Há 10 anos

Saudade do tempo que o Movimento Poesia na Boca da Noite ia para as praças, calçadas de escolas, paradas de ônibus, declamar e distribuir poesias.
Foi neste movimento que surgiram vários poetas e que tantas pessoas despertaram para a beleza da arte literária.
Essas fotos são do dia 16 de abril de 2011, portanto há dez anos, na calçada da escola Azevedo Costa, no bairro do Laguinho.
Mais de cem pessoas participaram deste encontro.Inicialmente o encontro estava marcado para a calçada da UNA, defronte da Escola Azevedo Costa. Mas, quando lá chegamos a diretora da Escola, Rosana Nascimento, a professora de Literatura Liane Lobo e outros professores nos ofereceram cadeiras e mesas e o que mais o grupo precisasse. Foi então que resolvemos atravessar a rua e fazer na calçada da escola.

Tão logo começamos a montar a varal, os alunos foram se aproximando. Conversamos com eles sobre poesia, pedimos que escolhessem no varal algum poema para declamar, incentivamos esses jovens a compartilhar seus poemas conosco e dissemos que eles seriam capazes de construir poesias ali, naquele momento, naquela calçada.

E começamos a roda de poesia. Não demorou muito os jovens foram perdendo a timidez e abrindo cadernos e netbooks escreveram poesias falando de amor, de solidariedade e do bairro do Laguinho; declamaram suas poesias e de seus autores preferidos. Quem passava na rua – a pé, de bicicleta ou de moto – parava pra ver o que estava acontecendo ali e já se integrava ao movimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *