Uma boa ideia – Capar o estuprador

O senador Ivo Cassol (PP-RO) voltou a defender  hoje a castração química dos estupradores, prevista em projeto apresentado por ele.

Senado aprova aumento de pena para estupradores

A pena para estupro coletivo pode chegar a 16 anos e oito meses de prisão, quatro anos a mais que a pena máxima prevista atualmente, de 12 anos e meio. Além disso, transmitir imagens de estupro pela internet também poderá ser tipificado como crime. É o que prevê projeto aprovado por unanimidade nesta terça-feira (31) pelo Senado. O texto, que modifica o percentual de aumento da pena em caso de estupro cometido por duas ou mais pessoas, ainda precisa ser aprovado pela Câmara dos Deputados.

O Projeto de Lei do Senado (PLS) 618/2015, apresentado no ano passado pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), ganhou destaque após a repercussão do estupro de uma jovem no Rio de Janeiro, neste mês. Antes da aprovação do projeto, os senadores votaram um pedido de urgência e a relatora, senadora Simone Tebet (PMDB-MS), ofereceu o relatório em Plenário, mesmo sem ter o texto fechado por escrito. Continue lendo

Pacote de reajustes salariais para os servidores dos 3 Poderes

O Congresso deve votar até o final de julho um pacote de reajustes salariais  para quase todas as categorias de servidores do Executivo,  Legislativo e  Judiciário.
Os reajustes ficarão entre 10,7% e 55% . O primeiro passo para a aprovação das leis com os percentuais de reajustes já foi acertado pelos líderes de bancadas na Câmara, que fecharam acordo para dar urgência ao tema.

Veja as tabelas com as categorias contempladas:

reajuste1

reajuste2

reajuste3

reajuste4

Leia matéria detalhada no Congresso em Foco clicando aqui

Operação Zelotes – PF indicia presidente do Bradesco

PF indicia presidente do Bradesco e mais nove pessoas na Operação Zelotes

Marcelo Brandão – Repórter da Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) indiciou o diretor-presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, e mais nove pessoas na Operação Zelotes. Dentre os indiciados, estão mais dois integrantes da direção do banco. O Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF-DF) recebeu hoje (31) o relatório da PF sobre o inquérito. Os dez indiciamentos foram pelos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro e tráfico de influência. Continue lendo

III Encontro de Mestre-Sala e Porta-Bandeira no meio do mundo

mestresala

Encontro de Mestre-sala e Porta-bandeira terá presença de casais do Amapá, Pará e
Rio de Janeiro e show do Bakaninha, intérprete da Beija-flor de Nilópolis

Por Mariléia Maciel

Neste final de semana tem preparação para carnaval de 2017 e muito samba em Macapá. Está confirmado o III Encontro de Mestre-Sala e Porta-Bandeira no Meio do Mundo, nos dias 3 e 4 de junho, e vai reunir casais que representam agremiações carnavalescas do Amapá, Pará e Rio de janeiro. Alessandra Azevedo, 1ª porta-bandeira de Boêmios do Laguinho (AUSBL), coordenadora do evento, garante a presença dos casais de mestre-sala e porta-bandeira Claudinho e Selminha Sorriso, da Beija-flor de Nilópolis, e Sidclei Santos  e Marcella Alves, da Acadêmicos do Salgueiro, do Rio de Janeiro para ministrar palestras, debates e workshop. Continue lendo

Senado aprova MP que zera dívidas da CEA com a Petrobras

O Senado Federal aprovou hoje  Projeto de Lei de Conversão 11/2016 (Medida Provisória 706/2015) que trata da prorrogação de contratos com o setor elétrico. A MP prorroga os contratos do setor elétrico ao aumentar de 30 para 210 dias o prazo para distribuidoras de energia assinarem aditivo com o Ministério de Minas e Energia. Essa medida beneficia sete distribuidoras em todo o Brasil, a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) é uma delas.

O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP), que atuou nos bastidores pela aprovação da MP, fez um alerta: “A partir de agora é só ter gestões sérias e eficientes para que a CEA não vá de novo para o buraco. E assim teremos resolvido o nosso problema de distribuição de energia elétrica.

O teor da MP é claro: “Autoriza que o tesouro transfira recursos para pagamento das dívidas dessas empresas com a fornecedora de combustíveis necessários à operação das termelétricas – no caso, a Petrobras – em vez de acrescentar este custo na Conta de Consumo de Combustíveis (CCC), um dos componentes da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE)”. E mais: “Além do pagamento dos débitos da Eletrobras com a Petrobras, a Medida retira, até 2015, do cálculo do custo de referência da energia elétrica para as distribuidoras Eletrobras dos estados do Amapá, Amazonas, Roraima e Rondônia, os encargos cobrados dos demais consumidores, o que resulta no aumento do subsídio concedido àquelas concessionárias da Região Norte”

A CEA terá direito a um subsidio para conseguir quitar a dívida com a Petrobras o que deixará a Companhia viável para ser federalizada – Nada mais é do que zerar a dívida da empresa com a fornecedora de combustíveis, no caso a Petrobrás –  comemorou o senador Randolfe Rodrigues.

(Texto: Ascom/Gab do senador Randolfe Rodrigues)

Publicado em: Geral Ir para o Post
  • A Eletrobras estar administrando a Cea aproximadamente três anos, sem interferência do dono ( governo do Estado Do Amapá) . O último balanço divulgado registrou prejuízos de aproximadamente setecentos milhões de reais, considerando que nesse período o governo do Amapá aportou na companhia, 1,4 bilhões de reais, recebeu aproximadamente cento e sessenta milhões de subsidio do CDE e agora terá a remissão da dívida com a Petrobrás em aproximadamente novecentos milhões de reais. Atenção ministério público, sindicato dos urbanitários e o dono da empresa, Governo do Estado, VAMOS COBRAR EFICIÊNCIA desses executivos indicado pele Eletrobras.Com esses recursos todos, não se admite que a cada ano a Cea esteja mais longe da Eficiência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tucano engaiolado

O ex-presidente do PSDB de Minas Gerais Nárcio Rodrigues da Silveira foi preso hoje (30) sob suspeita de participar de um esquema de desvio de recursos públicos investigado pela Operação Aequalis (termo em latim que significa igual), deflagrada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG).
Secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior mineiro durante o governo Antonio Anastasia, Silveira é pai do deputado federal Caio Nárcio Nárcio (PSDB-MG). (Leia mais)

Publicado em: Nacional Ir para o Post
  • Infelizmente os “detentores do poder” (leia-se “politiqueiros”), no meu Brasil Brasileiro, esnobam “cinismo e demagogia” nas suas palavras, nas suas ações e nas suas “caras lambidas”, demonstrando que, pra nossa tristeza, a índole de má conduta é hereditária, passando de geração pra geração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ministro da Transparência pede exoneração por telefone

O ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Fabiano Silveira, telefonou no início da noite de hoje (30) ao presidente interino Michel Temer e pediu demissão do cargo. A informação foi confirmada há pouco pelo Palácio do Planalto.

De acordo com a assessoria de imprensa da Presidência, Silveira ainda não se reuniu pessoalmente com Temer. Ele ainda pode entregar uma carta de demissão ao presidente interino, mas Temer não se opôs ao pedido de Silveira. O substituto de Silveira ainda não foi divulgado.

A situação de Fabiano Silveira na pasta ficou fragilizada após virem à tona conversas gravadas em que ele aparece criticando a Operação Lava Jato e dando orientações para a defesa de investigados em esquema de desvios de recursos na Petrobras, como o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Desde o início do dia, protestos organizados pelos servidores da antiga Controladoria-Geral da União (CGU) foram feitos em Brasília, incluindo um ato em frente ao Planalto e entrega de cargos por parte dos funcionários. (Leia mais na Agência Brasil)

Publicado em: Nacional Ir para o Post
  • Profissionais qualificado estar em falta no Brasil, O GOVERNO TEMER ESTAR PRECISANDO DE MINISTROS, QUALIFICAÇÃO, HONESTOS, OS QUE SE HABILITAM NÃO COMPLETA O O PRIMEIRO MÊS DE EXPERIENCIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seminário Vozes da Amazônia no Amor

carlaFalar de amor está presente em nossas vidas deste as antigas gerações. Contamos e recontamos histórias por meio de diversas linguagens e a literatura é uma delas. As vozes de poetas do mundo todo ganham espaço em prosas e versos e disseminar as vozes dos poetas que moram na Amazônia é o objetivo do seminário “Vozes da Amazônia no Amor”, projeto da poeta Carla Nobre, selecionado pela Edital de Bolsas Literárias do Ministério da Cultura.

O circuito vai abranger a realização de 12 seminários, nos estados do Pará e Amapá, com a participação de escritores falando sobre suas obras que trazem como temática o amor. “Os seminários ocorrerão com diferentes escritores debatendo o tema com a sociedade. Para cada seminário serão convidados três autores, com experiências diferentes na circulação dos seus textos em diversas mídias”, conta a poeta Carla Nobre.

O projeto inclui ainda a produção de um DVD com depoimentos e trechos das obras dos escritores participantes, a ser distribuído gratuitamente para o locais onde o seminário passar, além de escolas e bibliotecas públicas.

No Amapá serão realizados seminários em Macapá, Santana, Mazagão, Amapá, Calçoene, Tartarugalzinho e Porto Grande. No estado do Pará, será realizado na cidade de Belém, onde a escritora firmou uma parceria do projeto com a XX Feira Pan Amazônica do livro, que este ano traz como tema: TERRA, PAÍS DE TODOS.

Carla explica que participação da Feira Pan-Amazônica possibilita uma diversidade de público, em um evento de grande porte. “Vamos dialogar, com alunos, pais, professores, interessados da área, fazendo uma troca de experiência de grande valor para todos os envolvidos”, destaca.

A programação do seminário na Feira começa nesta quinta-feira, 2, e segue até o sábado, 4, com quatro mesas de debate acerca do amor na literatura, e conta com a participação de escritores, do Amapá e do Pará.

(Texto: Ascom/Carla Nobre)

Sassá e as voltas que o mundo dá

Numa conversa com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, aquele sujeito (vocês sabem quem) fez duras críticas  ao Judiciário brasileiro e apavorado disse: “A ditadura da Justiça tá implantada, é a pior de todas!
” A conversa foi em março e gravada pelo próprio Machado. Divulgada pela Globo na semana passada foi reproduzida em milhares de sites, blogs e redes sociais.

Vale lembrar que quando ele (vocês sabem quem) usou a Justiça Eleitoral para amordaçar e aplicar multas estratosféricas nos jornalistas amapaenses ele chamava isso de democracia.

Ah, vá!