Joca – Um Contador de Histórias

Representando a Amazônia, Joca Monteiro, o mais famoso contador de histórias do Amapá, participou semana passada da I Mostra Internacional de Narração Artística, no Sesc Palladium, em Belo Horizonte (MG), onde falou de suas experiências, contou histórias do norte do Brasil e transmitiu e recebeu conhecimento.

De volta a Macapá, ele diz:
“Passei uma semana em Belo Horizonte narrando, ouvindo e aprendendo com a histórias sob a luz do CANDEIA. Aqui conheci histórias de outras paragens do mundo e pude também representar nossa Amazônica com todo o jeitinho de ser do povo Tucuju. Conheci pessoas que me apresentaram seus encantos e assim tornaram meu contar mais rico.

No evento fui recebido como um artista do Norte do Brasil que também representava a Amazônia, e assim minha voz ecoou no plano sagrado e nossas histórias foram contadas e ouvidas com muita reverência.

O Instituto Abra Palavra, realizador do evento cuidou de cada participante com muito amor e isso fez toda a diferença para que todo o aprendizado proporcionado na mostra fixasse em nossos corações.

Aqui eu entendi um pouco mais sobre essa luz que é a arte da narrativa e quão fundamental é o trabalhador do contador de histórias, do narrador artístico e de todos aqueles que usam a palavra na busca por um mundo melhor.

As palavras têm poder, elas curam, elas salvam, elas iluminam, conduzem e criam esperanças e foi muito lindo no meio da estória do Boi de Pindorama, ouvir a platéia gritar um #ForaTemer bem alto.
Volto pra Macapá acreditando um pouco mais nessa arte e que com ela posso encontrar minhas curas, encontrar meus desejos por um Brasil melhor, volto comprometido em continuar usando minha palavra para pregar o amor.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *