Azeite na máquina

Últimos dias de campanha, como era de se esperar as máquinas  dos dois candidatos de triturar, picar, moer inimigos (sim… os ânimos ficam tão exaltados que  adversários são tratados como inimigos mortais) estão operando a todo vapor  em todos os cantos e principalmente  nas redes sociais.
Azeitadas, engraxadas e afiadas tais máquinas funcionam em alta rotação destruindo reputações, intimidando, colocando a lâmina no pescoço do eleitor do adversário – de um e de outro.

É a campanha da baixaria, do jogo sujo, onde falta  proposta de governo e sobra lamaçal.

  • Como diz uma blogueira. Perguntinha: Randolfe e Davi tudo normal, Primeiro senador da historia da república cassado por corrupção, tudo normal. Detalhe corrupto e aquele com transito em julgado

    • É isso ai Paulo, falou e disse. os amarelos chamam os adversários de Ladrões, porem em passado recente estavam envolvido até o pescoço em irregularidade, a desonestidade não consiste só em surrupiar, comprar votos também e desonesto.

    • Tá esquecendo que ele conseguiu provar sua inocencia.O Brasil é formado por “quadrilhas poderosas” e prova disto é o escandalo da PETROBRAS.Meu voto é Camilo,sempre,mas agora já torço p/o outro ser eleito e ter que deixar o mandato no meio do caminho,quiça,ainda no início.

  • De fato essa eleição, tanto estadual quanto federal, vai ficar marcada pela baixaria. Ao invés de debater propostas, um tenta desqualificar o outro. Bom que está na reta final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *