Embrapa atualiza Zarc para 14 culturas agrícolas no Amapá

Os agricultores e técnicos do estado do Amapá já podem contar com o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) para as culturas do algodão herbáceo, amendoim, arroz irrigado, banana, cacau, caju, citros, feijão-caupi, mamona, mandioca, melancia, milho, soja e sorgo granífero. Esta tecnologia indica aos agricultores os períodos favoráveis para plantio ou semeadura por cultura e por município, levando em consideração as características do clima, o tipo de solo e ciclo das cultivares. O Zarc é útil para o produtor evitar que adversidades climáticas coincidam com as fases mais críticas das culturas e reduzam a produtividade.

“O Zarc é uma política pública do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) executada pela Embrapa. Trata-se de uma ferramenta fundamental para apoiar o produtor rural no planejamento das atividades agrícolas. Também é obrigatório seu uso para o agricultor acessar recursos do Programa de Garantia de Atividade Agropecuária (Proagro), do Proagro Mais destinado à agricultura familiar, e também recursos do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR)”, explicou o chefe-geral da Embrapa Amapá, Nagib Melém.

O Zoneamento Agrícola de Risco Climático passa por revisão anual e os dados são publicados em Portarias no Diário Oficial da União e no site do Ministério da Agricultura, contendo a relação de municípios indicados ao plantio e seus respectivos calendários de plantio ou semeadura. Só neste ano de 2020, foram realizadas 58 Reuniões de Validação on line do Zarc para diversas culturas agrícolas, inclusive para o estado do Amapá. As reuniões da rede Zarc da Embrapa envolveram 32 unidades da empresa na pesquisa e desenvolvimento do Zoneamento, com 2.032 participantes. “Aqui no Amapá também realizamos reuniões de validação com a participação de produtores, de técnicos da superintendência estadual do Ministério da Agricultura, da Federação da Agricultura e Pecuária do Amapá, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, do Rurap, de associação de produtores, e da Conab”, acrescentou Melém.

A tecnologia do Zarc foi lançada em 1996, é coordenada pelo Mapa e utiliza metodologia desenvolvida pela Embrapa e parceiros, sendo financiado a partir de 2020 pelo Banco Central por meio de um aporte no valor de R$ 8,1 milhões.

Aplicativo Plantio Certo
O acesso é facilitado pelo aplicativo Zarc Plantio Certo, disponível no Google Play e App store, na seção de aplicativos da Embrapa ( https://www.embrapa.br/aplicativos). Para obter de forma rápida e prática, as informações do Zarc, os produtores e demais agentes do segmento agropecuário podem acessar o aplicativo por meio de tablets e smartphones. O app foi desenvolvido pela Embrapa Informática Agropecuária (Campinas, SP) com objetivo de indicar ao produtor as melhores datas de plantio para 43 culturas no Brasil.

(Dulcivânia Freitas/Embrapa-AP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *