Ministra da Cultura promete ajuda para restaurar a Igreja de São José

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, recebeu nesta quarta-feira (16), o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), a presidente da Fundação Municipal de Cultura de Macapá (FUMCULT), Márcia Corrêa, a Superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) de Macapá, Juliana Morilha e o chefe de gabinete do IPHAN Nacional, Rony Oliveira.

Durante a conversa, a ministra Marta ouviu o relato sobre o andamento das Obras do 1° Centro Unificado das Artes e dos Esportes (CEU) de Macapá, no bairro Infraero II, que será inaugurado até o próximo ano.  Macapá também terá um segundo 2º Céu das Artes, que será construído na Zona Sul de Macapá, por meio de emenda do senador Randolfe no valor de R$1.655.000,00.

Igreja São José: A ministra também prometeu o empenho para auxiliar no processo de Restauração da Igreja de São José de Macapá, e no seu tombamento como Patrimônio Histórico do Município de Macapá. Para que receba recurso público é necessário que o patrimônio seja tombado. O processo de restauração já está em curso por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Macapá e o e o IPHAN local, para que seja feito o tombamento pelo município.

Na próxima semana, uma engenheira do IPHAN Brasília estará em Macapá para fazer uma avaliação técnica, que embasará o processo de tombamento, além de apontar os elementos para elaboração de um projeto de restauro.

A FUMCULT irá agilizar a instalação do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural, instância responsável pelo tombamento. A prefeitura de Macapá poderá  fazer  as obras  emergenciais nos pontos que comprometem a estrutura do prédio.

Outro assunto tratado durante a reunião com a ministra, foi a necessidade de editais específicos do Ministério da Cultura para a Amazônia, para a captação de recursos na área cultural. Esses editais, precisam observar especificidades da região, como a internet de velocidade limitada.

(Texto: assessoria de comunicação do senador Randolfe – Foto: Assessoria de Comunicação do Ministério da Cultura)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *