No Amapá o PSB quer anulação da eleição para o Senado

O deputado federal eleito Camilo Capiberibe (PSB) anunciou com exclusividade nesta quinta-feira (11) ao programa LuizMeloEntrevista (DiárioFM 90,9) que o partido dele entrou na justiça com pedido de anulação da eleição para o Senado no Amapá, sob o argumento de que, ao decidir pela anulação dos votos da deputada Janete Capiberibe, que disputava uma vaga se senadora e foi derrotada, interferiu diretamente no resultado do pleito. (Leia a matéria no jornal Diário do Amapá clicando aqui)

  • Hoje , no Diário do Amapá, Camilo abriu o jogo e falou o porque da insistência de arriscar com o PT: precisavam do tempo de televisão para sua campanha, e conseguiram usar o tempo do PT a seu favor, mas o preço cobrado está sendo alto e ninguém quer pagar.

  • “No parecer, Humberto de Medeiros ressalta que o parcial deferimento do DRAP da recorrente, com a exclusão do Partido dos Trabalhadores, ocorreu em julgamento realizado em 5 de setembro de 2018. Assim, havia a possibilidade, naquele momento, de substituição de candidatos, mas a coligação, no entanto, insistiu na manutenção do Partido dos Trabalhadores em sua composição, assumindo os riscos inerentes a essa conduta, principalmente o de não haver mais tempo hábil para a substituição dos candidatos indicados pela agremiação.”
    Acho que PSB imaginava que estava em jogo de poker e pagou pra ver. Se ferrou. A lei eleitoral é baseada em prazos. Perdeu o prazo, já era.
    O PSB está em dia com ajustiça eleitoral, mas infelizmente perdeu o prazo, por pirraça. Quis mostrar que a coligação estava para Além do Bem o do Mal, como diria Nietzsche.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *