Bom para o Marcos Roberto

A escolha de Isabel Nogueira para fazer parte do Diretório Nacional do PT favorece em muito a pré-candidatura do professor e ex-secretário da Segurança Pública Marcos Roberto a prefeito de Macapá.
É que Marcos faz parte da mesma corrente de Isabel, a MPT,  e, portanto, terá todo o apoio dela para viabilizar sua candidatura. Aliás, essa corrente é liderada no Amapá por Marcos Roberto e Antônio Nogueira.
Aí, a escolha de Isabel é farinha baguda no açaí do professor.
E o PT terá mesmo candidatura própria.  Presidente de honra do partido, o ex-presidente da República Luís Inácio Lula da Silva, disse hoje na  reunião do Diretório Nacional  “que é péssimo não ter candidatura própria.” “Aliança só no 2º turno”, enfatizou..

Isabel Nogueira, pré-candidata a prefeita de Santana, assume cargo no diretório nacional do PT

Aconteceu na tarde desta sexta-feira, 17, a posse do novo Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores.

Com a presença do presidente de honra do Partido, Luiz Inácio Lula da Silva e da ex-presidenta Dilma Rousseff, a deputada federal Gleisi Roffmann tomou posse para continuar a presidir o PT nacional.

Também tomou posse como dirigente efetiva do Diretório Nacional, a única representante do Amapá, Isabel Nogueira, que também é pré-candidata a prefeita de Santana.

“Uma de minhas tarefas é buscar fortalecer o PT em todos os municípios do Amapá, com destaque a Macapá, que precisamos voltar a governar. Em Santana, teremos uma atenção especial, pois entendo que esse partido fez bem ao nosso povo, governando com dedicação e competência, melhorando a vida daqueles que mais precisavam nos dois mandatos que teve”, disse Isabel logo depois de tomar posse.

A duração dos mandatos das direções de todas as instâncias do Partido serão de 4 anos.

(ASCOM PT/AMAPÁ)

Café no bule

Sem fazer alarde, a ex-deputada federal e ex-vice-governadora Dalva Figueiredo (PT) encheu o bule de café  e está conversando com aliados para até  o final do mês se posicionar publicamente quanto as eleições municipais.
Mas já colocou seu nome à disposição do partido para disputar a prefeitura de Macapá e sobre isso  está  conversando com o presidente do Diretório Municipal de Macapá.
Marcos Roberto, ex-secretário de Estado da Segurança Pública, também quer ser candidato a prefeito e tem a simpatia do secretário geral do PT nacional, Romênio Pereira, e a presidente nacional do partido, Gleisi Hofmann.
Mas, como diz a própria Dalva,  tem muito café no bule até que o PT decida quem será o candidato.

 

Gitas e gitinhas

Jornalista Ana Girlene (foto), apresentadora do programa Café com Notícia, poderá ser a vice do deputado Paulo Lemos (PSOL) na disputa pela Prefeitura de Macapá. O convite foi feito pelo PCdoB, aliado do PSOL.
Girlene pediu um tempinho para pensar.

Ex-deputado Bruno Mineiro articula candidatura a prefeito de Tartarugalzinho.
Ele tem o apoio dos senadores Davi Alcolumbre e Randolfe Rodrigues. Mineiro foi candidato ao governo em 2014 e ficou em quarto lugar com 7,87% dos votos.

Ex-prefeito de Mazagão Dilson Borges quer agora governar Santana. Tem visitado políticos, empresários, líderes comunitários e veículos de comunicação em busca de apoio.

Por onde anda a ex-deputada federal Dalva Figueiredo? Antes toda poderosa do PT no Amapá, Dalvinha deu uma sumida dos arraiais políticos. Até agora não se manifestou sobre eleições municipais.
Deve estar fazendo o café para encher o bule.

Randolfe diz que 2020 é o ano de Davi Alcolumbre apoiar o candidato do REDE a prefeito de Macapá

Em entrevista hoje no rádio o senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) disse que não apoiará Josiel Alcolumbre, irmão do senador Davi Alcolumbre, na disputa pela Prefeitura de Macapá.
Randolfe entende que em vez de Davi lançar um candidato ele deveria apoiar o candidato do REDE – que ainda não foi definido.
Fazendo um histórico dessa aliança vitoriosa que se mantem desde 2012, Randolfe lembrou que em 2012 Davi apoiou Clécio no segundo turno da eleição para Prefeitura e Clécio ganhou; em 2014 Randolfe e Clécio retribuíram apoiando Davi para o Senado; em 2016 Davi apoiou Clécio, que foi reeleito prefeito e em 2018, a REDE apoiou Davi para o governo, que não se elegeu governador mas logo depois foi eleito presidente do Senado com o apoio de Randolfe.
Pela lógica, diz Randolfe, 2020 é o ano de Davi apoiar o candidato da REDE. Ele ressaltou que não está rompendo com o grupo Alcolumbre e que trabalhará até o último minuto para manter essa aliança.

Davi não para. “Recesso só em Brasília”, diz

Dizendo que recesso é só em Brasília, em Macapá Davi Alcolumbre não para. Diariamente sai visitando obras que estão sendo executadas com recursos provenientes de emendas da bancada, de emendas individuais dele e de outras fontes articulados por ele.
Hoje, junto com o governador Waldez Góes, ele visitou as obras do muro de arrimo da orla dos bairros Aturiá e Araxá, na zona sul da cidade.

Na ocasião informou que conseguiu empenhar junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional R$ 19 milhões. Essa grana será usada  na urbanização da área de entorno.

Ruben Bemerguy deve ser o candidato da REDE a prefeito de Macapá

Advogado dos mais conceituados, poeta e incentivador das artes, ex-secretário de Estado da Educação e ex-procurador geral do Estado, Ruben Bemerguy aparece como um nome forte para disputar a prefeitura de Macapá com o apoio do senador Randolfe Rodrigues e do prefeito Clécio Luís, ambos da REDE.
Ruben goza de grande respeitabilidade e credibilidade e é sem dúvida, um grande nome pra suceder Clécio na prefeitura”, avalia o jornalista Luiz Melo.

Em sua página no Facebook vem recebendo inúmeras manifestações de apoio.

Clécio e Waldez Góes caminham juntos

Parece uma daquelas caminhadas em época de campanha eleitoral. E seria possível uma dobradinha prefeito Clécio (REDE) e governador Waldez Góes (PDT)? Difícil. Só não diria que é impossível porque na política tucuju jabuti sobe em açaizeiro e curupira em pau de sebo.
A foto é de hoje à tarde, quando o prefeito Clécio, governador Waldez e senador Davi Alcolumbre foram conferir as obras do Programa de Recapeamento Asfáltico “Mais Macapá” na Rua Almirante Barroso, bairro Santa Rita. O programa faz parte do convênio assinado entre Município e Estado, por meio de articulação do senador Davi.

(Foto: Max Renê)

Causos da política

Adubo

Um deputado de oposição usa a tribuna da Assembleia Legislativa para mostrar que o Amapá era um dos piores estados no quesito saneamento básico.

Em seu discurso, o parlamentar enfatizou que era inadimissível que na última década do século XX praticamente todos os quintais ainda tivessem fossas. A rede de esgoto atingia menos de um por cento da população.

Um deputado da base aliada do governo pediu um aparte e assim se manifestou:

Eu, como engenheiro agrônomo, quero dizer ao nobre colega e ao povo que lota as galerias dessa Casa que as fossas são muito mais importantes que rede de esgoto. E explico: a merda é o melhor adubo que existe, portanto nos quintais que têm fossa se o cidadão fizer hortas e plantar árvores frutíferas em pouco tempo estará colhendo frutas, verduras e legumes fresquinhos e sem agrotóxicos. Isso preserva a saúde e representa uma grande economia para a dona de casa que não precisa gastar dinheiro nem na feira nem no médico.

(Do livro Zero Voto, de Alcinéa Cavalcante e Rostan Martins)