Joel Banha é expulso do PT

Por 18 votos a 16, o Partido dos Trabalhadores no Amapá expulsou hoje de seus quadros o ex-deputado estadual  Joel Banha.
Era Joel Banha o presidente do partido quando este deixou  de prestar as contas de 2015. A falta de prestação de contas levou o TRE a indeferir os registros de candidaturas de todos os candidatos do partido no Amapá nas eleições deste ano.
O PT recorreu para o TSE que manteve a decisão do TRE.
Joel Banha ainda não se manifestou sobre sua expulsão. Mas uma fonte petista informou ao blog que ele vai recorrer ao diretório nacional para derrubar a decisão de hoje.

MP-AP alcança a meta de 100% no Ranking da Transparência do CNMP

O Ministério Público do Amapá (MP-AP) atingiu a marca de 100% de cumprimento dos requisitos exigidos pelo Manual do Portal da Transparência do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), de acordo com o relatório do segundo quadrimestre de 2018 do CNMP. Com o batimento da meta, o MP-AP alcançou sua melhor colocação no Ranking da Transparência, que eleva o órgão ministerial amapaense ao 1º lugar nacional. Isso deixa o MP-AP dentre os classificados com o conceito como “excelente”, conferida apenas às unidades que cumpriram todos os itens analisados.

A conquista é fruto da gestão do procurador-geral de Justiça do MP-AP, Márcio Augusto Alves, e sua equipe técnica Continue lendo

Macapá tem índices satisfatórios no combate ao Aedes aegypti

O Ministério da Saúde (MS) divulgou o novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2018 e reconheceu Macapá com índices satisfatórios no combate ao mosquito transmissor da dengue, zica e chikungunya. Este ano, a Prefeitura de Macapá fez cinco das quatro etapas do LIRAa obrigatórias e a última pesquisa mostrou que a capital tem baixo risco de infestação do Aedes.

“O reconhecimento é devido ao acompanhamento das ações nos locais onde tinham índices de médio para alto risco. Fizemos 32 ações pontuais durante esse ano, nos bairros e escolas da capital. Também observamos uma mudança de hábito da população. além das atividades dos agentes de endemias nas residências. Já nos bairros considerados de médio a alto risco, intensificamos o trabalho de eliminação de focos e conscientização”, destaca o coordenador do Programa de Combate ao Aedes, Kilder Vidal.

No Amapá diplomação dos eleitos é nesta terça-feira

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) realiza nesta terça-feira (18) a cerimônia de diplomação dos candidatos eleitos no pleito de 2018. O evento acontece no auditório da 10ª. Zona Eleitoral, na zona norte de Macapá (Av. Maria Cavalcante de Azevedo Picanço, atrás da Justiça Federal – Infraero 2), a partir das 18 horas. A cerimônia pode ser acompanhada ao vivo pelo canal da Justiça Eleitoral no YouTube.

Na ocasião, serão diplomados o governador reeleito pelo Amapá, Waldez Góes e seu vice, eleito, Jaime Nunes, além dos dois senadores, Randolfe Rodrigues (reeleito) e Lucas Barreto (eleito), e de seus respectivos suplentes. Receberão os diplomas, ainda, os 24 deputados estaduais e 8 federais eleitos pelo Estado.

Confira a lista dos diplomados, respeitada a ordem crescente de votos recebidos:

Deputados estaduais

24. Charly Jhone Santos de Sousa
23. Maria Cristina do Rosário Almeida
22. Paulo Alceu Ávila Ramos
21. Ruziely de Jesus Pontes da Silva
20. Victor André de Freitas Amoras
19. Alberto Silva Negrão
18. Aldilene Matos de Souza
17. José Tupinambá Pereira de Sousa
16. Telma Adriana Nery Paiva
15. Paulo Cesar Lemos de Oliveira
14. Diogo Wenceslau Vilhena Senior
13. Jaci Pena Amanajás
12. Jaime da Silva Perez
11. Joriosvaldo Queiroz Oeiras
10. Amiraldo da Silva Favacho Júnior
9. Telma Lúcia de Azevedo Gurgel
8. Luciana Araújo Góes Gurgel
7. Carlos Antônio de Oliveira Santos
5. Edna Auzier
6. Max Ney Machado Andrade
4. José Carlos Carvalho Barbosa
3. Antônio Paulo de Oliveira Furlan
2. Marília Brito Xavier Góes
1. Alliny Sousa da Rocha Serrão

Deputados Federais
8. Leda Maria Sadala Brito
7. André dos Santos Abdon
6. Luiz Carlos Gomes dos Santos Júnior
5. Marcivânia do Socorro Da Rocha Flexa
4. Aline Paranhos Varonil Gurgel
3. Vinícius de Azevedo Gurgel
2. Acácio da Silva Favacho Neto
1. Carlos Camilo Góes Capiberibe

Suplentes de Senador
1. Ana Patrícia de Carvalho Ribeiro Costa
2. Paulo José de Brito Silva Albuquerque
3. Orlando Moura Gaia
4. Alberto da Silva David

Senadores
1. Luiz Cantuária Barreto
2. Randolph Frederich Rodrigues Alves

Vice-governador
Jaime Domingues Nunes

Governador
Antônio Waldez Góes da Silva.

Boa noite!

“Alguma coisa muito bela vai acontecer na cidade, porque a estrela tem música e o céu está perfumado nestas noites claras em que os anjos passam apressados no azul. E o azul é mais azul e a luz é mais luz. Deve ser tempo de nascer esperança.” (Alcy Araújo)

Olha o que recebi hoje. Quanta honra!

Perguntas a Papai Noel

Perguntas a Papai Noel
Arthur Nery Marinho

Quando em criança o sapato
que tinha pus à janela
lhe esperando. Noutro dia
nem sapato e nem chinela.

Quando em rapaz lhe pedi
para me dar meu amor.
Aqui estou sozinho e triste
fazendo versos de dor.

Que lhe fiz, que não me olha?
que lhe fiz, que não me escuta?
Responda, Papai Noel!
Papai Noel filho da puta!
(Do livro “Sermão de Mágoas”, 1993 – Jornalista, poeta e músico, Arthur Nery Marinho nasceu em 27/09/1923 em Chaves-PA. Veio para o Amapá em 1946 e aqui faleceu em 24/03/2003)

Arroz de Natal

Ingredientes:
1/2 xícara (chá) de amêndoas
3 xícaras (chá) de água
1 colher (sopa) de óleo
1/4 de cebola picada
2 xícaras (chá) de arroz lavado
1 1/2 xícara (chá) de champanhe
sal e pimenta-do-reino a gosto
 

Modo de preparo:
1. Numa panela, coloque a água e leve ao fogo alto. Quando ferver, desligue. Acrescente as amêndoas e deixe aferventar por 3 minutos. Prepare uma tigela com água e gelo. Escorra a água quente da panela com as amêndoas e transfira-as para a tigela. O choque térmico faz com que a pele das amêndoas se solte facilmente. Deixe resfriar por 2 minutos e retire a pele, uma a uma.

2. Preaqueça o forno a 160ºC (temperatura baixa) por 10 minutos e desligue.

3. Numa assadeira, coloque as amêndoas e leve ao forno desligado por 10 minutos. Chacoalhe a assadeira de vez em quando para que as amêndoas assem por igual. Em seguida, coloque-as numa tábua e corte-as em lâminas com uma faca afiada. Reserve.

4. Numa chaleira, coloque as 3 xícaras (chá) de água e leve ao fogo alto.

5. Numa panela média, coloque o óleo e leve ao fogo baixo. Acrescente a cebola e refogue até que fique transparente, com cuidado para não deixar queimar. Junte o arroz lavado e refogue por 1 minuto. Despeje a água quente, tempere com sal e pimenta-do-reino e misture bem. Aumente o fogo. Quando a água ferver, abaixe novamente. Tampe a panela e deixe cozinhar.

6. Quando o arroz começar a secar, adicione o champanhe e deixe terminar o cozimento. Misture as amêndoas delicadamente e transfira para uma travessa. Sirva a seguir.

Perguntinha

Se Jesus nascesse agora no Brasil, você acha que os Reis Magos ainda teriam coragem de trazer, além da mirra e incenso, aquele baú de ouro?

Publicado em: Geral Ir para o Post
  • Jesus nasceu? Como é que “eu” quero que Jesus nasça; no presépio, na minha casa, na minha vida, na minha família, no meu trabalho? Hoje eu quero que os reis lhe tragam presentes e eu; já voltei da viagem que fiz, quando saí da casa do pai? Ah, Jesus; tu vais nascer? Quando vou tirar um tempo para; juntamente com os reis do Oriente te levemos os presentes que tu mereces? quando vou abrir a minha casa para te receber? Jesus tá vindo; ou Jesus tá vindo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *