Sílvia Waiapi usou dinheiro do fundo eleitoral para fazer harmonização facial, diz MPE

Silvia Waiapi é uma das coordenadoras da campanha de Bolsonaro no Amapá (Foto extraída do Facebook de Silvia)

O Ministério Público Eleitoral entrou com representação junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AP) tendo por objeto a negação de expedição de diploma de Sílvia Nobre Lopes, mais conhecida como Sílvia Waiãpi, eleita deputada federal  pelo PL com 5.435 votos (1,28%).
O MPE constatou que Sílvia usou parte do Fundo para pagar  harmonização facial, que fez em uma clínica em Macapá, no mês agosto tão logo recebeu recursos do Fundo.

De acordo com o MPE, no dia 21 de setembro a jornalista Maitê Mastop – que era uma das coordenadoras da campanha de Silvia – foi à Procuradoria Regional Eleitoral para denunciar o desvio de recursos. Sua oitiva foi marcada para o dia seguinte, 22, às 10, e ela – acompanhada de um advogado chegou à Procuradoria pouco antes do horário marcado levando na bolsa uma pilha de documentos, como extratos bancários e recibos que comprovam o pagamento do procedimento de harmonização facial feito ao profissional Willian Rafael Oliveira.
Ouvido pelo MP, Willian confirmou que fez o procedimento e recebeu por ele.

“Ao analisar a conduta  é inequívoca a malversação, o desvio de finalidade dos recursos do FEFC empenhados na conta da representada e a gravidade da situação, pois a utilização dos recursos públicos foi feita para a realização de procedimento estético, circunstância que compromete inequivocamente a licitude do gasto”, disse o procurador regional eleitoral Pablo Luiz Beltrand.

E tem mais: notas fiscais maquiadas, omissão de serviços prestados, gastos não declarados.
“Se tornou impossível saber quanto foi pago com combustível, apoiadores, etc,”, ressaltou o procurador, porque Sílvia repassava o dinheiro do Fundo para a conta de Maitê e esta sacava e entregava em espécie (o tal do dinheiro vivo) para a então candidata que usava do jeito que bem entendia sem qualquer controle da Justiça Eleitoral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.