Projeto Quinta do Jazz de volta ao Norte das Águas

Temporada de verão da Quinta do Jazz retorna no Norte das Águas
Por Mariléia Maciel

Palco dos grandes projetos culturais na beira do Amazonas, o Norte das Águas dá início à nova temporada do projeto Quinta Jazz, com o grupo Amazon Music, na véspera do feriado, 12 de setembro. A atração faz parte da programação da casa, e atrai um grande número de apaixonados por jazz, bossa nova, MPB, blues e MPA. Fineias Nelluty, criador e que está à frente do projeto, garante um retorno em alto estilo, com repertório qualificado e músicos preparados para a noite especial de retorno do projeto.

Amazon Music é uma formação musical que completa 11 anos de estrada, parida do compromisso de Fineias Nelluty de tocar música instrumental onde estejam pessoas interessadas em ouvir ou conhecer os estilos. Atualmente o grupo é formado por Paulinho Queiroga, bateria; Hian Moreira, baixo; Vinícius Bastos, guitarra; e Fineias Nelluty, no teclado. Todos experientes e sintonizados com o ritmo musical que ganhou o mundo e apaixonou os amapaenses.

O projeto Quinta do Jazz nasceu em 2007, com a proposta de popularizar a música instrumental e formar uma plateia sem distinção de idade nem gênero, classe social ou formação, e fazer do palco um espaço de contemplação musical e para que o público se surpreenda com os instrumentos, artistas e suas notas musicais. O Quinta do Jazz é a vitrine do Amazon Music, que atravessa uma década promovendo uma importante interação para a massificação do jazz, blues, bossa e música brasileira. Durante as apresentações, o grupo abre espaço para músicos que querem dar a famosa “canja”.

A esperada volta do projeto Quinta do Jazz será no auge da estação verão, quando o rio Amazonas, a lua e o vento formam o conjunto perfeito, entre a vazante, a maré alta,  e as estações lunares, clima ideal para a apreciação da boa música instrumental. Para completar, o Norte das Águas serve o cardápio regional e o sofisticado, petiscos, bebidas com ou sem álcool, geladas e quentes, para a clientela.

“O projeto dá uma parada no inverno, porque é difícil enfrentarmos a intensidade da natureza amazônica, com suas duas estações bem definidas e severas nas características, principalmente em uma ambiente situado às margens do rio amazonas, que no inverno é o cenário de bruscas transformações ambientais. Por isso, no período chuvoso, a Quinta do Jazz tira férias, e volta com todo gás no verão”, afirma Fineias Nelluty.

A Quinta do Jazz inicia às 21h, e a entrada é liberada para quem quiser curtir música instrumental e até se aventurar nos instrumentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *