Nem um nem outro

Fona na disputa pela prefeitura de Macapá, com apenas 1,02% dos votos, o PT decidiu pela neutralidade neste segundo turno, ou seja, não apoia nem Clécio (Rede) nem Gilvam (PMDB).
Em nota distribuída hoje à tarde, o PT diz que após análise e discussão interna, firmou posição que “nenhum dos dois projetos políticos que estão no segundo turno, são de nossas afinidades e/ou representam nossas posições”. Justifica que a Rede está aliada ao PSDB e DEM “que perseguem e declaram guerra de morte ao PT” e que o PMDB foi o mentor do golpe que tirou Dilma da presidência da República.

A candidata do PT à prefeitura de Macapá, ex-governadora Dora Nascimento, teve apenas 2.174 votos (1,02%) perdendo inclusive para o PSTU e PSB. Sua votação foi inferior ao número de votos de vereadores eleitos.

Em nota, o PT atribui esse fraco desempenho a uma ofensiva nacional contra o partido. “Uma ofensiva para viabilizar a restauração neoliberal reacionária, com regressão de direitos, destruição da economia nacional e transferência de riqueza do país ao estrangeiro”, diz a nota.

  • Só pode ser piada. Nenhum dois candidatos que ver sua candidatura atrelada ao PT. Isso só causa desgaste político. O apoio de Dora e do PT não contribui em nada para o resultado da eleição, ainda mais depois desse desempenho medíocre nas urnas. O PT errou feio em lançar uma candidata inexpressiva para o pleito municipal, só poderia resultar nessa vergonhosa votação. Atualmente o único político que tem alguma chance de fazer uma campanha decente é a ex deputada Dalva Figueiredo.

  • Esperto está sendo o PSTU. Com essa história de anular o voto, se tornou o melhor cabo eleitoral do Clécio. Melhor, muito melhor do que se tivesse declarado apoio direto.
    Quem sabe foi de caso pensado? Acordo por debaixo dos panos!

  • O Gilvam e o Clécio estão dando graças a Deus! Olha a bronca que eles estariam metidos se o PT declarasse apoio a um deles! Todo mundo está correndo do PT, como o diabo corre da cruz. Vade retrun satanás!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *