Temer anula decreto que extinguiu a Renca

O presidente Michel Temer decidiu anular o decreto que extinguiu a Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca). No final de agosto, ele havia assinado um decreto que acabava com a área e a decisão foi questionada por ambientalistas, artistas e repercutiu na mídia internacional. O novo decreto, anulando o primeiro, será publicado amanhã (26) no Diário Oficial da União. (Leia a matéria completa aqui)

#SOSAmazônia

Do Rio de Janeiro, a viúva do poeta Álvaro da Cunha, dona Ester Cunha – com mais de 90 anos de idade – também se manifesta em defesa da Amazônia. Mandou até fazer uma caneca com a hastag #SOSAmazônia. Isso é lindo!

Tunai faz show em Macapá

Com o show “37 anos ou mais…”, Tunai volta a Macapá e se apresenta no Bar Barril no próximo dia 11 a partir das 22h.
Irmão de João Bosco, Tunai – que começou a cantar e tocar aos onze anos – se tornou conhecido a partir de 1979 quando Elis Regina  gravou  de autoria dele “As aparências enganam”, parceria com Sergio Natureza, no LP  “Elis – essa mulher”.
Engenheiro, Tunai trocou definitivamente a engenharia pela música. Em 1980 lançou seu primeiro disco e não parou mais. Suas músicas são gravadas pro nomes de peso como Gal Costa (“Eternamente” e “Olhos do coração”), Elba Ramalho (“Frisson”), Fagner (“Azul da cor de um blues”), Jane Duboc (“Doce mistério” e “À cores”), Emílio Santiago (“Perdão”), Elis Regina (“As aparências enganam”, “Agora tá” e “Lembre-se”), Fafá de Belém (“Na hora exata”, “Eternamente” e “Se eu disser”), Zizi Possi (“Numas”), Beto Guedes, Joanna, Sandra de Sá, Sérgio Mendes (“Olhos do coração”), Belchior e Ney Matogrosso.
Várias de suas músicas fazem parte das trilhas sonoras das novelas da Globo.

Nesses 37 anos de carreira, Tunai gravou 12 discos. Todos muito bons.

Para romper preconceitos

A Prefeitura de Macapá promoverá nesta terça-feira, 26, às 15h, na Secretaria de Assistência Social e do Trabalho, a Roda de Conversa Pessoa com deficiência, acolhimento e atenção social. A ação tem o objetivo de romper preconceitos, discutir diferenças e falar sobre os serviços da rede socioassistencial da gestão municipal. O encontro é em parceria com a Coordenadoria Municipal de Mobilidade e Acessibilidade Urbana (CMMAU).

Chá da tarde

Lucidez
José Queiroz Pastana

Quando olhei para o céu
Vi uma estrela a brilhar.
A lua ficou a me curtir,
E no céu da boca o paladar.

O mar, sereno em ondas,
Debatia-se na orla:
Quebra-mar, São José,
Do Marabaixo ao Laguinho.

O teu olhar luz candeia,
O espelho dos olhos vagueia.
Nas curvas do corpo bronze
Deposito meu amor carente.

Teu coração vida, rubi,
Até a flor de mel colibri.
Navegar na lucidez do amor
Para não perder a razão de viver.

(Extraído do livro “Nos Céus da Vida”- Macapá-2003)

Publicado em: Poetas do Amapá Ir para o Post
  • Expressão lírica,simplicidade e espontânea expressão dos muitos objetos do cenário cultural do cotidiano de Macapá. O poeta Jose Pastana focalizou bem toda a sua carga emocional de seus sentidos,captando bons motivos
    Estéticos pra atrair a leitura do leitor…em coisas dos sentimentos e de Macapá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TJAP escolhe novo desembargador na quarta-feira, 27

Tribunal de Justiça do Amapá escolhe na próxima quarta-feira, 27, um novo desembargador para preencher a vaga aberta em maio com a aposentadoria de Raimundo Vales.
Desta vez o critério é merecimento.
Nove juízes disputam a vaga. São eles: Rommel Araújo de Oliveira, Décio Rufino, Stella Ramos, Alaíde de Paula, Eduardo Contreras, Mário Mazurek,  Ernesto Collares, Luciano Assis e César Augusto Scapin.

Patetice ou abuso?

O cara é condenado por vários crimes, mas ganha o benefício da prisão domiciliar, portanto fica no aconchego da família, se alimentando bem com pratos feitos no capricho, dormindo numa boa cama num quarto refrigerado, assiste televisão  a hora que quer, toma banho com água morna, relê “Quem mexeu no meu queijo?”  (Sim. Ele gosta desse livro), aí acha que tá pouco, que merece mais, e se dana a usar celular, mesmo sabendo que é proibido.
Não deu outra. Perdeu o benefício da prisão domiciliar e volta pro Iapen.
Adeus, cama boa, comida gostosa, chuveiro elétrico, central de ar e família ao redor 24 horas por dia.

É muita patetice ou abuso.
Né não?

Edinho Duarte volta para a cadeia

O ex-deputado Edinho Duarte, que cumpria pena em prisão domiciilar, acaba de ir para a cadeia.
Ele foi conduzido há poucos minutos para o Iapen (presídio estadual) após ficar comprovado que ele fazia uso de um aparelho celular, o que é proibido por quem está cumprindo pena.
Edinho Duarte foi condenado por diversos crimes praticados contra os cofres públicos da Assembleia Legislativa do Estado (ALAP).

Publicado em: Política Amapá Ir para o Post
  • Não era pra ter saído um minuto sequer, tem que mandar o restante da quadrilha cumprir pena no cadeião também. Só nessa vida que estão é muito pouco tempo, têm que nascer de novo e cumprir pena desde o primeiro dia pra aplacar a ira que o povo tem contra essa cambada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prefeitura de Macapá instala mais sete ecopontos para coleta de óleo usado

Uma nova fase do projeto de recolhimento de óleo de cozinha usado iniciou na sexta-feira, 22. A Prefeitura de Macapá instalou sete ecopontos para recolhimento do produto, doado tanto por empreendedores populares quanto pela população em geral. O projeto é coordenado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec), com a parceria da empresa MDL Ambiental.

A iniciativa foi colocada em prática em fevereiro deste ano, quando a prefeitura fez o recolhimento desse material para a fabricação de sabão. Agora, em nova etapa, o Município instalou sete recipientes, com capacidade para armazenamento de mil litros.

Os ecopontos estão localizados no Mercado Central, balneário de Fazendinha e nas praças Beira Rio, Nossa Senhora de Fátima, da rodovia do Curiaú, Floriano Peixoto e Chico Noé. O produto será recolhido semanalmente pela empresa responsável e levado para beneficiamento, onde será transformado em sabão em barra e biodiesel. Parte do sabão produzido será doada para escolas e instituições. Continue lendo

Amapá é o único estado do país que tem a praga mosca-da-carambola

O Amapá é o únco estado brasileiro onde há ocorrência de hospedeiros da mosca-da-carambola
Estudos da Embrapa mostram que existem  21 espécies vegetais hospedeiras da mosca-da-carambola no Amapá. São elas: caju, manga, taperebá, biribá, ajuru, Licania sp., acerola, muruci, araçá-boi, pitanga, goiaba, goiaba-araçá, ameixa-roxa, jambo-vermelho, carambola, sapotilha, abiu, cutiti, tangerina, laranja-da-terra e pimenta-de-cheiro.