Para evitar compra de votos Justiça Eleitoral limite saques a R$ 5 mil

A Justiça Eleitoral decidiu limitar a R$ 5 mil diários saques bancários de valores em espécie para pessoas físicas e jurídicas, de 1º a 10 de outubro. Caso haja segundo turno, a medida se estende para o período de 22 a 31 do mesmo mês. A decisão, assinada ontem pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AP) Manoel Brito, atende pedido da procuradora regional eleitoral Nathália Mariel.

O propósito do MP Eleitoral é evitar a prática de crimes de boca-de-urna e corrupção eleitoral, como ocorreu em eleições anteriores, em que o poder econômico pode exercer papel significativo. A Justiça Eleitoral concorda que há “necessidade do estabelecimento de limites durante o período crítico da campanha eleitoral – a semana que antecede o dia do pleito –, quando se avolumam as denúncias de utilização indevida de valores para fins de captação ilícita de votos”.

  • É o famoso ditado “matar o cachorro pra acabar com as pulgas”. Saque de só cinco mil. Às vezes me impressiono com os paliativos neste Brasil para combater o jeitinho Brasileiro. O trem segue e logo ali há uma estação para matar mais um cachorro porque as pulgas infectaram o vagão. Eta Brasilzinho complicado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *