Acredite! Capi e Gilvam juntos no 2º turno

Na manhã desta sexta-feira, 19, o candidato ao governo do Amapá, Capi 40, esteve na sede do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), em Macapá, onde conversou com o ex-senador Gilvam Borges, sobre propostas de industrialização do Estado.

Gilvam Borges disse que Capi 40 é único que tem propostas claras para desenvolver o Amapá e gerar os empregos que o povo precisa. “Por isso, voto e apoio Capi 40”, afirmou o ex-senador.

Capi 40 agradeceu o apoio de Gilvam e disse que a industrialização do Amapá passa pelo adensamento da cadeia produtiva da soja, que vai permitir permitir a produção do óleo de soja, da composição da ração animal para a criação de peixe, gado, frango e outros produtos.

“Atualmente, mais de 21% da nossa população está desempregada. Nós precisamos dar resposta para o nosso povo e só através da industrialização nós vamos mudar esse quadro”, afirmou Capi 40.

(Texto e foto: Assessoria de comunicação do candidato João Capiberibe)

  • No curso do tempo somos sensíveis a fatos de traição e conchavos que ocorrem na política e nos tornamos solidário com aqueles que julgamos injustiçado. No caso dos políticos citados na matéria, Gilvan e Capi, em um passado recente, O HOMEM DO OLHO GRANDE, usou todos de métodos, limpos e sujos para ficar com a vaga de senador hoje candidato ao governo, eram inimigos, hoje posam de anjos para enganar o povo, VAMOS CONSIDERAR O FATOR, CARATER NÃO VOTANDO EM CAPIBERIBE, este que promete tudo para tentar ganhar a eleição sem dizer de onde vai tirar os recursos necessários, considerando que nosso Estado é um dos mais pobres da federação. Não nos assustamos se aquele conhecido pelo nome do Lúcifer prometer colocar em cada poste uma central de ar condicionado para amenizar o clima de Macapá.

  • Pra tirar esse Capeta do governo me alhearia até com o Diabo. Xô satanás, xô satanás, vai percegui o Capeta, não comigo praga xô, xô xô xô, vai pro inferno praga, me perseguiu durante esses quatro anos, xô satanás, xô satanás….

  • Atitude política correta . Eis um exemplo de tática dialética científica ; diferente de práticas oportunistas dos representantes da pequena burguesia . Historicamente , ocorreram alianças políticas entre forças políticas de viés ideológicos diferentes, com a finalidade de avançar qualitativamente no processo histórico .

  • Em constatação a um de seus contos (século XIX), Edgar Allan Poe, diz que “nunca se deve apostar a cabeça com o diabo”. Agora, no Amapá do século XXI, são dois para não se apostar a cabeça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *