação da Covid-19, respeitando o Decreto Municipal n° 2.051/2020, que instituiu até 15 de julho o rodízio de veículos nas ruas de Macapá.

(Companhia de Trânsito e Transportes de Macapá)

Uso de máscaras continua obrigatório em Macapá

O prefeito de Macapá, Clécio Luís, assinou ontem, 30 de junho, o Decreto nº 2.051/2020, que, dentre outras providências, prorroga o uso obrigatório de máscara de proteção.

Os  estabelecimentos comerciais tem a responsabilidade de exigir o uso  da máscara, sendo proibida a entrada de pessoas nesses estabelecimentos sem.

Clécio aconselha que a melhor forma de prevenção ainda é ficando em casa. “A população, todos nós devemos utilizar sim a máscara. A prefeitura entregou cerca de 75 mil para as pessoas que têm menos condições de adquirir o equipamento de proteção, que, inclusive, pode ser lavável, podendo ser utilizado quantas vezes forem necessárias”, adiantou o prefeito.

O uso de máscaras é obrigatório também para usuários do transporte coletivo, transportes de passageiros por aplicativo, táxi e mototáxis.

Prefeitura prorroga rodízio de veículos

Com a instituição do Decreto Municipal n° 2.051/2020, a Prefeitura de Macapá prorrogou por mais 15 dias o rodízio de veículos. A Companhia e Trânsito e Transportes, junto com a Guarda Civil Municipal e Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, continuará nos bairros com barreiras sanitárias fixas e fiscalização volante nas vias.

O rodízio funciona assim: nos dias pares só podem circular carros com a terminação da placa em número par; e nos ímpares, número ímpar, claro.