Retrato em preto e branco

1966 – O saudoso professor Munhoz e o pintor e escultor amapaense Manoel Costa no pátio do Colégio Amapaense. Eram os preparativos para a exposição do artista  no Salão Nobre do colégio.
No ano seguinte, Manoel Costa viajou para o Rio de Janeiro para cursar cursar pintura na Escola Nacional de Belas Artes e se tornou um dos artistas plásticos mais famosos no Rio e conhecido internacionalmente. Suas obras estão nas mais importantes galerias do mundo.
De vem em quando ele vem em Macapá matar saudade dos amigos, do açaí e do camarão no bafo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *