Nota da coligação Atitude e Trabalho

NOTA À IMPRENSA

A Coligação Atitude e Trabalho por Macapá, encabeçada pela chapa Gilvam Borges e Adiomar Veronese, manifesta sua perplexidade a respeito da entrevista coletiva concedida pela promotora de Justiça Andreia Guedes de Medeiros, neste sábado, 1º de outubro de 2016.

A coligação foi surpreendida com tamanha pirotecnia envolvida no evento, sob a alegação de que uma “bomba” seria lançada sobre a disputa pela eleição em Macapá, conforme amplamente disseminado nas redes sociais por prepostos da referida promotora, horas antes da entrevista, com direito a link de rádio ao vivo.

Trata-se de uma estranha e canhestra manifestação de uma representante do órgão ministerial, que curiosamente alegou no evento que estava zelando pelo equilíbrio do pleito, quando, a bem da verdade, tal procedimento é que causa a perda da igualdade de condições, tudo feito às vésperas da eleição!

A Assessoria Jurídica da coligação já está adotando as medidas necessárias para a reparação do dano e responsabilidades, sobretudo dar conhecimento ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e protocolizar RD ao CNMP com o fim de apurar responsabilidades da Promotora de Justiça que, entendemos ter utilizado, na véspera das eleições, o desequilíbrio do pleito com ilações, conjecturas e suposições!

Especialmente por considerar que os fatos apresentados na aludida coletiva de imprensa não passam de pirotecnia a formar um novo factóide para tentar enodoar a disputa eleitoral e provocar o desequilíbrio do pleito. Aliás, função diametralmente oposta à da ilustrada instituição MPE!

Hercílio A. Aquino
Advogado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *