Alcolumbre votou pela manhã. Ele lamentou a baixaria dos adversários na campanha eleitoral

Após votar, na manhã deste domingo (2), na Escola Meu Pé de Laranja Lima, no bairro Santa Rita, em Macapá (AP), o candidato à reeleição Davi Alcolumbre (AP) disse que, se reconduzido ao cargo, continuará trabalhando pelo desenvolvimento do estado, especialmente no que diz respeito à saúde pública. “Nossa prioridade sempre será a saúde pública. Precisamos olhar com carinho e dedicação para este setor e tenho certeza de que Clécio, assim como deu um show na saúde de Macapá, quando foi prefeito, transformará a saúde do nosso estado. E eu, em Brasília, serei um parceiro neste sentido, buscando recursos e fazendo o que for preciso para fazermos um mandato em favor das pessoas que mais necessitam”.

Ao lado do candidato ao governo, Clécio Luís, o parlamentar lamentou o que classificou como “baixaria” na campanha eleitoral deste ano e afirmou que sua fé foi fundamental para passar pelo processo com serenidade. “Agradeço o carinho e abraço caloroso do povo amapaense e a Deus, por termos enfrentado um processo eleitoral com saúde e resiliência. Foram muitos os ataques e as agressões. Os adversários não tinham propostas para o Amapá e utilizaram de fake news, de mentiras e de ofensas. Baixaram o nível, mas temos a consciência limpa de que fizemos uma campanha propositiva, prestando contas do que já fizemos e do que sonhamos para o Amapá, apresentando propostas para um estado mais justo”, ressaltou Alcolumbre.

O senador compareceu à zona eleitoral ao lado da esposa Liana e agradeceu o carinho de dezenas de apoiadores presentes no local. Davi Alcolumbre garantiu que, se reeleito para o Senado, continuará buscando recursos públicos e apoio para atender as demandas da população amapaense. “Hoje, somos o estado com o maior volume de recursos da história, fruto do nosso trabalho, do nosso desempenho e, acima de tudo, do povo do Amapá, que me concedeu o primeiro mandato como senador e, se for da sua vontade, me dará uma outra oportunidade para representá-lo no Senado Federal”, disse.

(Ascom)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.