Boêmios – A nação negra nos pampas

“Nesse jardim vermelho e branco as borboletas voltarão”

boemios1Misturando gengibirra com chimarão, a campeão Boêmios do Laguinho encerra o desfile das escolas de samba entrando na avenida às 4h da madrugada de segunda-feira.
Desta vez, Boêmios faz homenagem ao Rio Grande do Sul com o enredo “Gaúcho, sou bamba: a nação negra nos pampas”.
No ritmo da bateria Pororoca o guará (símbolo da escola) vai voar fazendo um brinde com a vida e deixando todo mundo porre de emoção.

A escola leva para avenida a cultura, arquitetura e arte  do Rio Grande do Sul e destaca o espírito guerreiro dos gaúchos, a beleza e os festivais da cidade de Gramado.
Destaca também o grande poeta Mario Quintana de quem empresta para enriquecer seu samba de enredo o verso “eles passarão, eu passarinho”. E, como os fãs do poeta gaúcho, reafirma  que ele  fez de cada poesia uma oração.

boemios6

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *