PF faz segunda fase da Operação Devotos em Oiapoque

OIAPOQUE/ AP – Na manhã deste sábado (01/10) a Polícia Federal, com apoio do Ministério Público Eleitoral e da Polícia Militar, realizou a segunda etapa da Operação Devotos, para reprimir crimes eleitorais na cidade que fica no extremo Norte do Amapá.
Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, sendo um na casa de um candidato a prefeito do município, outro em seu comitê de campanha e, ainda, um terceiro cumprido em um posto de combustíveis. Este último local estaria servindo como uma espécie de “balcão de negócios”, envolvendo votos para o candidato. Continue lendo

PF faz busca e apreensão na casa de servidores da Assembleia Legislativa

A Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral (MPE) cumpriram na manhã deste sábado (01/10) dois mandados de busca e apreensão na residência de servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Amapá.
A operação foi deflagrada após denúncia recebida pelo MPE de que nos endereços havia dinheiro para a compra de votos em benefício de um vereador do município.
Foram apreendidos celulares, material de campanha e cerca de R$ 10 mil. O material apreendido passará por análise para subsidiar uma provável ação penal. Os suspeitos podem responder pelo crime previsto no Art. 299 do Código Eleitoral, que caracteriza a corrupção eleitoral.

(Ascom/PF)

Nota da coligação Atitude e Trabalho

NOTA À IMPRENSA

A Coligação Atitude e Trabalho por Macapá, encabeçada pela chapa Gilvam Borges e Adiomar Veronese, manifesta sua perplexidade a respeito da entrevista coletiva concedida pela promotora de Justiça Andreia Guedes de Medeiros, neste sábado, 1º de outubro de 2016.

A coligação foi surpreendida com tamanha pirotecnia envolvida no evento, sob a alegação de que uma “bomba” seria lançada sobre a disputa pela eleição em Macapá, conforme amplamente disseminado nas redes sociais por prepostos da referida promotora, horas antes da entrevista, com direito a link de rádio ao vivo.

Trata-se de uma estranha e canhestra manifestação de uma representante do órgão ministerial, que curiosamente alegou no evento que estava zelando pelo equilíbrio do pleito, quando, a bem da verdade, tal procedimento é que causa a perda da igualdade de condições, tudo feito às vésperas da eleição!

A Assessoria Jurídica da coligação já está adotando as medidas necessárias para a reparação do dano e responsabilidades, sobretudo dar conhecimento ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e protocolizar RD ao CNMP com o fim de apurar responsabilidades da Promotora de Justiça que, entendemos ter utilizado, na véspera das eleições, o desequilíbrio do pleito com ilações, conjecturas e suposições!

Especialmente por considerar que os fatos apresentados na aludida coletiva de imprensa não passam de pirotecnia a formar um novo factóide para tentar enodoar a disputa eleitoral e provocar o desequilíbrio do pleito. Aliás, função diametralmente oposta à da ilustrada instituição MPE!

Hercílio A. Aquino
Advogado

MPE pede a cassação do registro de candidatura de Gilvam Borges

O Ministério Público Eleitoral protocolou hoje ação de investigação judicial eleitoral (AIJE) contra o candidato a prefeito Gilvam Borges (PMDB), seu vice Adiomar Veronese (PROS), o governador Waldez Góes (PDT) e o presidente da Associação dos Sem Casa do Amapá (ASCEA), Carlos José Gomes da Silva, conhecido por Açaituba. Eles são acusados de abuso de poder político e captação ilícita de votos.
De acordo com a denúncia, o governador Waldez Góes teria prometido doar terrenos aos membros da ASCEA em troca de votos para Gilvam Borges.

A promotora eleitoral Andréa Guedes anexou à denúncia imagens de uma reunião onde o assunto foi tratado, além de áudios.

Na ação, a promotora pede a cassação do registro de candidatura de Gilvam Borges.

(Tem matéria com mais detalhes no site  Seles Nafes e no G1-AP )

Alô, papudinhos!

Os juízes eleitorais Adão Carvalho (2ª Zona)  Augusto Leite (10ª Zona) baixaram portaria proibindo a  distribuição e consumo de bebidas alcoólicas em Macapá, em locais públicos ou abertos ao público, das 18h deste sábado até as 20h de domingo.

É a tal da Lei Seca que nunca é cumprida.

PF dá “batida” em comitês e casas de políticos e apreende material

A Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral, com o apoio da Polícia Militar do Amapá, cumpriram nesta sexta-feira (30/09) seis mandados de busca e apreensão em Oiapoque, cidade localizada no extremo norte do estado do Amapá. A ação, batizada de Operação Devotos, visa coibir e combater crimes eleitorais, especialmente a compra de votos.
Durante as buscas, em comitê, veículos e residências de pessoas ligadas a diferentes candidaturas e partidos políticos, foram apreendidos itens como listas de contatos, notas fiscais, comprovantes bancários, vales abastecimento – com nomes e valores associados – e outros. Continue lendo

Ibope – Considerando-se só os votos válidos Clécio tem 42%

ctor0ogwiaiawjm

(Imagem: Reproduçao TV-Amapá)

Considerando-se apenas os votos válidos, isto é, excluindo os 8% brancos e nulos e o 1% de indecisos, de acordo com a pesquisa do Ibope Clécio Luís tem 42% das intenções de voto – o dobro do segundo colocado.
Veja:

Clécio Luis (Rede) – 42%
Gilvam Borges (PMDB) – 21%
Aline Gurgel (PRB) – 19%
Promotor Moisés (PEN) – 9%
Genival Cruz (PSTU) – 4%
Ruy Smith (PSB) – 4%
Dora Nascimento (PT) – 1%

Ibope – PT é fona em Macapá

A candidata do PT a prefeitura de Macapá amarga o último lugar na pesquisa de intenção de votos feita pelo Ibope nos dia 27, 28 e 29 e divulgada hoje à noite pela TV-Amapá.
Dora Nascimento – que já foi vice-governadora – tem mísero 1% das intenções de voto.
Acredito que isto é reflexo dos escândalos nacionais envolvendo o PT.

Publicado em: Eleições 2016 Ir para o Post
  • O Amapá, e, particularmente Macapá, tem que acender uma vela pro PT, e, não desdenhar.

    O fato é que nos últimos vinte anos de governo Federal, quem mais beneficiou o nosso estado, com Lula e Dilma foi o PT!…Fato…fato..e fato!…Fala galera do Prouni, do Fies, do Reuni, do Ciências sem Fronteiras, do Minha minha Casa Minha Vida, do Mais Médicos, do PRONAF, do Luz Para Todos, do PRONATEC, ETC, ETC,ETC,,,,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ibope – Clécio lidera pesquisa com 38%

Pesquisa do Ibope divulgada agora à noite aponta que em Macapá haverá segundo turno entre os candidatos Clécio Luís (Rede) – que disputa a reeleição – e o ex-senador Gilvam Borges (PMDB).
Clécio Luís lidera com 38% das intenções de voto. Borges tem 20%. Em terceiro lugar está Aline Gurgel, do PRB, com 17%, seguida do Promotor Moisés (PEN) 8%; Genival Cruz (PSTU) 4%; Rui Smith (PSB) 3%; e Dora Nascimento (PT) 1%.

Esta é a terceira pesquisa do Ibope em Macapá. O prefeito Clécio Luís, candidato à reeleição, em todas elas aparece em primeiro lugar. Aline Gurgel nas pesquisas anteriores aparecia em segundo lugar com com 13% e 18%, enquanto Gilvam Borges estava em terceiro com 12% nas duas pesquisas anteriores.
Clécio Luís – que nas pesquisas anteriores teve 28% e 27% – tem o apoio dos senadores Randolfe Rodrigues (Rede) e Davi Alcolumbre (DEM). Borges é o candidato do governador Waldez Góes (PDT) e do ex-senador José Sarney (PMDB).

A pesquisa foi realizada no período de 27 a 29 de setembro e ouviu 602 eleitores. Foi encomendada pela Rede Amazônica de Televisão e está registrada no TRE-AP sob o número 01514/2016. A margem de erro é de 4%.
Oito por cento dos eleitores entrevistados declararam voto branco ou nulo e 1% não responderam ou disseram que não sabem em quem votar.

O Ibope fez também simulação de segundo turno. Em todos os cenários, o prefeito Clécio Luís se reelege.

Hoje tem debate na TV Amapá

O debate mais esperado entre os candidatos a prefeito de Macapá é hoje é na TV-Amapá,  logo após a novela “Velho Chico”, dia em que o candidato do PSTU, Genival Cruz, comemora aniversário completando 38 anos de idade.
Os sete candidatos foram convidados  e todos confirmaram presença.

Aline Gurgel, do PRB, até agora não participou de nenhum debate, embora tenha sido convidada e confirmado presença nos vários debates promovidos por emissoras de rádio e televisão ao longo da campanha.

O debate – que  mediado pelo jornalista Edimilson Ávila, da Globo Rio – terá quatro blocos. De acordo com o G1 Amapá  “no 1º e 3º blocos os candidatos vão fazer e responder perguntas sobre temas determinados, definidos pela emissora, como segurança, habitação, saúde e meio ambiente. Serão 15 assuntos, sorteados somente na hora das perguntas. No 2º e 4º blocos, os candidatos vão fazer e responder sobre temas livres. Em cada bloco, cada candidato poderá fazer uma pergunta para o concorrente, mas somente no 1º bloco cada candidato terá obrigatoriamente que responder um questionamento. No 2°, 3º e 4º blocos cada postulante poderá responder até duas perguntas, feitas por oponentes diferentes. Para cada questionamento serão 30 segundos para pergunta, 1 minuto e 30 segundos para resposta, além de mais 45 segundos para réplica e tréplica. As considerações finais serão feitas após o 4º bloco e cada candidato terá 2 minutos.”