Alcinéa Cavalcante

Liberdade de expressão!
Macapá - Amapá

Marcha das Marias

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 24/11/10 as 1:03 am

É amanhã, quinta-feira,  a “Marcha das Marias” – uma caminhada  que visa  chamar a atenção para o enfrentamento à violência contra a mulher na capital amapaense.
É realizada com  a participação de toda a Rede de Atendimento à Mulher e o Município de Macapá  e homenageia  Maria Zelinda Mira, assassinada em 1958.
Até o ano passado a Marcha das Marias era realizada na orla de Macapá. Este ano será no  Congós, bairro que apresenta o maior número de casos de violência contra a mulher.  A saída será às 16h da arena do bairro dos Congós. A caminhada encerra na frente do Superfácil da Zona Sul.

Zelinda dos Santos Mira foi assassinada pelo marido no dia 27 de outubro de 1958, na Praça Nossa Senhora da Conceição, aos 15 anos de idade e grávida do primeiro filho. Sua morte foi premeditada por seu esposo Valdir Mira, que após tê-la agredido fisicamente e ter ficado preso por alguns dias, sob pretexto de uma possível reconciliação marcou um encontro com a vítima na Praça, ocasião em que lhe tirou a vida com 16 facadas.

5 Comentários

  1. BIANCA disse:

    eu acredito que a educação é a base de tudo. do respeito e de uma sociedade melhor, nós mulheres somos responsáveis pela educação de nossos filhos e muito da vezes os tornamos machista sem perceber ou com pequenas piadas rotineiras e sem graça

  2. Gil ........... disse:

    Infelizmente, muitas mulheres ainda aceitam serem espancadas por seus companheiros…isso acontece muito e não é só com pessoas pobres…

    conheça esses 2 casos: mulher +- 35 anos, 4 filhos,pobre, companheiro viciado rouba seu salario e ainda a espanca…(pode?)

    Mulher +- 30 anos…Instruida…classe média, é agredida fisicamente e verbalmente do marido empresario (revoltante)…

    ATÉ QUANDO AS MULHERES VÃO SE SUBMETER A ESSE TIPO DE TRATAMENTO?

  3. HERINALDO NASCIMENTO disse:

    Quero aproveitar a oportunidade para parabenizar as pessoas responsaveis por esse movimento em favor das MULHERES. Trabalho na segurança pública e tenho visto a cada dia crescer o número de idiotas que insistem em agredir suas companheiras. Moro em Santana e sempre acontece aqui a marcha das JOSYS e sempre que posso participo junto com minha esposa. BASTA DE VIOLÊNCIA!!!

  4. DOIDINHA' disse:

    no sabado sera realizada a “MARCHA DAS CLAUDETES” no Bailique,em homenagem a professora CLAUDETE MOTA ROCHA. Que a 1 ano foi brutalmente assassinada.

  5. Zanjo Goulart disse:

    Que horror! Como em 1958 ainda acontece em 2010. Educação é um processo lento, mas o cenário muda pouco a pouco. O problema da violência contra a mulher é crônico de origem cultural. Amo e respeito todas. Me sinto envergonhado pelos meus semelhantes que cometem violência fisica, ainda, mais se for contra a femêa que estruturalmente é mais frágil que o macho.

    “Creio que a não-violência é infinitamente superior à violência, e que o perdão é bem mais viril que o castigo…”
    MAHATMA GANDHI

Deixe o seu comentário!