VI Encontro Numismático Amapaense

O termo numismático tem origem grega νόμισμα – nomisma, através do latim numisma, moeda. É o estudo sob o ponto de vista histórico, artístico e econômico das cédulas, moedas e medalhas, muito embora o termo também seja empregado como sinônimo ao colecionismo desses itens. A numismática engloba ainda outros objetos “monetiformes”, ou seja, assemelhados às moedas, como os jetons (geralmente emitidos por corporações para identificar seus membros), moedas particulares (destinadas a circular em círculos restritos, como uma fazenda) ou ainda os pesos monetários (que serviam para conferir os pesos das moedas em circulação). Na atualidade, desenvolveu-se também o conceito de colecionar moedas como forma de investimento, visto que as moedas costumam se valorizar com o passar dos anos.
O Brasil tem uma história numismática muito rica com uma variedade de belas e curiosas moedas e cédulas, distribuídas em deferentes períodos. Podemos separar o estudo numismático do Brasil conforme o período histórico em: Brasil Colônia 1500 a 1815, Brasil Reino Unido 1815 a 1822, Brasil Império 1822 a 1889 e Brasil República de 1889 até os dias atuais. Mesmo durante cada um destes períodos existe uma gama de variações nas moedas e cédulas, tanto em razão de fatores regionais, tipo de metal, local de cunhagem, governante, ou em função da existência de variantes de moedas, moedas e cédulas anômalas, marcas e contramarcas. Enfim, o estudo numismático se torna extremamente intrigante e traz importantes contribuições históricas.
A região amazônica foi por muito tempo um importante centro comercial e a foz do rio amazonas era a porta de entrada para o vasto e rico território amazônico. Os portugueses trataram de ocupar e fortificar esta região, a exemplo da Fortaleza de São José de Macapá e do forte do Presépio em Belém. Mesmo assim, este território foi por diversas vezes invadido por Ingleses, Franceses, Holandeses, Espanhóis e Alemães. Neste contexto, formou-se uma complexa rede de interação destas potencias europeias com os povos nativos da região, que incluía o comercio. Por aqui moedas e outros artefatos de diferentes países, até hoje são encontradas em vários sítios históricos.
Justamente por conta destes fatores que o estudo da numismática na Amazônia e em especial no Amapá se torna de grande relevância para a recuperação de parte da história da formação do nosso território. Neste sentido, a Associação Numismática Amapaense tem promovido exposições, palestras e encontros visando divulgar e buscar novos interessados em compartilhar o interesse, as curiosidades e o amor pelas moedas e cédulas do Brasil e do mundo, com a noção de que estes pequenos objetos são na verdade fragmentos históricos da humanidade.
(Texto: Pablo Francez, numismata)

Adeus, Manoel Torres

“Nesse mar de amor
Vai meu coração
Seja aonde for
Sempre será campeão”

Faleceu hoje, por volta das 13h na UTI do Hospital São Camilo, o querido Manoel Torres, aos 68 anos, após ser submetido a uma cirurgia para colocação de pontes de safena.
Imagino Manoel chegando no céu e o Mestre Monteiro correndo ao seu encontro para saber as notícias do carnaval tucuju. Ah, é papo pra mais de metro.
Manoel era um dos baluartes da escola de samba Piratas da Batucada, do Ypiranga Clube (aliás, ele compôs o hino do Ypiranga) e da Associação Padre Vitório Galiani.
Muito querido por todas as escolas de samba e clubes de futebol deste estado.
Apesar de ser tão alegre, sua partida causa uma tristeza tamanha na gente.
Seu corpo está sendo velado na sede a AVRA. O sepultamento será amanhã à tarde.

Seminário Brasil, brasis – Da luta contra a censura às fake news

A Academia Brasileira de Letras dá continuidade à série de Seminários “Brasil, brasis” de 2018 com o tema A liberdade de expressão: da luta contra a censura às fake news, coordenação geral do Acadêmico, professor, escritor e poeta Domício Proença Filho (quinto ocupante da Cadeira 28, eleito em 23 de março de 2006), e coordenação da Acadêmica, escritora e ensaísta Rosiska Darcy de Oliveira (sexta ocupante da Cadeira 10, eleita em 11 de abril de 2013). Os participantes convidados são Daniela de Castro Pinheiro e Pablo Cerdeira. O evento está programado para o dia 27, às 17h30, no Teatro R. Magalhães Jr. (Avenida Presidente Wilson 203, Castelo, Rio de Janeiro). Entrada franca.

O Seminário Brasil, brasis será transmitido ao vivo pelo Portal da ABL

À ABL o meu muito obrigada pelo convite

Lindezas

Minha amiga jornalista Marciane Quintela deixando ainda mais linda a paisagem. Ela curte merecidas férias viajando pelo sul do país. Aí um registro de seu passeio no Jardim Botânico de Curitiba.

Operação Anjos da Lei prendeu mais de 120 pessoas no Amapá

A Polícia Civil do Amapá prendeu mais de 120 pessoas nesta terça-feira, 13, acusadas de diversos crimes, entre eles, tráfico de drogas, homicídio, latrocínio, roubo, estupro, violência doméstica e estelionato. Também foram apreendidos armas, drogas e dinheiro. As prisões foram feitas durante a Operação Anjos da Lei, deflagrada nos 16 municípios amapaenses, como parte de uma ação coordenada pelo Ministério da Segurança Pública, para o combate ao tráfico de drogas em todos os estados do país e Distrito Federal.

No Amapá a operação mobilizou todas as delegacias da capital e interior, um efetivo de 400 policiais civis e utilizou cães farejadores, para o cumprimento de 1ro mandados de prisão e   35 de busca e apreensão.

Nomes confirmados para a equipe ministerial de Bolsonaro

Sete nomes já estão confirmadíssimos para assumir ministérios no governo de Bolsonaro.
São eles:

Onyx LorenzoniDeputado federal (DEM-RS) assumirá a Casa Civil. Por enquanto, atua como ministro extraordinário da transição.

General Augusto Heleno Ribeiro Pereira – Oficial da reserva, assumirá o Gabinete de Segurança Institucional (GSI).
Paulo Guedes – Economista – Ministério da Economia (unindo Fazenda, Planejamento e Indústria e Comércio).

Sergio Moro – Juiz federal, responsável pelos processos da Operação Lava Jato, assumirá o Ministério da Justiça (fusão com a Secretaria de Segurança Pública e Conselho de Controle de Atividades Financeiras, Coaf).

Marcos Pontes – Astronauta – Ministério de Ciência e Tecnologia

Tereza Cristina – Deputada federal pelo DEM do Mato Grosso do Sul, engenheira agrônoma e empresária do agronegócios, assumirá o Ministério da Agricultura.

General Fernando Azevedo e SilvaÉ militar da reserva.  Assumirá o Ministério da Defesa.