Exposição “Nós e os Nus”

O corpo nu é o tema da mostra “Nós e os Nus”, que ocupa a Galeria Trokkal até o dia 5 de março. Obras inéditas de oito fotógrafos amapaenses revelam o corpo humano sob a ótica artística, na exposição também inédita para Macapá. A galeria é administrada pela Prefeitura de Macapá, que apoia a exposição.

“Este coletivo de arte [sim, porque são mais que simples fotos ou imagens] foi inaugurado num lugar onde a arte é realmente valorizada, e onde se pretende lançar diferentes olhares e reflexões, sem preconceitos. A Galeria Trokkal é um espaço público e toda a proposta de arte que venha para estabelecer discussões, sem agressões, será bem-vinda”, afirma o diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Sérgio Lemos.

Na coletiva estão expostas 30 fotografias de autoria de Paulo Gil, Edinei Campos, Suanne Souza, Maksuel Martins, Dércio Damasceno, Kesiane Santo, Josiel Braga e Eude Rocha. As telas estão expostas com molduras feitas pelo artista plástico J. Márcio, inteiramente de material reciclado.

“A intenção é apresentar um olhar sobre elementos do corpo humano que representam a pluralidade de referências estéticas na poética visual. ‘Nós e os Nus’ é para mostrar que a beleza é uma questão de olhar. Provocar nas pessoas o amor pelo seu corpo, que é algo divino, independentemente da estética, e se desnudando da conotação pejorativa. É possível mostrar beleza sem ser vulgar. Esta exposição é uma prova disso”, relata o fotógrafo Paulo Gil, um dos organizadores da mostra e que a compõe com quatro obras.

Dryele da Cruz modelou para a fotógrafa Kesiane Santo. A princípio, ela diz que foi difícil tirar a roupa e se expor, mas o resultado a fez mudar de ideia. “Estava muito envergonhada, mas recebi o convite sem julgamentos, e agora vendo o resultado, amei. As fotos estão lindas e recebendo elogios”.

O responsável pela seleção das imagens que compõem a exposição é o também fotógrafo Edirnei Campos, um dos mais experientes profissionais de Macapá. Ele conta que o processo de escolha não foi fácil. “Cada profissional apresentou centenas de fotos e delas selecionamos as 30 para a exposição. Foi uma tarefa difícil, mas de muito aprendizado, porque também tivemos que nos despir de preconceitos”.

No sábado, 25, das 15h às 17h, em prosseguimento à mostra fotográfica, será feita uma roda de conversas entre os fotógrafos, modelos e o público para que se esclareça o processo dos ensaios. O encontro ocorrerá no auditório do Conselho Estadual de Saúde, na Avenida Presidente Vargas, nº 24 – 3º andar, entre as ruas Cândido Mendes e Independência. As vagas são abertas aos profissionais e estudantes das áreas afins, mediante prévia inscrição pelo WhatsApp (98102-1907) – Paulo Gil.

A Galeria Trokkal fica na Praça Veiga Cabral, no Centro, das 9h às 14h e das 16h às 20h. A entrada é gratuita e a classificação indicativa da mostra é a partir de 14 anos.

(Texto: Rita Torrinha – Foto: Max Renê/Fumcult)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *